Home Aviação Civil Mais fotos do KC-390 com a Esquadrilha da Fumaça

Mais fotos do KC-390 com a Esquadrilha da Fumaça

6026
35

KC-390 e Esquadrilha da Fumaca - foto Twitter EDA

A Esquadrilha da Fumaça (EDA – Esquadrão de Demonstração Aérea da FAB) disponibilizou pelas suas páginas no Facebook e Twitter duas fotos de voo em conjunto de suas aeronaves Embraer A-29 Super Tucano com o protótipo do KC-390 da Embraer.

As fotos do treinamento deste voo em formatura foram utilizadas para divulgar o voo programado para hoje, 25 de fevereiro, do KC-390 com sete aeronaves do EDA, na cerimônia de “roll out” do novo jato comercial E190-E2 da Embraer em São José dos Campos – SP.

KC-390 e Esquadrilha da Fumaca - foto Facebook EDA

35
Deixe um comentário

avatar
30 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
17 Comment authors
Mauricio R.Luiz FernandoJustin CaseJuarezBardini Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Belas fotos.

Fernando
Visitante
Fernando

a população dessa cidade que tem uma sorte danada

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Preparem os C 95 que a FAB disponibilizou no inventário. Passem para M e mandem para o BavEx. Vão precisar, aliás já estão precisando.
Deixem C 130’s no jeito, vão precisar de alguns com MRO.
O KC 390 é ótimo, mas algumas missões ele não cumprirá e ponto.
Cadê os (3) 767-300ER IAI ?

Flamenguista
Visitante

Caros leitores… gostaria de saber porque a FAB não tem algo nos moldes do AC 130 Spectre, haja visto que a doutrina de utilizaçao deste tipo de aeronave em selva, ja existe, com os AC 47 Fantasma, da Colombia. Será falta de recursos ou falta de uma FARC?

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Falta dos dois. A não ser que o MST pegue em armas e se associe ao narcotráfico. …

Alexandre Samir Maziz
Visitante

Belas fotos , agora uma pergunta aos amigos ,será que eles já realizaram o treinamento de reabastecimento aéreo ?? alguém sabe ? , se foi realizado poderiam colocar umas fotos aqui .. abraços !!!!

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

gostaria de saber porque a FAB não tem algo nos moldes do AC 130 Spectregostaria de saber porque a FAB não tem algo nos moldes do AC 130 Spectre

Um Super Tucano pode fazer algo parecido por um custo muito menor.

será que eles já realizaram o treinamento de reabastecimento aéreo ??

Acho difícil. Essa seria uma das últimas etapas da campanha de ensaios em voo e dependeria de colaboração da FAB também.

Oganza
Visitante
Oganza

Quando o KC-390 fizer uma demonstração comprovando que poderá realizar REVO de helos… esse será o dia em que ele irá de fato chamar a atenção… até lá vamos ficar batendo no “E SE” e no ufanismo…
Grande Abraço.

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Oganza 25 de fevereiro de 2016 at 13:45

Como assim “chamar atenção”?

Ederson Joner
Visitante

Belas fotos das aeronaves.
Lembro de ver o vídeo da apresentação do Kc-390 onde alguém da FAB (desculpas não lembro que foi), disse que o KC-390 não vai apenas substituir o C-130, mas vai cumprir muitas outras missões que o C-130 não pode cumprir.
Então, vamos esperar para ver, eu estou na torcida pelo sucesso do projeto….

