Home Noticiário Internacional Primeiro caça J-20 de produção?

Primeiro caça J-20 de produção?

9408
78

J-20_151228_01

Circulam na Internet as fotos acima do nono caça J-20 fabricado pelo Chengdu Aircraft Industry Group (CAIG) divulgadas no Natal. O número de série “2101” está intrigando os especialistas, pois ele pode ser uma indicação de que a aeronave seria a primeira de série, já que o oitavo protótipo tinha o número “2017”.

Os números dos protótipos do J-20 e as datas do primeiro voo
Os números dos protótipos do J-20 e as datas do primeiro voo

As fotos do quarto protótipo (“2012”) da aeronave divulgadas em fevereiro de 2015, mostram detalhes interessantes do J-20, como o uso de “Luneburg lens” (o cilindro marrom perto do trem de pouso principal) que aumenta o eco no radar durante os voos de testes, para alertar o tráfego aéreo. Isso pode significar que a furtividade do avião realmente está funcionando.

J-20_150217_01

J-20 2012 - 2

Subscribe
Notify of
guest
78 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

E o motor é ……………………………….
O J 10 emplacou onde mesmo fora da China ? Quantas unidades do J 10 operacionais ?
Blá Blá Blá …………
Um F 16 SULFA dá pau nesses monstrengos………

Alexandre Galante
4 anos atrás

Se o F-16 SUFA fosse equivalente a um caça de quinta geração, Israel não estaria comprando o F-35. O J-20 não tem nada a ver com o J-10. Os protótipos do J-20 estão empregando motores WS-10 e AL-31F. Espera-se que os de série vão usar o WS-15.

Mauro Oliveira
4 anos atrás

E tem gente que ainda insiste em subestimar os chineses. Depois dos navios de gente grande que eles trouxeram aqui, não duvido mais nada. Todo mundo critica a china porque ela copia descaradamente…….Foi dessa forma que o japão fez a poderosa maquina de guerra que tinha na segunda guerra. Outra – Foram os chineses que inventaram: O macarrão, o papel, a pólvora, os fogos de artifício, a bússola e uma pancada de coisas usadas pelo ocidente…..quanto de Royalties a china vai receber por essas invenções? Fora o motor, que eles realmente estão apanhando pra construir, tá na cara que conseguiram… Read more »

Mauro Oliveira
4 anos atrás

Aliás rapaz. só pelas fotos dá pre ver a qualidade de construção……

Tamandaré
Tamandaré
4 anos atrás

Mauro,

Acompanho seu raciocínio!! Estão subestimando demais a China. Estou apostando umas fichas que este J-20 não vai ser pouca coisa. Ele, quase com certeza, vai ser “pior” que os caças F-35 e F-22… talvez seja mais ou menos similar ao PAKFA, mas é certo que se ele vai correr por fora nessa disputa. Se um J-20 conseguir ter um desempenho aprox. 30% menor que um stealth americano, mas custando metade do preço, será certamente uma boa opção aos paises mais modestos. Abraço a todos e uma boa tarde!

Alexandre Galante
4 anos atrás

Não podemos esquecer também que a China roubou muitos detalhes do projeto do F-35 pela Internet e por isso está podendo queimar etapas sem precisar reinventar a roda.

Wesley
4 anos atrás

Nossa, se eles forem se basear em no F-35 aí mesmo que estão na lama!

Tamandaré
Tamandaré
4 anos atrás

Galante,

Os roubos foram aos projetos do F-35 msm?? Achei que tinham sido do F-22… De qualquer forma, ambos são projetos fantásticos!

