segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Su-34 agora voam na Síria com mísseis ar-ar

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Su-34 com AAM na Siria 2O Ministério da Defesa russo liberou um vídeo onde caças-bombardeiros Su-34 são armados para mais um missão de ataque na Síria. O curioso neste vídeo é que pela primeira vez foram vistos mísseis ar-ar (AAM) sendo transportados em conjunto com armamentos ar-superfície por este tipo de aeronave desde que chegaram à Síria.

Su-34 com AAM na Siria 1

O coronel Igor Klimov, portav-voz da Forças Aeroespaciais Russas, informou que a primeira missão de um Su-34 armado com mísseis ar-ar na Síria ocorreu no último dia 30 de novembro.

A medida é uma resposta à derrubada de um Su-24 russo por um F-16 turco próximo à fronteira entre a Síria e a Turquia.

Como o número de interceptadores Su-30 desdobrados é pequeno, tornando impossível a escolta de aviões de ataque em todas as missões, esta medida permitirá que os Su-34 atuem autonomamente.

Nas imagens do vídeo abaixo é possível ver variantes dos mísseis R-27 e R-73. Estes mísseis agora são transportados em conjunto com bombas OFAB-500 e KAB-500.

- Advertisement -

59 Comments

Subscribe
Notify of
guest
59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zago

A coisa está esquentando, mas ao término da coisa toda, não vai dar em nada.

Renato Carvalho

Sempre acho pouca bomba pra muito avião em se tratando de Su 34….

Maico

Adoro o Su-34. Baita avião!

ronilson

eita avião lindo meu deus

Alexandre Samir Maziz

Acho bonito também só não gosto dessa pintura “azul bebe ” rssrs , então quer dizer que os SU-24 operavam sem misseis ar-ar ? agora uma pergunta para os amigos do blog será que o SU-24 que foi abatido pelos turcos estava no espaço aéreo deles voando “inocentemente” sem misseis ar-ar ?? tenho cá minhas duvidas .

carcara_br

A Rússia, ao que tudo indica, abrirá outra base aérea na Síria.
Acho que o tiro da Turquia saiu pela culatra mesmo, os russos estão muito determinados e devem aumentar a presença na região com ainda mais aeronaves de ataque e caças, é bem possível que a campanha seja ainda mais intensificada no solo. Resta saber quando os governos ocidentais vão aceitar a continuidade do governo Assad…

Dafranca

Circula noticias não confinadas que a turquia abateu 2 helicópteros russos hoje:
2 Mi-8 “927″ & “930”

carcara_br

Vixi… vamos esperar pra ver se a notícia se confirma, tem o link pra ela?

ronilson

se for verdade ai e guerra não tem jeito mas acho que e mentira

Dafranca

http://syria.liveuamap.com/
Confirma que a informação e’ falsa. Nao começou a ww III.

carcara_br

Dafranca,
Muito interessante este mapa, os russos estão sobrevoando praticamente a mesma região onde o Su-24 foi abatido na semana passada…

groosp

Acho que são mísseis antigos, funcionais mas próximos à data de validade.

BrancoF-16

Qual é essa configuração de míssil utilizados no Su-34 ?? Eu imagino que seja 2 de curto alcance + 2 de longo alcance + mais as bombas de 500 Lb imagino 3 no caso. Acho o Bombardeiro tático Su-34 muito interessante. Acho que nesse quesito ele não tem competidores pelo lado ocidental, somente por que o ocidente não quer, não porque não possa fazer algo semelhante caso intenda ser viável. Mais acho interessante esse pensamento russo, de ter um bombardeiro de médio alcance que além de poder ser reabastecido em voo, possuir um reforço estrutural da cabine para maior sobrevivência… Read more »

BrancoF-16

Acho que meu comentário ficou preso nos spam, pois tinha link nele.
Se algum dos administradores vir peço o favor desbloquear.

carlos alberto soares

1º diminuirá a capacidade em bombas de ataque ao solo, sua função primária !
2º Ele tem capacidade de combate ar-ar ? Radar para esse fim etc …. ?
Isso é para Inglês ver ? (rs)
Com certeza vai ser “engajado” antes e buummm …..
MKT Russo em ação !

carcara_br

1º Ela já não estava sendo totalmente utilizada desde o princípio, é comum vê-los voar no máximo com 4 bombas.
2º Sim, o radar possui capacidade ar-ar, nada desprezível por sinal.
Vai depender da Turquia, se eles tentarem fazer a gracinha novamente. Sobrevoando e atacando a região os russos estão, porém acredito que eles dariam prioridade aos S-400, o vídeo do míssil sendo disparado seria tão legal…

Bardini

Não entendi ainda o pq estão voando com pilones vazios se é tudo relativamente perto ali…
Acredito que poderiam extrair mais desta aeronave em suas surtidas. Aliás, não vi nenhuma imagem ou vídeo com um SU-34 totalmente armado atuando na Síria.