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Com certeza devem existir diferenças operacionais entre o C-130 e o KC-390, mas a questão é, será que ele cumpre as missões que a Embraer diz que cumpre?! Uma delas é, justamente, a operação REVO para helicópteros, conforme a mencionada pelo Oganza. Lembro, em matérias atrás, ter tocado na problemática encontrada no A400M, o Maurício citou o problema da turbulência gerada na ponta das asas enflexadas de diedro negativo, asas estas de formato parecido às do avião da Embraer. Entretanto, caso este problema seja identificado e não resolvido, isto não tirará o(s) mérito(s) operacional(is) que ela deve ter, ou seja,… Read more »

Oganza
Visitante
Oganza

Maria do Carmo, veja bem, aos olhos dos planejadores de um Estado estrangeiro esse avião terá que provar que entregará tudo que diz que entregará e ao custo que diz que vai custar. Isso só vai acontecer quando ele estiver voando e cumprindo as ditas missões na FAB… Nenhum planejador que se diga minimamente sério irá pautar uma decisão estratégica nos “panfletos” do MKT. – Temos que entender que para qualquer FFAA que poderá vir a comprar 2, 4 ou 6 unidades do KC-390 (80% do mercado possível) essa é uma decisão estratégica e dificilmente poderá ser revertida se for… Read more »

costamarques
Visitante
costamarques

Esse avião é lindo!
Me pergunto aos especialistas do portal a seguinte situação fictícia!

10 desses aviões devidamente escoltados poderiam levar quantos carros de batalha guarani?
e os mesmos guaranis poderiam ser lançados por paraquedas?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

” De Martini 25 de fevereiro de 2016 at 12:30″ Boa tarde Caro Editor. Começarei pelo “e ponto”: Coloco essa terminação como minha opinião conclusa “e ponto”. Não significa jamais término ao debate, ao contrário, faço-o como minha opinião definitiva, salvo provas ou fatos em contrário. __________________________________________________________ Não me lembro de todas as células terem passado por revitalização (MRO), mas reitero que precisaremos de pelo menos 5/6 células a 100% da sua capacidade. Revitalização completa, na LM ou na IAI. __________________________________________________________ No outro tópico pergunto ao Coronel Justin com único objetivo: sei que ele é Jaguar, (mas Fabiano), a mesma… Read more »

Oganza
Visitante
Oganza

costamarques, – Levariam 10 Guarani… um em cada… mas para serem lançados de paraquedas irá depender da versão e do equipamento integrado a eles. Ainda não sabemos qual será de fato a configuração full de operação e nem a de suas torres e dependendo de qual for, elas (as torres) podem ultrapassar o pé direito do compartimento de carga. Umas das torres proposta pela Elbit pode “recolher” o canhão e diminuir a altura máxima do Guarani. – Ou seja: Ainda tem muito trabalho pela frente. 10 anos no mínimo para vermos um treinamento de fato efetivo dentro dessa “situação” descrita… Read more »

Bardini
Visitante

10 Veículos Blindado de Transporte de Pessoal 6×6 Guarani.
.
Agora, acho que possuir condições de ser lançado de aeronave militar, por intermédio de paraquedas ou voo a baixa altura era requisito desejável. Não sei se no final das contas o Gurani 6×6 foi projetado com estas características.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

De Martini, minha resposta está retida no Spam, por quê ?
Em nenhum momento tenho utilizado linguajar inadequado.
Shalom

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
costamarques
Visitante
costamarques

Interessante! isso mostra como ele é importante para nossas forças, tendo em vista governos comunistas que nos cercam! a época em que a Petrobras foi tomada na Bolívia seria uma situação em que a inteligencia já sabia da invasão e acho que uma operação de dessas esfriaria qualquer batalhão!

É de costume esse tipo de operação por parte dos americanos ou russos?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Oganza 25 de fevereiro de 2016 at 15:56 Maria do Carmo” _________________________________________________________________ Caro Oganza, Amigo dependendo do(s) comprador(s) o comportamento do KC 390 em ambientes severos, bem hostis mesmo(intempéries), pistas não preparadas e remotas, aqui é que a coisa pega. Ou creemos que a concorrência não colocará o “dedo” na ferida ? _________________________________________________________________ Ademas seu texto (réplica de outros teus e até ++ detalhados) é muito bom. Não se compra um JEEP de 70/80 milhões de dólares pelo 0800. Ainda mais com C 130 e Antonov’s (quem já foi a África?) na parada. _________________________________________________________________ Mais, quantas células de C 130’s… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Este era o nicho para a Embraer/FAB:
comment image

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Viu De Martini, até você tem dúvidas ! (rs).
Entregas, 100% operacional etc etc etc
E a ovelha no sul do país vai engordando.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tanto faz, ter não significa operar !
Shabbat Shalom.