Wagner Bragante
4 anos atrás

Aos companheiros de leitura, sabem o que os chineses pensam a respeito da opinião de vocês? Não dão a mínima… Enquanto ficam aí falando que produto chinês é ruim, solta pecinha, etc, etc e etc, deem uma olhada em seus celulares e computadores, bicicletas, violões, televisores, tênis Nikes, Adidas, relógios… vejam quanta coisa made in china é usada em seu cotidiano, com qualidade tal que vcs nem percebem que são de lá. Enquanto ficam com mimimi, a China vêm reequipando e ampliando paulatina e inexoravelmente suas forças de defesa e espaciais. Aliás, atualmente somente eles conseguem colocar seres humanos no… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
4 anos atrás

Roubou dados não só do F35 mas de outras coisas com certeza, tinha até peças chinesas no F35, O Pentágono teve que obrigas as empresas participantes a não empregar peças chinesas. acredito que ele tem uns 60 por cento do nível de furtividade do F22, ele parece não ter um desenho não muito furtivo, mas isso é achometro

donitz123
4 anos atrás

Levando em consideração o tempo que o J-10 levou para atingir o IOC na Força Aérea Chinesa eu tenho sérias dúvidas. Eu diria que é mais um protótipo.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
4 anos atrás

Carlos Alberto… Vc fala como se uma compra de equipamento militar fosse prova de qualidade do mesmo…
Seria se essas compras fossem decididas apenas pelo quesito desempenho… Se bobear o desempenho é a última coisa a ser levada em conta… primeiro vem questões politicas, econômicas, ideológicas, estratégicas, etc…

Jose Souza
4 anos atrás

até as pedras do muro da china sabe que … não tem motor…esse J-20 usa um arremedo clonado do caça russo SU-27… alias os chineses compraram 24 SU-35s ..justamente por causa dos motores… palavra de ordem na china face ao que não possuem..”cRona cRona cRona” (como se fosse fácil).

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

O assunto é o J 20, que é uma promessa, como o J 10. Para mim esse negócio de 3ª, 4ª e 5ª geração ainda é muito relativo. A China não produz armamento para confrontar a Birmânia. Seu centro é o Japão, Taiwan, Índia, USA etc …. Portanto um F 16 SUFA é uma mortal arma de guerra hiper-super-fodasticamente testada. Assim como outros F 16, F 15, SH, F 18, Mirage …… Esses ling ching são promessas, não subiram no ring ainda. AL-31F é Russo – WS-10 Shenyang – Tem história e estórias, não é um motor de larga escala… Read more »

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Alfredo Araujo 30 de dezembro de 2015 at 20:42
No seu país ….. (rs)
No meu vem desempenho, disponibilidade, durabilidade, mortalidade, pós venda (modo Lord Vader) e custo x benefício.
Depois vem o resto.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Wagner Bragante 30 de dezembro de 2015 at 18:30
Aviação de Guerra/Militar não é tênis.
Muitos brinquedinhos de guerra dos china dependem ainda do URSO.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Particularmente tenho simpatia pelo J 10, mas é para comprar um mono-turbina ?
Vou de F 16 en estado de arte, não penso duas vezes.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
4 anos atrás

carlos alberto soares 30 de dezembro de 2015 at 21:41
.
Estou falando do mundo real… não do mundo de faz de contas que eu desejo

Clésio Luiz
4 anos atrás

Enquanto alguns falam de cópia, o que eu vejo na China é pragmatismo. Como não dispõe de toda a verba que os EUA tem para despejar em projetos de defesa, eles usam as soluções consagradas que os outros torraram uma grana para desenvolver. Se vocês tivessem na situação deles, fariam diferente? E o que foi que o Brasil fez e faz a décadas, senão usar soluções desenvolvidas pelos outros? O Piranha é ou não é baseado no Sidewinder? Os aviões da Embraer, são ou não são baseados em soluções consagradas desenvolvidas por outras empresas? Nossos armamentos, todos baseados em modelos… Read more »

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Alfredo Araujo 30 de dezembro de 2015 at 22:35
Mundo real ?
Legal, cite os países e as unit’s de J 10 e J 20, ou mesmo de outros vetores Chinos !
F 16, F 15, MIRAGE, F 18, SH 18, presentes em quantos países e quantidade em unidades incluindo suas variantes, atualizações etc …..
Acorda Brazil !

