Home Indústria Aeronáutica Northrop Grumman entrega fuselagem central do primeiro caça F-35A do Japão

Northrop Grumman entrega fuselagem central do primeiro caça F-35A do Japão

2535
9
F-35 center fuselage
Uma das fuselagens centrais do F-35 produzida pela Northrop Grumman

A Northrop Grumman entregou a fuselagem central para o primeiro F-35A de decolagem convencional (CTOL) do Japão, aeronave designada AX-1.

O centro da fuselagem é uma estrutura do núcleo da aeronave F-35. A Northrop Grumman projetou e produz a fuselagem central para todas as três variantes do F-35: o F-35A; o F-35B de decolagem curta e pouso vertical ; e a variante embarcada F-35C, disse a empresa em comunicado.

Cada F-35 recebe uma designação alfanumérica com base no seu tipo de variante (A, B ou C), o país para o qual ele voa (por exemplo, F = US, K = Reino Unido, X = Japão), e número de seqüência do jato.

A fuselagem central AX-1 é uma das 42 fuselagens do F-35 que a Northrop Grumman está produzindo para o Japão. É o centro da fuselagem número 206 que a empresa já produziu em sua fábrica de Palmdale, e a 44ª unidade deste ano.

Os quatro primeiros F-35A japoneses, incluindo o AX-1, serão submetidos à montagem final e check-out (FACO) nas instalações do F-35 da Lockheed Martin, em Fort Worth, Texas. Os restantes 38 jatos japoneses (AX-5 até AX-42) serão concluídos na nova fábrica (FACO) de F-35, em Nagoya, no Japão.

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
4 anos atrás

Gostei da embalagem!!!

Vader
4 anos atrás

Este programa JSF é simplesmente espetacular. Repetindo a fórmula vitoriosa do F-16, é o único programa de aeronave militar que permite a diversas nações, inclusive não-desenvolvedoras, como Japão e Israel, concluir localmente, com maior ou menor grau de profundidade no envolvimento, a montagem final das aeronaves. Vejam vocês: a Itália e a Turquia produzem partes e montarão localmente suas aeronaves. O Japão montará localmente a maior parte de suas aeronaves. A Coréia montará localmente suas aeronaves. Israel não apenas montará localmente como ainda recheará suas unidades com seus brinquedinhos malvados de desenvolvimento local (os quais eles não compartilham nem mesmo… Read more »

carlos victor
carlos victor
4 anos atrás

gosto do F-35,mas deveria ter um motor mais potente,e nao passar vergonha em dogfight

Bosco
4 anos atrás

Carlos, O motor do F-35 é o mais potente que existe. O “problema” é que um caça furtivo foi feito para operar com tudo dentro, portanto ele tem alguns inconvenientes relativos à aerodinâmica já que tem que ter um volume maior, e a área é diretamente proporcional ao arrasto. E não se deixe enganar. O F-35 é considerado pouco manobrável por conta que é comparado com caças “pelados”, só que caças não vão à guerra “pelados” e sim cheio de penduricalhos, como tanque, pods, mísseis, etc., que interferem na manobrabilidade de forma grotesca. O F-35 vai com tudo isso só… Read more »

Vader
4 anos atrás

Ai Bosco, eu iria falar tudo isso aí, a começar pelo motor, que é o mais potente jamais instalado num monomotor, mas me deu uma preguiça…

Valeu pela paciência.

Carlos Campos
Carlos Campos
4 anos atrás

Vader mas vc não acha que o país deveria esperar um pouca para ir de F35 pois este apresenta muitos problemas e tem um preço atualmente maior que o Gripen? vc disse que ele é mais barato que o Sueco mas da ultima vez que vi o preço do F35 estava na casa dos 90milhoes de dólares

Wagner Bragante
4 anos atrás

Bosco e Vader!

Muito bom o posicionamento de vocês. Aqueles que ficam se opondo ausamericanus (ezquerdinha nike aifone) que se danem

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

No 1º dogfight vai dar mais de 500 post ….. Kkkk ….
Espero que seja o Adir com um “Super-Fodástico-Tribolado-Hiper-Power-Mega-Turbinado” Irani …. um não …. dois ….. e na perna de volta …. mais uns dois ….. (rs) !

Vader
4 anos atrás

Carlos Campos 10 de dezembro de 2015 at 15:44 Amigo, faz seguinte, pega o valor que o Brasil está pagando por cada Gripen com a tal “ToT” (divida o total a ser pago pelo número 36) e verifique quantos F-35A daria pra comprar “de prateleira” a US$ 90 mi, que é aliás o mesmíssimo preço “de prateleira” do Gripen NG. Dá uma caralhada de F-35… Problemas por problemas, o Gripen NG também terá. Aguarde. Nem protótipo tem ainda… Gosto do Gripen. Acho que no que depender dos suecos sairá uma ótima aeronave. Mas não presta pra um país sem planejamento… Read more »