Acredito que pelo fato do envelope conter dois KAB-500, as duas bombas burras são duas FAB-500 M e não duas OFAB-500… Mas ai é suposição minha.

Sobre os SU-34 armados, mais barato gastar misseis do que arriscar perder outro vetor. Mas acho que vão voar armados só para os lados da fronteira com a Turquia.

Dafranca

BrancoF-16,

Os SU-34, estão carregando um par de R-27R (ou R-27ER) de médio alcance e um par do notório R-73 que possui um grande angulo de visada para curto alcance.

carcara_br,

Exatamente, Bombardeiros SU-25 tem sido muito usados nas montanhas Turkman na Latakia, devido a geografia ser muito montanhosa, os terroristas fazem uso de fortificações no topo dos morros, e ficaria muito difícil de dominar os morros sem apoio aéreo aproximado.
No video abaixo pode-se ter uma ideia de quanto imprescindível são os bombardeios para tomada desses morros.
https://www.youtube.com/watch?v=VqFpxKgFk14

Dafranca

BrancoF-16,
Na ponta das asas estão os pod Khibiny de neutralização radioeletrônica(ECM) de última geração
Ao lado dos misseis R-27 estao bombas KAB-500 que são guiadas por TV, similar a GBU-15 americana.
Abaixo das entradas de ar estão bombas burras de emprego geral.

SpaceJockey

Sei que não é isso que importa, mas esse SU-34 é bonitão mesmo.
Ele tem uma galley com banheiro e local para um tripulante ficar em pé durante missoes de longo alcance. Não sei como ele se comporta em auto defesa. Acho que foi o primeiro da Russia com telas MFCD já desde a concepçao.

SpaceJockey

Muitas dúvidas da galera ai: além do radar no nariz ele tem uma radar de calda “olhando pra trás”, de radar ele ta muito bem servido, só não deve ter muita agilidade pra dogfight. Só pelo fato deles andarem armados c AAM já vai manter potenciais inimigos a maior distancia, não é nem preciso disparar.

Nonato

De nada adianta o míssil ar-ar se ele não conseguir identificar que está sendo atacado. Até porque a queda do primo foi de emboscada.

Dafranca

Especialista militar russo detalha como foi o abate do avião russo, que inclusive contou com a triangulação de dados de um E-3 dos EUA, um E-3 Saudita, radares AN/MPQ-53 de baterias Patriot localizados na Turquia e satélite espião Mentor:
http://www.veteranstoday.com/2015/12/01/breaking-did-the-us-and-saudis-use-awacs-to-help-target-the-su-24/

Qual a opinião dos especialista aqui?

Nonato

Mais duas matérias muito semelhantes em outro site.
Físicos belgas e su 34 com mísseis ar-ar.

carlos alberto soares

carcara_br 1 de dezembro de 2015 at 16:56,
http://www.wsj.com/articles/russia-and-saudi-arabia-battle-for-control-of-european-oil-market-1448947982?mod=e2fb
3º Petróleo e Gás em queda, uma hora essa conta não fecha !

Nonato

Dafranca. Não sou especialista.
Não podemos duvidar de eventuais interesses contrários aos russos.
Só não entendi sobre a necessidade de triangular dados para saber a localização do avião.
Primeiro todo mundo por ali deve ter conhecimento. Os próprios rebeldes poderiam denunciar.
Radares os turcos têm.
Para que awacs e satélite?

carlos alberto soares

Sinceramente pensei que o Urso tinha coisas melhores para monitorar e engajar em combates aéreos.
Eis como nasce ……….
http://www.ausairpower.net/APA-Fullback.html

Dafranca

Nonato,

A necessidade de triangular e’ para os radares poderem operar em modo passivo para não serem identificados, essa técnica e’ denominada de cooperative passive target tracking.