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Ser didático igual ao Bosco eu não consigo, passei da idade …… Mas esse negócio que postaram ai em cima Clésio Luiz 30 de dezembro de 2015 at 23:17, tô fora, Piranha ? Deixo pro Bosco, mas ele tem tanto de USA quanto eu tenho de Nepalês. Quanto a prestar é simples: Compra um Chery Tiggo completão por R$ 60 mil, ainda tem 14/15 Ok no estoque e automático tá …… Eu tenho uma S 10 Blazer 2.4 8 V completona, 2001, saímos juntos de SAMPA para Manaus, quem chegar somente enchendo o tanque ganha, vamos ? Com meu Toyota… Read more »

Mauricio R.
4 anos atrás

Ao menos os caras lá são esforçados e disciplinados. Há mais estudantes de engenharia chineses, que ocidentais. A verificar.

Ajscorreia
Ajscorreia
4 anos atrás

Concordo com Carlos alberto. Chineses estão muito distantes de Russos e americanos no que diz respeito a caças, não há atalhos em projetos deste tipo, caças americanos e russos são testados em batalhas. Digo mais, estão atrás de Suecos e Franceses tb… Se esse caça fosse japonês provavelmente acreditaria no poder do mesmo. Não vejo a indústria chinesa fabricando ainda um motor adequado.

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Os chineses lançam satélites no espaço. Mísseis balísticos. Investem muito em pesquisa e defesa. Ora, se a suecia conseguiu desenvolver bons aviões por que a China não pode? E dou o maior valor ao J20. Se tiver 70% da furtivividade de um f22 ou mesmo do f35, está ótimo… Se tiver 70% do desempenho do f22 ou f35. Ótimo para eles. Motor? Precisam de algo revolucionário ou de um motor que funcione? Se usaram um bom motor disso está ótimo. Eu nem compraria su35 com esse finalidade. Compraria 100 motores pelo dobro do preço. Sem arrodeios. Se voar bem, for… Read more »

Wellington Góes
Wellington Góes
4 anos atrás

Se o projeto estiver “congelado” como se imagina, então temos a definição (minha, pelo menos) de que o J-20 é um caça-bombardeiro no melhor estilo do Tornado, só que stealth. Daí a minha pergunta – e a superioridade aérea, ficará a cargo de quem?

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
4 anos atrás

carlos alberto soares 30 de dezembro de 2015 at 23:18 . Eu não sei qual é o seu problema… mas q vc tem algum…isso tem. . Onde eu to citando venda de J10 e/ ou J20. Eu to escrevi que EM GERAL, compras militares não são feitas apenas levando em conta desempenho, e sim politicagem, economia, e etc… A Coréia do Norte quer F-22, não compra pq é impossível economica e politicamente… A FAB queria F18, quase foi de Rafale por razões estratégicas e politicas e acabou indo de Gripen por razões econômicas. . . Pq todo esse texto? Pq… Read more »

DigoSSA
4 anos atrás

– O j-10a, primeira versão da aeronave, não foi oferecida oficialmente a nenhum país. Surgiram rumores que a versão J-10b seria oferecida ao Irã e ao Paquistão (esqueçam Argentina, isto non ecziste), mas nada confirmado oficialmente. Inclusive, grande parte dos analistas militares chineses desconfiam dessa oferta, pois este vetor, que formará a base da PLAAF, tem uma grande demanda. Até o momento somente 2 esquadrões foram equipados. – Já está em testes uma nova variante denominada J-10c – O motor WS-10 já é uma realidade. Ele equipa todos os novos flankers chineses J-11b e as últimas aeronaves J-10b produzidas (a… Read more »

Juca Martins
Juca Martins
4 anos atrás

O mais engraçado é ver pessoas criticando a Tecnologia Chinesa, como se o Brasil fosse uma mega potência de desenvolvimento, eles fazem milagres e estão anos luz à nossa frente, respeitem isso, se é ou não é furtivo ou se o motor é “x” ou “y” não importa, estão fazendo muito bem a lição de casa. E nós o que temos? Eu os aplaudo.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás

Kkkk …. Tenho um problema serio …. Alergia a ignorância …. Aff ….
Shalom ….

