embraer195companyjet_embraer

Santiago, Chile, 29 de março de 2016 – A Embraer Aviação Comercial divulgou hoje, durante a FIDAE (Feria del Aire y del Espacio), as perspectivas de mercado (Market Outlook) para a América Latina. A Empresa prevê que serão entregues na região 720 novos jatos no segmento de 70 a 130 assentos ao longo dos próximos 20 anos, o que representa 11% da demanda mundial para esse segmento no período. A frota de jatos 70 a 130 assentos em serviço na América Latina crescerá das atuais 310 unidades para 740 até 2034.

Apesar das adversidades atuais, que decorrem principalmente da instabilidade política e econômica da região, as perspectivas de crescimento a médio e longo prazo permanecem positivas nos próximos anos. Uma recuperação econômica é esperada, endereçando os desequilíbrios macroeconômicos e restaurando a confiança dos empresários. Esta recuperação resultará em distribuição de renda mais equitativa e integração regional mais profunda, o que aumentará a demanda por viagens aéreas.

Nos últimos cinco anos, o crescimento anual da procura por transporte aéreo na América Latina tem estado em torno de 7%, consistentemente acima da média mundial, de cerca de 5%. Esta tendência deverá continuar ao longo dos próximos 20 anos, quando a região crescerá cerca de 6% ao ano.

O crescimento da classe média da região também atrairá novos clientes para as companhias aéreas, já que muitas pessoas ainda têm de embarcar no primeiro voo, tornando a América Latina mais madura para o transporte aéreo. Comparando a região com um mercado maduro de viagens aéreas, como o dos Estados Unidos, há um enorme potencial para o crescimento: a América Latina tem 0,4 passageiro per capita, um valor que é um sexto dos EUA.

Juntamente com a expansão da classe média, novos investimentos em infraestrutura em aviação vão moldar a maneira como o transporte aéreo vai crescer nos próximos anos. O alcance mais amplo do transporte aéreo para além dos principais centros financeiros e industriais, chegando às cidades médias – com população entre 100 mil e um milhão de habitantes – causou um crescimento da demanda de cerca de 1,5 vez mais rápida do que para as grandes cidades. Esse crescimento evidencia a necessidade de serviço aéreo eficiente para novos mercados de baixa e média densidade, e frequências mais altas em mercados existentes.

“A otimização da frota é fundamental, uma vez que os mercados secundários estão preparados para liderar a demanda por novas viagens aéreas”, disse Simon Newitt, Vice-Presidente da Embraer, Aviação Comercial, América Latina. “As companhias aéreas continuarão a adquirir aeronaves novas e eficientes para atender aos mercados de baixa e média densidade e para oferecer maior conectividade.”

Consolidações e fusões também contribuíram para mudanças fundamentais na indústria da aviação, como forma de alavancar sinergias e focar no crescimento sustentável e na rentabilidade. No entanto, algumas grandes companhias aéreas responderam ao descompasso entre demanda e capacidade – e perdas financeiras – cortando rotas e reduzindo capacidade na tentativa de chegar a um ambiente de negócios mais viável.

A primeira entrega de um E-Jet na América Latina ocorreu em 2005, quando a Copa Airlines, do Panamá, recebeu um E190. Atualmente, mais de 200 E-Jets estão em serviço na região, onde a Embraer é líder no segmento de jatos de até 130 assentos, com 70% de participação de mercado. A família de E-Jets já registrou mais de 1.700 pedidos e mais de 1.200 entregas até esta data. As aeronaves estão em serviço com cerca de 70 clientes de 50 países.

A fim de atender à demanda futura, a Embraer está trazendo os E-Jets E2 ao mercado para complementar a oferta atual de E-Jets. A Empresa apresentou recentemente o primeiro E190-E2, que entrará em serviço no primeiro semestre de 2018.

DIVULGAÇÃO: Embraer

39
Deixe um comentário

avatar
39 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Maria do Carmo LacosteAndcalFarroupilhaDelfim SobreiraBenjamin Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcelo Pamplona
Visitante
Member
Marcelo Pamplona
Dan
Visitante
Dan

[ON TOPIC]

Este povo gosta de publicar em OFF TOPIC, atrapalhando o objetivo do corrente. O problema é que é muito frequente e muitas vezes os mesmos sujeitos.