carlosegoes

Nonato, essas dos Belgas eu lí também. São dois astrofísicos que fizeram os cálculos se baseando nos dados que foram divulgados na mídia tanto pela Turquia como pela Russia. Eles chegaram a conclusão que nenhuma das duas versões tem consistência. Pelos cálculos de ambos, o avião russo ficou apenas 07 segundos em espaço aéreo turco e que a informação dos dos dez avisos também não se sustentam. Só não consegui entender direito a parte que a versão russa não se sustenta. Se alguém ai com muito mais conhecimento de aeronáutica do que eu (conheço muito pouco – só que tenho… Read more »

carlosegoes

Mas uma questão Dafranca. Atuando dessa forma, os pilotos russos recebem algum alerta que estão sendo travados?

Pois por tudo que li, pelo que entendi no momento em que o piloto turco travou alvo no avião russo, este teria emitido uma alerta a tripulação. Mas nesses caso, teoricamente então não haveria alerta e os pilotos russos somente saberiam quando o míssil já estivesse a caminho e travado no alvo.

Demian

É impressão minha ou a Turquia fez m***?

BrancoF-16

Dafranca, obrigado pelo esclarecimento da configuração que o Su-34 estava portando.

SpaceJockey, veja a minha mensagem postada lá no começo da conversa, tem inclusive um link nela que mostra que o Su-34 é muito ágil e faz parte da doutrina russa simular Dogfight com eles, respondendo também ao nonato o Su-34 também tem condições de identificar e travar o alvo.

Nonato

Carlosgoes. O que eu quis dizer é que essas duas matérias (parece que vc gostou da dos físicos brlas) foram publicadas aqui (inclusive com muitos comentários – de uma olhada) e tb em outro site militar. E não são press releases. Mas deve ser porque são questões relevantes que aparecem na imprensa Internacional e cada site escolhe o que considera relevante.

Renato B.

Na boa, se não houver cobertura de radar para dar apoio isso não me impressionou nem um pouco. De nada adiantam mísseis ar-ar para quem não sabe que está sendo atacado.

Então a questão é: Os russos tem cobertura de radar, seja terrestre ou embarcado, para realmente dar consciência situacional por lá?

Considerando a derrubada do Su-24 acredito que não? Será que eles tem agora?

Pablo Vilarnovo

Esse mapa interativo é interessante. Ele mostra claramente que a Rússia, apesar do alegado, não está atingindo o ISIS e sim os rebeldes que lutam contra Assad. Não há um bombardeio sequer russo atingindo o ISIS.

carlosegoes

Nonato, não se trata de gostar, é que esta é a única reportagem que ví nesses dias. E não me recordo de ter visto outra aqui no site (mas pode ter passado despercebido de mim e não notei). Mas realmente me chamou a atenção de o fato de os dois belgas não discordarem de um apenas, mas sim dos dois lados (de ambas as versões). A questão da versão turca, até que entender é fácil, mas a questão da curva de 90° da versão russa, eu não consegui entender nada, e até por isso, peço que alguém com maiores conhecimentos… Read more »

Jacinto Fernandes

Dafranca, acerca do especialista militar russo, isso é matéria para o público interno da Rússia que é doutrinado (não educado) a acreditar que o material russo é capaz de fazer coisas (literalmente) incríveis. Aquele incidente entre um Su-24 e o USS Donald Cook (em que um SU-24 teria inutilizado o sistema Aegis) que aqui é visto com uma certa “desconfiança” (para eufemizar) lá é visto como um fato concreto e dai surgem aquelas dúvidas: se o SU 24 consegue inutilizar o sistema Aegis, que é tido como um dos melhores do mundo, como ele não conseguiu evitar que o SU-24… Read more »

Dafranca

carlosegoes, A reportagem diz que F-16 estava em modo Iluminado, que significa que o míssil foi orientado pelos AWACS. Também diz que o radar foi ligado por pouco segundos para o lançamento do míssil e logo depois desligado. Pablo Vilarnovo, Esse mapa interativo e’ alimentado por testemunhos, videos do youtube, twites com fotos ou videos. A grande maioria dos ataques não e’ reportado. carlosegoes, Oque os Begas quiseram dizer foi que apos atingido o avião mudou seu curso e 90 graus apos ser atingido, e que a forca da explosão do míssil não causaria tal mudança de curso. Porem, poderia… Read more »