Renato B.
Renato B.
4 anos atrás

Ele vai ser um “multi”, certo? Desse tamanho consigo imaginá-lo como supressor de defesas, bombardeio ou mesmo interceptador. Pelo formato suponho que os chineses não estão acreditando muito em dogfights, como os americanos.

Caco
Caco
4 anos atrás

Amigos trata se de um su 30/35 com roupagem stealth ok portanto um passo a frente desses , mas sem dúvida o recheio é su 30 / e ou 35 .

Thiago Barros Soares
4 anos atrás

O que eu não vejo ninguém comentar é sobre a capacidade humana desta potência em formar pilotos de alto nível. Que eles tem fábricas e tecnologia para construir estamos testemunhando, mas e gente capaz pra por dentro do cockpit e ganhar os combates? Massa crítica eles têm, mas que tipo de formação conseguiram moldar? Será que copiam os russos, ou têm idéias próprias? Super Trunfo é legal, mas o que vale – mesmo – é quem opera a maquina.

edcarlos
edcarlos
4 anos atrás

As pontas das asas dessa aeronave não são similares!? Ou é o efeito do álcool em minha mente?!

Saudações!

Elezer Puglia
Elezer Puglia
4 anos atrás

Edcarlos said: “As pontas das asas dessa aeronave não são similares!? Ou é o efeito do álcool em minha mente?!”

Acho que é só mesmo efeito da perspectiva da foto, Edcarlos. Todas as outras fotos que eu vi do J-20 mostram pontas das asas absolutamente simétricas.

Fabiano
Fabiano
4 anos atrás

Os americanos e russos estão na frente , mas a china esta de parabéns todo esforço e valido , ser independente na área da defesa e uma delas , numa ipotetica guerra tem muitos embargos de armamentos ser independente o máximo possível ajuda muito nessas horas.

Tercii Hotti
Tercii Hotti
4 anos atrás

sr. Alfredo Araújo, excelente raciocínio!

Carlos Campos
Carlos Campos
4 anos atrás

o Thiago Barros Soares levantou uma questão importante, a de horas de voo, se não me engano na OTAN o mínimo indicado é 350hrs por piloto ao ano. Quanto voam aos pilotos chineses?

Zmun
Zmun
4 anos atrás

A grande dúvida é sobre qual função o J-20 exercerá. Pelo seu tamanho, muitos acreditam que ele será um caça-bombardeiro estratégico e/ou um interceptador. Eu gostaria muito de saber detalhes do seu desempenho… Quanto ao nível da tecnologia empregada, é interessante compara o primeiro e o último protótipo. A evolução é tremenda, muito maior que a do T-50, inclusive. Algumas fotos sugerem até mesmo a existência sensores EO capaz de cobertura de esfera completa, ao estilo F-35. Certamente os chineses estão dando saltos tecnológicos magníficos com esse programa.

Zmun
Zmun
4 anos atrás

Mas eu acho tudo isso muito engraçado. O lobby, a propina, o superfaturamento, existem nos EUA tal qual aqui. A diferença é que lá é tudo legalizado, por isso não dá cadeia. Então os americanos gastam uma fortuna (muito maior que o necessário) para criar algo totalmente novo e os chineses logo em seguida “recriam” o invento por uma fração do custo.

