Boletim do Comando da Aeronáutica

Uma tela capturada que está circulando pela Internet (sem confirmação oficial até o momento) indica que os cortes governamentais da atual gestão limitarão as horas de voo dos pilotos de combate da FAB a 150 horas anuais. As atividades aeronáuticas civis deste ano também terão pequena participação da FAB.

Previous articleArgélia encomenda 12 caças-bombardeiros Su-34 ‘Fullback’ da Rússia
Next articleSonho de construir avião transforma vida de engenheiro do Vale do Paraíba
Subscribe
Notify of
guest
63 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alan

devia diminuir as horas de vôo dos aviões da fab que levam os políticos

Antonio

É ruim… A crise em 2016 não passa até 2018…

Alex

Se não tem confirmação porque a afirmação?

Airacobra

Rapaz, se ja tava dificil imagina agora, não duvido da noticia.

Só acho que há áreas bem mais onerosas e de menor importância que a da defesa

si vis pacem para bellum

tadeumar

A potencia economica (numero 6 no mundo), nao tem dinheiro para manter condicoes minimas de defesa.

Daqui a pouco vai faltar papel higienico nos quarteis.

Uma vergonha nacional. O Brasil esta se transformando em uma republica de bananas.

Marcos

tadeumar
Já falta!!!!

Rinaldo Nery

Voltamos a era Collor. Já vivi isso. Mas como foi bem dito, pra aquele câncer do GTE não vai faltar nada.

Joker

GTE não é atividade-fim. Bota pra viajar de linha aérea que rapidinho aparece grana para a FAB.

Dudu

Os recursos estão sendo desviados para as prioridades. Obviamente as prioridades são os bolsos dos políticos já que a arrecadação é mais uma vez recorde.

Airacobra

Verdade joker, só deixar o GTE “pegar” que aparece dinheiro

Rafael

Aos foristas Bosco,Reginaldo nery ou outro que saiba muito do assuto ou já foi da FAB , qual seria uma média boa de horas de vôo anuais para FAB e quantas horas de vôo países com grandes forças aéreas anualmento

dieter91360

FAB… só no papel.

Justin Case

Amigos, Acho que o efeito de limitar as horas por norma é mais psicológico do que prático. A Força aloca determinada quantidade de recursos para que cada esquadrão cumpra sua missão. Alguns pilotos normalmente têm que voar mais horas (como os instrutores em unidades de instrução), outros voam menos. Não é difícil planejar a distribuição, desde que as informações estejam disponíveis e sejam confiáveis. A notícia sugere que seja feita uma distribuição equitativa, ou uma degradação balanceada. Alguns países europeus já adotaram tática diferente, que eu acho mais adequada. Eles decidiram manter um percentual menor de pilotos muito bem treinados,… Read more »

rafaelsrs

Comecem a cortar no GTE e nas pensões das “filhas solteiras” que o dinheiro aparece!

cerberos

off topic: Os pterossauros voltarão aos céus.

https://www.youtube.com/watch?v=gm7BuB8SMdw

Iväny Junior

Rafael Sobre a média de horas de vôo dos pilotos da OTAN em aviação de combate, é um pouco superior a 200 horas anuais. Aqui no brasil, segundo relatos de alguns, a média oficial era de 180, porém poucos conseguiam completar 130 horas… Uma decisão salomônica poderia ser copiar o exemplo da frança (sem grana pra operar o rafale direto, uma parte de pilotos está voando no pilatus para inteirar o numero de horas voadas anuais em 200, usaríamos o super tucano pra complementar um treinamento já deficiente (porque conta com vetores deficientes em relação ao estado da arte). Ademais,… Read more »

Felipe Morais

E aqueles vídeos da filha do Renan calheiros viajando em avião da FAB com a galera, regada a bira e tudo mais?

Vergonhoso.
Não sou a favor de golpe militar, ditadura nem nada. Mas não está na hora dos militares fazerem pressão? Vejo pressão dos estados, municípios, legislativo, judiciário e do próprio executivo. Mas o s militares não, ficam ali caladinhos, emitindo notas de fim de ano e comemoração de ano novo.

Diogo de Araujo

Nossa esse blog só dá notícia ruim sobre o Brasil. Não tem como não se sentir mal mesmo

Seal

O maior problema é que o governo está jogando muita coisa em cima da FAB. Alem de transportar políticos e suas respectivas filhas e amigos, eu não sabia que a FAB faz transporte de órgãos também para o SUS. Sério, saiu no G1 que a nossa Força aérea virou uma espécie de “ambulância ” do SUS. Tem hora que eu não entendo esse país!! http://oglobo.globo.com/brasil/falta-de-aviao-da-fab-impede-transplante-de-coracao-em-crianca-18443752