Dafranca

Jacinto Fernandes, Veja que na doutrina americana e’ padrao usar o Modo Coperativo de Busca Passiva, e so’ usaria outro modo se não houver disponibilidade de outro radar para a triangulação: 5.3.3.7.2. Make every effort in an EA environment to obtain active data on all EA targets. Whenever possible, use cooperative passive tracking. If cooperative support is not available, use self-passive tracking. 5.3.3.7.3. When self-triangulating, to determine if one of several previously active tracking returns is a suspected EA emitter, the AST will extrapolate the suspected track on its last known heading, speed and altitude, before initiating a passive track.… Read more »

carlosegoes

Obrigado Dafranca por esclarecer minhas duvidas.

Jacinto Fernandes

Dafranca, é o mesmo avião – o público leigo, não importa o país, não compreende o que é um pod de interferência eletrônica e muito menos quais são as capacidades e limitações dele. O que foi informado ao público russo é que o Su-24 inutilizou um navio na marinha norte americana e agora este mesmo avião foi abatido por um país que era chamado pelo Czar Nicolau II como o “o homem doente da Europa”. É uma questão de imagem, e não de realidade. Os russos precisam sustentar, perante sua população, a imagem que eles mesmos criaram, que o equipamento… Read more »

Dafranca

Jacinto Fernandes,

Cara palida. Os EUA podem ter uma midia que mentem para sua populacao, para invandir paises soberanos, como no Iraque, ou podem financiar grupos terroristas e enviar 100.000 insurgentes de mais de 80 paises para Siria? Podem falar em exportar democracia quando eles tem aliados como Arabia Saudita que exporta Wahhabismo? Isso pode ne? Agora os Russos não podem achar que tem tecnologia avança?

Rprosa

Para aqueles que desdenharam da capacidade ar-ar do Su-34, lembro que ele é dotado de um radar Leninets B-004, radar este muito similar aos radares APQ-164 em suas qualidades de navegação e rastreamento/trackeamento de alvos, bem como em seu modo ar-ar o Leninets B-004 encontra similaridade aos radares APG-68 usados nos caças F-16 C/D. Cabe ainda ressaltar que o radar Leninets B-004 é altamente modular com componentes redundantes, capacitando-o a executar missões de longa duração, bem como reduzindo a necessidade de manutenção. Operando na banda X estima-se que o Leninets B-004 tenha uma potência de 15 kW, porém alguns estudos… Read more »

Rprosa
carlos alberto soares

Realmente ….. Fodástico ! (rs)
Cockpit ganha combate ? Jesus …..

E. Silva

Ahh se Marinha aceitasse trocar seu PA por 18 destas coisas…

Rprosa

Cockpit não ganha combate mas ajuda um bocado, promovendo a compreensão da situação operacional do vetor, dando capacidade situacional ao piloto, caso não fosse assim, ainda estaríamos voando com os típicos reloginhos analógicos.

Estranho que quando se coloca a foto de um painel de um Rafale, de F-35, de um F-22 ou de um Typhoon, chovem elogios e de indagações ufânicas, porém quando se colaciona o cockpit de uma aeronave russa ou chinesa, estes mesmo foristas só sabem desmerecer.

Infelizmente não há radicalismo apenas no Islã.

Bosco

Isso de triangulação é tudo besteira. Não é preciso o concurso de AWACS, baterias Patriot (que nem sei se a Turquia as têm em seu território) e satélites Mentor. Tudo bem que a região deveria estar sendo monitorada por um AWACS e que ele indicou ao F-16 turco que havia um avião na região, mas não se faz necessário nenhum outro elemento adicional pra detectar e derrubar o Su-24. Triangulação é um termo de guerra eletrônica (medidas eletrônicas de apoio, contra-medidas eletrônicas e medidas de proteção eletrônica) para se detectar uma fonte emissora de radiofrequência e não tem nada a… Read more »

Dafranca

Belo esclarecimento Bosco. Obrigado.

Reportagens especiais

22 de abril – Dia da Aviação de Caça

'Sentar a Púa: lançar-se contra o inimigo com decisão, golpe de vista e vontade de aniquilá-lo. Quem vai sentar...
- Advertisement -
- Advertisement -