Tiago Silva
Tiago Silva
4 anos atrás

São muitos comentários não consegui ler todos mas enfim, quando comecei a falar para amigos a uma década atrás que a China se tornaria uma potência em produção de equipamentos militares de ponta fui motivo de piada, mas o engraçado é que hoje me procuram assustados com tamanho avanço. Vejo que muitos ainda duvidam do potencial dos chineses muitas vezes fazendo analogia aos equipamentos eletrônicos de má qualidade que chegaram aos montes aqui nos anos 90, mas devemos levar em consideração que muito foi investido ao longo das últimas três décadas e que hoje eles são praticamente autossuficientes faltando apenas… Read more »

Wagner Bragante
4 anos atrás

Carlos Alberto Soares 31 de dezembro de 2015 at 9:23 Kkkk …. Tenho um problema serio …. Alergia a ignorância …. Aff …. Shalom …. Também tenho esse problema, além de ter alergia a pessoas que distorcem as coisas para pagarem de espertas… Falei de tênis, celulares e computadores pessoais sim, coisas que usamos no cotidiano e tem excelente qualidade. Mas observo que você “esqueceu” propositalmente que citei supercomputadores (que não são brinquedinhos como esse computadorzinho que você usa para digitar: o Tianhe-2, um dos computadores mais rápidos do mundo, já teve sua capacidade medida em 33.86 petaflop/s). Citei também… Read more »

Marcos
Marcos
4 anos atrás

A questão central é que em uma década a China desenvolveu um caça de 5′ geração, pode ser até inferior ao F35 – e é -, enquanto aqui capengamos para desenvolver o KC 390. A Embraer tinha até a pouco três projetos sob seus cuidados: Legacy 500, E2 e KC 390. Os dois primeiros seguem dentro do cronograma e o terceiro, dependente do Estado, segue atrasado. O Estado brasileiro tornou-se um entrave ao desenvolvimento do país.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Wagner Bragante 1 de janeiro de 2016 at 9:52
É a etanol, super regulada e mantenida, escape e catalisador Ok, filtros, etc sempre Ok. Kkkk …. tratada como se deve …. Kkkk …
Feliz Chery para você.
http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2015-08/poluicao-atmosferica-mata-diariamente-cerca-de-4-mil-pessoas-na-china

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Wagner Bragante 1 de janeiro de 2016 at 9:52
Cuidado com suas palavras, estas mencionando coisas do meu Lar e da minha Família.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

A China fora da vitrine:
Porquê fogem os Chineses,
http://jornaldiabo.com/economia/porque-fogem-os-chineses/

helio
helio
4 anos atrás

O Carlos Alberto acusou a força do argumento do Bragante e partiu para a ameaça: “Cuidado com suas palavras…”. O Carlos Alberto parece estar preso a preconceitos e quando isto acontece, naturalmente, capacidade de argumentação vai para o vinagre. Sabemos que a história do desenvolvimento industrial militar é dinâmico, não faz tanto tempo, a Alemanha detinha o mais avançado conhecimento nesta área, daí a indústria química ter montado o bordão, “Se é Bayer é bom”, como se dissesse se é alemão é bom. O que poderá impedir dos produtos chineses alcançarem elevado número de qualidade? Somente os preconceitos que habitam… Read more »

helio
helio
4 anos atrás

nível de qualidade

helio
helio
4 anos atrás

Mas, mais que olhar para o quintal do vizinho, deveremos apoiar, inclusive com votos, políticas que apoiem o nosso desenvolvimento científico industrial.

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Há gente que não respeita opiniões.
Já fui vítima disso em outro post.
Sobre a China ainda engatinha.
É compreensível a dúvida de alguns.
Ela ja consegue fazer muita coisa está tentando fazer muito mais.
Pode se aproximar dos EUA e Rússia em qualidade.
Ou se tornar uma Itália. Ou Índia.
E vontade deles é grande têm dinheiro e investem. Se vão conseguir são outros 500.
Ja devem ter muita coisa Boa operando.
Inclusive na Síria e no Iraque.