Space Jockeyspace jockey
Visitante

Nao me parece uma demanda muito grande, pois são 20 anos…
Mauricio ?

Mauricio R.
Visitante

Toda “airframer” tem o seu dia de pitonisa, basta alguma feira ocorrendo em seu mercado de interesse.
O prognóstico está de acordo c/ o mercado em potencial, que é pequeno e se expande muito lentamente.

ederjoner
Visitante

Caramba, F-22 já estão no Chile!!!!!!!!!
Agora botei fé nesta edição da FIDAE!
Parabéns aos chilenos…

Marcelo Pamplona
Visitante
Member
Marcelo Pamplona

OFF DAN TOPIC
O mais curioso são os pseudo censores de plantão que não opinam sobre nada, não tem participação ativa alguma no espaço e, pior, perdem seu tempo postando críticas ao invés de elaborar algum tipo raciocínio voltado à temática na área de Defesa e/ou indústria correlata.

ederjoner
Visitante

La tarde del domingo 27 de marzo aterrizaron en el aeropuerto internacional Arturo Merino Benítez, de Santiago, dos aeronaves de combate F-22 “Raptor” de la Fuerza Aérea de Estados Unidos (USAF), los más avanzados en tecnología del planeta.
En la ocasión, los dos caza llegaron acompañados por un avión tanquero KC-10 de la USAF con personal norteamericano, quienes fueron recibidos por el Director Ejecutivo de FIDAE, Coronel de Aviación (A) Fernando Silva, quien les dio la más cordial bienvenida. Esta es la segunda vez que el “Raptor” se presenta en la feria.

Fonte: http://www.fidae.cl/wp-fidae-aereo/index.php/2016/03/28/f-22-raptor-ya-esta-en-chile/

Gustavo Borges
Visitante

Pena que o KC-360 não estará presente.

ederjoner
Visitante

Sim Gustavo, isto seria muito importante para o programa KC-390, e Embraer se apresentaria muito bem na feira, mas faz parte do processo…

Rafael
Visitante
Rafael

Bom saber dessas notícias;

Marcos
Visitante
Marcos

Novas imagens, com detalhes, do novo E2. A abertura é da apresentação da aeronave, mas em seguida vem as imagens com detalhes interessantes. Segue:
https://www.youtube.com/watch?v=lGAMWpy55jk

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Mas ainda há alguma possibilidade do KC390 ir à Fidae?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Marcelo Pamplona 29 de março de 2016 at 16:10
_____________

É troll, o concorrente está “fechado”. (rs). Postaram ontem ou ante-ontem no PA, faliu ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

ederjoner 29 de março de 2016 at 16:13
___________
Boa postagem.
___________

“Gustavo Borges 29 de março de 2016 at 17:24
Pena que o KC-360 não estará presente.”
___________

Produto novo ?
___________

Marcos 29 de março de 2016 at 21:27
___________

O 1º vai para a Lufthansa
___________

EMBRAER sempre EMBRAER, domínio completo nesse seguimento e que continuará por muitas décadas.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Notícia EMBRAER FIDAE 2016 na España:
______________

http://fly-news.es/industria/especial-fidae-2016/embraer-participara-en-fidae-2016/

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Carlos Alberto Soares 30 de março de 2016 at 3:46
__________________

Errei, é KLM.

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Air Platforms
FIDAE 2016: Saab progresses production preparations for Brazilian Gripen
Gareth Jennings, Santiago – IHS Jane’s Defence Weekly .

_____________________________
http://www.janes.com/article/59111/fidae-2016-saab-progresses-production-preparations-for-brazilian-gripen

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“While the official roll-out of the Gripen E for the Swedish Air Force has been scheduled for 18 May, Wilkinson said that no such date for the Brazilian Gripen E/F has yet been decided upon, though deliveries of 28 E and eight F aircraft to the country’s air force are contracted to take place between 2019 and 2024.”
_______________________

2022 !