Wellington Góes

Caro Rinaldo, acredito que não seja para tanto. Lembro de ter conversado com um ex-tripulante do 1°/8° (um conhecido meu e hoje juiz federal), ainda em 2003 (durante uma MACAPEX), sobre esta questão das horas de voo. Lembro que estavam vindo de tempos severos, especialmente da crise econômica de 1998, provocada pelas turbulências econômicas com a crise na Bolsa russa e logo após a reeleição de FHC, já em 1999, no início do seu segundo mandato, a forte desvalorização cambial, provocando assim muitos cortes orçamentários em diversos ministérios. Lembro das notícias sobre a redução drástica na disponibilidade de mantimentos nos… Read more »

Wellington Góes

Iväny, levantaste um ponto interessante e que coaduna com o que estávamos debatendo na notícia sobre o L-15 chinês, ou seja, da FAB ter a sua disposição um treinador para completar a hora de voo dos tripulantes da aviação de caça, mas no caso me refiro a um treinador a jato (reação) e não a turboprop.
Com um treinador a reação de baixo custo de aquisição, operação e manutenção, podemos preservar muitas horas de voo dos caças de primeira linha.
Até mais!!! 😉

Wellington Góes

Quantos aqui leram direito o que está escrito na tela da imagem?!?! Pelo visto poucos se tocaram, mas o que está se cortando, em boa medida, são voos para “operações” festivas. Em tempos de crise, o supérfluo tem que se cortado mesmo. Quanto aos voos do GTE, temos que fazer o que estamos fazendo já algum tempo, questionar as “otoridades” do quantitativo de voos que fazem, principalmente dos voos desnecessários que aquele bando de ministros (do executivo e do judiciário) e parlamentares têm feito. É pegar no pé e bater panela mesmo. No mais, li só o RafaelSRS reclamando do… Read more »

Daniel

Deveriam reduzir os transporte de políticos nas aeronaves da FAB, não temos aeronaves novas para mostrar nos “portões abertos” então pouco interessa essa restrição, mas para quem nunca foi será muito sem graça ir e não ver as manobras aéreas.

dieter91360

Esse negocio do GTE e a maior palhacada do mundo!!! Aqui nos Estados Unidos por exemplo, haveria uma tempestade na media se a USAF fosse usada para transladar politicos para todas as partes. Aonde ja se viu??? Quanto as horas de voo, a pequena forca de caça da FAB so teria alguma chance se seus pilotos estivessem super adestrados,devido aos meios obsoletos que operam. Deveriam dobrar o numero de horas de treinamento, fazendo exercicios de combate com o Chile, Peru, Colombia, USA, e por ai, visando parear as coisas com muito treinamento, mesmo. Só um exemplo, eu vou no Jiu… Read more »

Adriano Luchiari

Eu creio que a FAB deveria extinguir o GTE, transferir para Brasilia o 1º/2º GT e incorporar a esse esquadrão dois VC-2 e seis VC-99B para transporte do(a) Presidente e Vice-Presidente da República, do Congresso e do STF, e de ministros de Estado, CCh das FFAA e comitivas exclusivamente em missões oficiais, para que as atividades-fim não sofram prejuízo pelos cortes de horas de voo.

vmax

Sério. Como sentir orgulho de morar nesse país?

Mauricio R.

É nessas hora que uma frota de bons treinadores avançados/LIFT fazem a diferença, pois ajudam a economizar combustível e a vida útil das aeronaves de combate da 1ª linha; principalmente dos biplaces de conversão operacional.

Iväny Junior

Wellington

Sou absolutamente adepto a introdução de LIFT, porém, se a coisa já está ruim agora, como dará pra adquirir alguma coisa? Outra que eu estive pensando é que essa redução de horas já deve estar levando em consideração o uso dos super tucanos como complemento de hora de vôo. É a lama, quebrou dentro. O próximo passo é o P-3AM parar por completo (asa podre), os Hércules pararem sem a devida substituição e o Gripen atrasado em 5 anos no mínimo com risco de cancelamento.

Trollbuster

Corta o bolsa mortadela da turma que tudo vem relativizar os problemas que começará a aparecer o dinheiro.

Trollbuster

Sério… que com dinheiro faltando vocês querem ainda adicionar um LIFT ? Vão tirar o que de operação para colocar mais este na conta da viúva ?

Leopoldo

Já desistir deste país o povão é foda não se importa com nada e muito menos com a soberania do seu país, quem sabe um dia algum país agredida nossa soberania e nos de um belo tapa na cara e desperte a vergonha de ser parasita e procure fazer o melhor para o Brasil e entender que devemos ser uma potência militar.

Victor Moraes

Eu acredito ser muito otimista a previsão de que em 2018 a crise irá passar. Muito otimista. O mundo vem em crescimento lento, e a China quem diria, está dando sinais de fraqueza econômica e vai entrar em uma crise feia, que tenta neste momento mascarar com suas regras obscuras de informação. A verdade é que os mercados não estão mais acreditando nos números da China. A China é a bola da vez. E será um tombo grande. Vai levar muitos países juntos para o buraco. Inclusive o Brasil. Pode esperar crises piores do que a da era Sarney. Muito… Read more »

Nonato

Ora. Piloto voar para quê? Cedem eles para a gol ou TAM que completa as 200 horas. E a fab não gasta um centavo com combustível.

