Home Noticiário Internacional KAI e Lockheed Martin apresentam seu demonstrador do T-X

KAI e Lockheed Martin apresentam seu demonstrador do T-X

7903
38

KAI Lockheed T-X - 1

O site Flightglobal noticiou hoje que a Korea Aerospace Industries (KAI) e a Lockheed Martin apresentaram seu demonstrador para o Programa T-X da USAF, que visa substituir o treinador a jato T-38 Talon, que já tem 55 anos de idade.

O avião proposto pela KAI e Lockheed é baseado no treinador T-50 Golden Eagle, dotado de large area display (LAD), sistemas de treinamento incorporados e capacidade de reabastecimento em voo.

Segundo o planejamento da KAI, em 2016 começam os testes de voo e, em 2017, ele voará nos EUA.

Estão concorrendo também no Programa T-X a Northrop Grumman, Boeing (em parceria com a Saab) e a Alenia Aermacchi.

KAI Lockheed T-X - 2

38
Deixe um comentário

avatar
38 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
17 Comment authors
CarlosRinaldo NeryL.K.D.L.D.k.Vader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Oganza
Visitante
Oganza

Feio… muuuuito feio, ficou com cara de gambiarra já no nascimento.

Esperando o prototipo da Boeing/SAAB.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

quero ver o que a Northrop Gruumman e Boeing vão trazer. parece um harrier misturado com Golden Eagle

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

How Mucht ?
What weapons ?

Oganza
Visitante
Oganza

Carlos,

com exceção da Boeing/SAAB, todos os outros já são conhecidos e no máximo virão com algum “apêndice” como essa corcunda horrorosa desse T-50 ai do post.
– Northrop/Gruumman vem com o BAe Hawk
– Alenia Aermacchi vem com seu M-346
– Boeing/SAAB são os únicos que se propuseram a apresentar algo aparentemente “novo/do zero”.
Ps.: A corcunda horrorosa deve ser para/tb abrigar o receptor do sistema flying boom.

Grande Abraço.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Gostei, aguardemos os testes e os comentários dos pilotos.
Beleza nem sempre é fundamental.
O que vale é: Cumpre plenamente ao que se propõe e mais ?
Isso é o que vale !

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

O que se afirma é que colocando os AMX A 1 para padrão M ele ganha 20/25 anos de sobre vida, prefiro cravar nos 20 anos, imprescindível elevar todos A 1 admissíveis ao padrão M
O GAP que o Oganza se refere já aflora.
URGENTE

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Serão quatro a concorrer ? Ótimo, aguardemos.

Clésio Luiz
Visitante

Oganza, a Northrop vem com projeto próprio, inclusive, segundo a Flight Global, recentemente eles fizeram um teaser com jornalistas, mas sem fotos, de uma versão “quase final” de seu projeto, e segundo descrições é muito parecido com o T-38. A Boeing foi perguntada se mostraria o seu e um executivo teria dito que ” eles não cairiam na isca da Northrop” e não mostrarão o estágio atual do seu protótipo para o concorrente ver.

Já sobre esse T-50 modificado da Lockheed, me parece que aquela corcunda é para abrigar o receptáculo de reabastecimento.

Oganza
Visitante
Oganza

Carlos Alberto Soares, – o M-346 armado só seria interessante se ele vencer o T-X. A escala desse programa é formidável. A configuração de bimotor e asa alta do M-346 pode ser bem interessante, mas o problema é o tal requerimento do T-X, ele é bem exigente, e de todos os concorrentes, o único que aparentemente pode preencher as exigências de desempenho de voo é o T-50, mesmo com a corcunda horrorosa 🙂 . – Estou torcendo para que o design da Boeing/SAAB venha realmente com uma proposta diferente e uma das coisas cruciais será a escolha do motor, que… Read more »

Mauricio R.
Visitante

A célula em grande parte mais parece um F-16D, ajuntada a uma “napa” ao estilo SH.

Mauricio R.
Visitante

Mas um bom candidato a algo do tipo “baby F-16”, quem não quiser/ puder bancar um F-35, comprará a versão armada desse ai.

Oganza
Visitante
Oganza

Clésio,

putz… acabei de ler a matéria sobre o sneak-peek da Northrop… será que eles estão apostando na segurança, em uma solução de baixo risco mas em um “projeto novo”? – Todo mundo meio que está seguindo esse caminho… minha curiosidade para o design da Boeing?SAAB acabou de ficar maior… 🙂

“and Tom said to me, ‘I can see a little bit of T-38 in it’.”

One journalist replied with a note of sarcasm, “Just a little bit?”

Essa foi a melhor parte…kkkkk e o papo do Porsche foi uma baita de uma enrolação. 🙂

Grande Abraço.

Oganza
Visitante
Oganza

Roberto F Santana,

pô… vc fica colocando os Goshawk assim, depois a caterva Pro NAe-SP vai começar a divagar as sandices… kkkkkk

Ps.:“A cena que começa em 00:58 é linda!” – Realmente… e a felicidade na catapulta? kkkk deve ter sido a primeira dele… 🙂

Grande Abraço.

Duanny D.
Visitante
Duanny D.

Lembra o Skyhawk.

Duanny D.
Visitante
Duanny D.