Benjamin
Visitante
Benjamin

Off
Rússia vai instalar telescópio no Brasil:
http://m.folha.uol.com.br/ciencia/2016/03/1755425-russia-vai-instalar-telescopio-no-brasil-para-monitorar-lixo-espacial.shtml

Que seja apenas o inicio de uma parceria espacial.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

A presença desses dois F-22 são uma demonstração explícita do apreço que o Obama dá ao Chile.
Não espere que apareçam porraqui, pelo menos enquanto o PT estiver porraí.

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Não adianta a concorrência chiar, andam dizendo por aí:
– Para concorrer com a Embraer só mesmo Concorde e Space Shuttle. Como ambos saíram dos ares, o céu agora é só para a EMBRAER!
.
Uma grande ironia é a Air Canada voar Embraer.

Andcal
Visitante
Andcal

Parabéns à Embraer, se firmando cada vez mais no seu nicho.

Pelo que sei, Air Canada voa Embraer em troca da rota diária YYZ-GRU. Aliás, tão lucrativa que só o Cargo já paga o voo. Pax é lucro.

Sds

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Delfim Sobreira 30 de março de 2016 at 11:38
A presença desses dois F-22 são uma demonstração explícita do apreço que o Obama dá ao Chile.

________________________
Muy amigos….. Muuuuuyyyy amigos…

________________

Farroupilha 30 de março de 2016 at 11:43
Se o KC-390 for o escolhido para cobrir o FWSAR e com produção local como se anuncia, acredito que isso deva ser feito nas instalações da Bombardier, eles precisam gerar ocupação de mão de obra nessa área, e o KC-390 é uma oportunidade.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Canadá FWSAR, o shortlist está pronto ?
___________________

O problema é ler matéria na concorrência e depois postar aqui como algo quase real.
___________________

A aeronave sequer está homologada.
___________________

Quantas encomendas sem que seja a FAB ?
___________________

Sequer dos consorciados.

Gustavo Borges
Visitante

A crise econômica brasileira afetou a Embraer e a fez perder potenciais clientes. Se não fosse os malditos atrasos do governo em pagar as parcelas que devia à empresa é bem provável que o KCtão estivesse no Chile fazendo demonstrações:
http://www.dci.com.br/industria/cargueiro-militar-kc390-esta-seguindo-cronograma-agora,-diz-executivo-da-embraer-id537365.html

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Carlos Alberto Soares 30 de março de 2016 at 15:56

Prefiro ser otimista e você? é do time que torce sempre contra ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Não. Sou realista, fui Embraer de crachá e Amo a Empresa, afirmo isso desde que frequento a trilogia há anos.
_________________

++++ Gol
_________________

http://www.valor.com.br/empresas/4504156/gol-tera-20-aeronaves-menos-neste-ano-em-relacao-2015

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

“Talvez uma oportunidade específica que teria precisado de uma entrega em 2017, isso foi perdido, mas estamos olhando no longo prazo”.
________________
Que cliente e que país terá sido?? é claro que isso indica a perda de um cliente. Alguém sabe informar?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Gustavo Borges 30 de março de 2016 at 16:43
A crise econômica brasileira afetou a Embraer e a fez perder potenciais clientes. ”
____________________

Quais ? Quantas unidades canceladas ?

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Carlos Alberto Soares 30 de março de 2016 at 17:38

Já pensou você Primeiro Ministro da Inglaterra em 1939?

Gustavo Borges
Visitante

Nenhuma unidade foi cancelada pois até o mento apenas o Brasil encomendou o Kc-360. Porém atrasos no projeto podem inibir futuros clientes a optarem pelo avião. Quem sugeriu que o atraso afetou potenciais clientes foi o próprio Jackson Schneider, presidente-executivo do braço de defesa da Embraer.

ederjoner
Visitante

Na realidade, o projeto sofre de um atraso devido a demora de repasse de verbas por parte do governo/FAB, mas falar sobre como isso afetou ou pode ter afetado possíveis vendas da aeronave, são apenas suposições.
Se toda a verba fosse repassada dentro do programado, estariam as vésperas de uma homologação, mas, já pensaram nos possíveis problemas que foram resolvidos com o prototipo parado no hangar?
Não sei se podemos dizer que houve perda de algum cliente até o momento….