Rinaldo Nery

A Gol está tecnicamente falida. Não pode é 54 autoridades da República terem direito a voar nas aeronaves do GTE. Daí não há jeito de atender. Haja horas de voo e aeronaves disponíveis! O que acontece é que o Diretor da DIRMAB tem que envidar todos os esforços, em detrimento de outras Aviações, toda vez que o GABAER liga reclamando que alguma aeronave do GTE está indisponível e alguma “otoridade” não foi atendida. No meu comando no 2°/6° GAV cada piloto voava, pelo menos, 300 horas por ano, o que era suficiente. Nos primeiros anos da era FHC ainda houve… Read more »

Papan

País de faz de conta! Que vergonha! Não tem caça e agora não tem voos! Kkkkk

Bruno R.

Não é de se duvidar, afinal de contas ser brasileiro é levar uma cusparada na cara todos os dias. Essa é nossa realidade.
Como disse muito bem alguém (controverso)..
O Brasil definitivamente não é um país sério.
Para o GTE, muito provavelmente a gastança continua certa. (Para suas excelências obviamente).
http://oglobo.globo.com/brasil/falta-de-aviao-da-fab-impede-transplante-de-coracao-em-crianca-18443752

Bardini

A FAB deveria aproveitar o momento e o Know-how da SAAB na área de simulações e criar algumas modernas unidades de simulação para os principais esquadrões do país. Não é o mesmo que a realidade e operar mais de 200 horas por piloto no ano, mas permitiria a estes esquadrões repassar de forma econômica e muito mais frequente uma série de procedimentos, que poderiam ser até realizados em rede, com mais de um esquadrão, promovendo uma maior integração entre membros da força, seja entre pilotos ou centros de comando e operações. E as horas voadas poderiam ser reduzidas em momentos… Read more »

Caio

No início dos anos 90, era exclamado ser o Brasil a oitava potência econômica do mundo, e as nossas forças já não eram grande coisa, hoje que repete se ser a nação a sexta economia do planeta, as nossas armas estão cada vez pior, motivo: os nossos militares de alta patente, tanto ontem como hoje só se preocupam com seus gordos soldos. A situação das armas , isso é pra uma discussão, entre canapés e whisky.

carlos alberto soares

Enquanto isso num País do tamanho de Sergipe:
https://www.facebook.com/MODIsrael/videos/1000399263332659/

carlos alberto soares

“Diogo de Araujo 10 de janeiro de 2016 at 10:12
Nossa esse blog só dá notícia ruim sobre o Brasil. Não tem como não se sentir mal mesmo”
Lega EUgênio, dá um blog ai com boas notícias sobre o Brazil.
Cada um que aparece !

carlos alberto soares

*Legal

spacejockey

Algumas colocaçoes postas aqui que assino embaixo:
Batalhões de jardineiros;
Pensões sangrando o orçamento;
Bases aéreas de mentira;
Transporte de parasitas;
ACABA COM ISSO TUDO E VE SE NAO MELHORA !

carlos alberto soares

“Rinaldo Nery 10 de janeiro de 2016 at 19:04
A Gol está tecnicamente falida.”
Concordo, basta ler o balanço.
Creio que teremos novidades, desta vez sem aviões nas posições remotas.

carlos alberto soares

Adoro a idéia do LIFT L 159 ALCA III NGBR, mas não temos grana para os A 1M e nem para voa-los ! Fui ….

Airacobra

Carlos alberto soares

Deixei algo pra vc la no post do L-15 da uma olhada la

Celso

OK….depois de ler , analisar, engulir e respirar fundo, cheguei a seguinte conclusao…..se formos pegar um pouco de cada sugestao aqui postadas e aumentarmos a indignacao, quem sabe algum iluminado la no topo comece a tomar atitudes e decisoes coerentes……..as ideias ai estao para serem copiadas e postas em pratica……..e isso vindo da maioria leiga mas muito antenada aqui. Simples assim…sem gdes traumas, querer eh poder. Afinal srs, os q tomam as decisoes sao servidores DO publico e nao o contrario, quem manda somos nos….VOX POPULI, VOX DEI Sds

DomSaf

Celso 11 de janeiro de 2016 at 10:18

Primeiro deve se derrubar o “Apartaide” que vivemos há 30 anos … depois tudo dará certo.

Rinaldo Nery

Caio, que gordos soldos? Só se for na Arábia Saudita. Eu, comandante da Azul, ganho mais que 3 estrelas, na companhia que paga menos no Brasil. Na TAM e GOL ganham mais que 4 estrelas. E só pra voar! (just the driver…)

carlos alberto soares

Ele não leu a tabela de remuneração que foi publicada na Trilogia, há que se computar também o tempo para se chegar ao topo e o quanto se estuda em cada etapa superada.
Cada uma …..

leandro moreira

Lembrei daquela materia de maio do ano passado aqui na trilogia, ” este ano os exercicios serao reduzidos e a operacao Agata sera cancelada” kkkkkkkk, tivemos duas operacoes Agata ,meu filho ficou 20 dias na operacao Bormann, mais varios outros treinamentos durante o ano de 2015.