Com as entradas de ar debaixo das asas.q

Marcelo
Visitante

Pegaram o T-50 que até é bonitinho e ferraram o bicho….gambiarra total. Acho que vai dar Boeing, depois que a Northrop ganhou o new gen bomber

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Caro Oganza 17 de dezembro de 2015 at 15:27
Essa parceria para qual você se inclina também poderá ser muito interessante para nós.
Mas ai entra a tchurma do ToT, do escambau de madureira, do fulô da fulá doido ….
É soda !
G Abraço e Shalom

Wellington Góes
Visitante

Apesar de achar que o T-50 seja o favorito, realmente, esta corcunda enfeiou a aeronave. Não gostei! Quanto a inovadora proposta da Boeing/SAAB, tenhamos em mente que nem sempre a aeronave de maior inovação vence, muito pelo contrário, ainda mais em se tratando de treinador (se esqueceram do YF-23 e YF-32?!). Mas é claro que aparenta ser um conceito bem interessante, isto é, se for um desenho parecido ao proposto pela Boeing tempos atrás (com desenhos de asa e profundores/empenagem vertical que lembram o YF-23). No mais, não descartem a proposta da Northrop/Gruumman, como escrevi, treinadores não precisam ser tão… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Vamos continuar tendo os bolcheviques ai vem o YAK com ToT e vai carregar o o o o ….. sei lá o quê ? Estamos perdendo no STF, incrível …… Vou me mudar para Israel, é mais tranquilo !

groosp
Visitante

Tanto segredo sobre a aparência do TX da Boeing. Já li até sobre um avião stealthy que teria uma versão de combate. Seria, ao meu ver, algo como um equivalente do KAI F/A-50 do EADS MAKO. O armamento poderia estar dentro de um enclosed weapons pod como o proposto para o F/A-18E.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Mas a continuar …….. melhor colocar todos A 1 para padrão M e ponto.
Depois vamos de L-159 ALCA com MRO.
Estados Unidos do Brazil, o país onde a banana come o macaco !
Nunca seremos uma nação, nunca.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Pô até o De Martini gosta dele:
http://www.aereo.jor.br/2012/03/19/l-159-alca-da-republica-tcheca-mostra-suas-armas-e-seu-cockpit/#comments
Este é o Brazil Real, comprem rápido.
O Bosco pode descrever melhor sobre os armamentos dele!

Jr
Visitante
Jr

Carlos Alberto os Tchecos estão lançando o L39 NG com aeronave de treinamento, a ideia é que ele seja ainda mais barato que o L-159 alca que não é mais produzido, na pindaíba financeira que nos encontramos se a FAB quiser adquirir um novo jato de treinamento acho que ai pode ser o caminha, lembrando que os Tchecos da aero vodochody já são parceiros da Embraer no KC-390 e a FAB tem se aproximado bastante da força aérea Tcheca nos últimos tempos.

Jr
Visitante
Jr
Jose Souza
Visitante

Parece a mosca da fruta…….

Vlamir Bueno
Visitante

Esqueceram de mensionar o Textron AirLand concorrendo com o Scorpion.

Wellington Góes
Visitante

Groosp, boa lembrança a do MAKO, acho que esta é a hora oportuna para que seja relançado. Esta aeronave agregaria em si o conceitos que a USAF sempre usa na definição dos seus vetores, ou seja, um misto de inovação (um treinador stealth) com conservadorismo (asa em delta, profundores traseiros e empenagem vertical). Seria, basicamente, um F-5 Stealth, mas até aonde se sabe, a Airbus D&S (antiga EADS, dona do projeto MAKO), não participa do certame, nem sozinha, nem com algum parceiro local.

paulofvj
Visitante

Copiaram o Pampa Argentino!

Vader
Visitante
Active Member

Que coisa “horrorível”…

Bem, a LM tem a vantagem de poder utilizar suíte parecida com a do F-35, o benchmark que vai ser voado pela USAF.

A Northrop Grumman corre por fora, a meu ver, pois está atrasada após a confusão inicial.

Mas se tivesse que apostar apostaria na Boeing/SAAB. Com um treinador de desenho mais moderno, com baias conformais e alguma característica stealth.

L.D.k.
Visitante

Olha só é um filhote de orquinha!

L.D.k.
Visitante

Logo deve ter o seu ” valor “!

L.K.D.
Visitante

Vida longa ao Golden orca!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Jr 17 de dezembro de 2015 at 20:40
Obrigado, gostei muito do vídeo.
O NG ainda é uma promessa.
O ALCA neste momento é real.
Mas reitero, colocar todas as células admissíveis do A 1-AMX em padrão M é a prioridade, juntamente com concluir os Jordanianos e os (3) KC 767-300ER IAI.
Idem aos P 95 Bandeirulha
Idem aos C 95
Idem aos A 4 do VF 1
Colega, tudo isso operacional em padrão M é uma baita evolução,.
P 3M BR Armados e operacionais.
Sds

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Obrigado pela reposta Oganza. Abrçs

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Bonito vídeo do VT-7. O aluno só atrasou um pouco na posição no barril por dentro. Rsrsrs
Tráfego com balsing no estande de tiro, no bombardeio. Muito aviador naval brasileiro voou nesse Esquadrão.

Carlos
Visitante
Carlos

Pergunta aos universitários e doutores… O que diferencia um treinador de um caça? Claro que algumas características são meio que óbvias. Ter dois lugares, o comando do instrutor poder se sobrepor ao do “aluno”, maior facilidade de pilotar, etc. Mas há alguma característica específica, uma linha que separa um do outro? Por exemplo, alguns treinadores famosos (yak 130, por exemplo), também podem ser usados como caças convencionais, claro, com performance geralmente inferior, mais para ataque ao solo, etc. Alguns treinadores gabam-se de ter aviônicos iguais ou semelhantes aos dos caças convencionais. Então, onde estaria o limite? Acredito que a maioria… Read more »

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Carlos 21 de dezembro de 2015 at 2:29
Canto superior direito, pesquisa, textos e comentários.