Juarez
Visitante
Juarez

Nunão, vou me meter na discussão de vocês. Ele cumpirá todas as missões, hoje cumpridas pelo C 130? Resposta: Não, porque: Porque jamais ele terá o mesmo desempenho de C 130 em uma pista não preparada no TO Amazônia, ou seja nao vai “barrigar” com 15 ou 18 tons em uma pista curta com barro até na barriga, fazer um 180 acionado, liberar 1/3 da carga e decolar com barro no cangote. Evidentemente que estas condições de operação estão menores em função das melhoria na infra estrutura das pistas na região e isto pode se tornar desprezívl no envelope de… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

P.S-1: Aos que vivem bradando de que ainda existem grandes diferenças entre um aparelho civil ante os estritamente militares. O KC-390, como outros projetos mais atuais como o C-17, Y-20, A400M, S-92 (CH-147), H225M, AW-149, etc…, está recheado de equipamentos, componentes, subcomponentes e sistemas duais (civil e militar). Por isso, por favor, pesquisem mais antes de propagandear (ou proliferar) inverdades. Wellington, realmente o Vader tem razão, as vezes tu ______________________ Eu vou te explicar a diferença em se utilizar sistemas de vôo e de missão civis em aeronaves MILITARES, na acepção da palavra. Eu posso ter um um painel Collins,… Read more »

Justin Case
Visitante
Justin Case

Olá, amigos. Acho que também vou opinar: 1. Embora o KC-390 busque substituir o C-130, ele não vai competir com esse avião. Todos os possíveis “substitutos” utilizarão tecnologias atuais, como eletrônica embarcada e materiais compostos. C-130 J também tem suas pás de hélice em material composto. 2. Em termos de capacidade de pousar em pistas rudimentares, um dos aspectos é a resistência do piso. Os critérios de resistência do pavimento (PCN) e de cada aeronave frente a esse quesito (ACN) dão uma boa noção do que se pode esperar do desempenho. Os critérios citados consideram aeronaves civis e aeroportos com… Read more »

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Juarez…

Só que esta descrição de sistemas e sua instalação, proteções e redundâncias também são existentes num projeto civil. Aliás a certificação civil é sabidamente mais restritiva que a militar sob certos aspectos.

Mauricio R.
Visitante

E segue o “jornalismo marrom” em prol do “+ um”, aka “KC-390”, que não vendeu nem p/ os “parceiros” de projeto; ainda. Mas tem a pretensão de substituir ao “Hércules”. Combinaram antes c/ a USAF, maior e mais diversificada operadora de C-130 no planeta???? Não???? Xí… Até pq não será pelo “modus operandi” da FAB que isto irá acontecer. Parecem a Airbus criticando a operação de C-17, o ac carrega o dobro do A-400M, em pista de “Fishebed” na ex-Iugoslávia mas sem ter época o avião, nem protótipo p/ exibir. C-130, C-17, An-12 e Il-76 tem folha corrida pra exibir,… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Luiz Fernando, as redundância e os sistemas de proteção com by pass nas anvs com DNA militar são diferentes e super dimencionados, porque foram criadas para o combate. As anvs comerciais modernas tem também sistemas de vôo redundantes porém mirando nas peculiaridades da aplicação civil e comercial. Me permita te ilustrar com um exemplo real: A uns dois anos um Blackhawk do 5. Do 8. Em um exercício próximo a Saica em vôo VOR tomou uma tezoura devento que literalmente jogou a aeronave contra o solo, um campo de trigo. Após uma rápida inspeção não se constatou visualmente nenhum dano… Read more »