Home Conflitos em andamento Co-piloto de avião russo abatido diz que não recebeu nenhum alerta

Co-piloto de avião russo abatido diz que não recebeu nenhum alerta

11634
188
Co-piloto do Su-24 russo abatido – Sputnik – Dmitriy Vinogradov

O co-piloto do bombardeiro russo Su-24 derrubado por caças turcos na fronteira com a Síria, disse que não recebeu nenhum aviso antes de o avião ser atingido.

O co-piloto, capitão Konstantin Murakhtin, falou à agência de notícias estatal russa Sputnik na base militar na Síria, onde ele foi levado depois de ser resgatado pelo exército russo durante a noite.

“Não houve avisos. Nem via rádio, nem visualmente. Não houve nenhum contato”, disse Murakhtin Sputnik.

Murakhtin e seu piloto, o tenente-coronel Oleg Peshkov, foram derrubados na fronteira sírio-turca por caças F-16 turcos na terça-feira de manhã. Os dois homens ejetaram-se do avião, mas Peshkov foi morto por rebeldes sírios, de acordo com as autoridades de defesa russas. A Turquia disse que o jato Su-24 foi derrubado porque violou o espaço aéreo turco, uma reivindicação que a Rússia contestou.

Piloto de Su-24 russo – Sputnik – Dmitriy Vinogradov

Os comentários do co-piloto contestam a versão turca de como o abate ocorreu. As autoridades turcas disseram que o avião russo foi advertido várias vezes quando estava se aproximando do espaço aéreo turco para alterar o seu curso, dizendo que ele recebeu 10 advertências em cinco minutos. O Ministério da Defesa da Rússia contestou, dizendo que nenhum aviso foi dado e que o avião nunca cruzou o espaço aéreo turco.

Murakhtin disse que nenhuma tentativa foi feita para alertar a tripulação russa.

“Você tem que entender o que a velocidade de cruzeiro de um bombardeiro é comparável a de um F-16. Se eles queriam nos avisar, poderiam ter-se mostrado voando em um curso paralelo. Mas não houve nada”, disse ele. “O míssil atingiu a cauda de forma completamente inesperada. Nós nem sequer vimos a tempo de fazer manobras evasivas”.

Um porta-voz militar dos EUA anteriormente disse à ABC News que as gravações de canais de áudio utilizados entre os dois aviões prova que 10 avisos foram dados. A Otan também disse que apóia a versão turca dos eventos.

Murakhtin, que era navegador do avião, também insistiu que o avião em nenhum momento cruzou a fronteira da Turquia.

“É claro que, depois de ter realizado inúmeros voos nós conhecíamos a região como a palma de nossas mãos.” Ele disse que seguia uma rota pré-determinada de costume quando foram atingidos.

“Eu sou um navegador, sei cada altitude lá. Eu posso guiar a aeronave lá com os olhos vendados “, disse o co-piloto.

FONTE: abcnews.com

188
Deixe um comentário

avatar
188 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
79 Comment authors
CarlosTolemanXFFHélio de araujoMacbeth Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Claudio Lober
Visitante
Claudio Lober

Engendrado e planejado pelos EUA, executado por seus vassalos turcos.
As mentiras quanto a invasão do território turco, quanto aos 10 avisos prévios, serão todas aceitas e corroboradas pela Otan.
O problema real foi o extensivo e pesado bombardeio russo na semana passada contra os caminhões tanques (+/- 700 deles turcos) e que também atingiu a refinaria e suas instalações de carregamento de petróleo e seus derivados.
Fonte de receita para o EI e de grandes lucros para os compradores deste petróleo e seus derivados, por valores de aproximadamente pouco mais da metade das cotações internacionais.

me 109
Visitante
me 109

Acredito que tão cedo os turcos não se aventuram voar em território sírio, é certo que os russos estão monitorando toda a região só esperando para dar o troco, quando surgir a oportunidade a Russia vai bater e vai bater com força.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Me 109, vai nada… a Síria virou terra de ninguém e isso é fato, caças da NATO passeiam e ninguém reclama, por que agora? Outro ponto: observe as declarações dos líderes russos hoje, ninguém gritou muito alto (eu achei que seria uma reação mais enérgica), inclusive falaram em formar uma coalizão e um Estado Maior Conjunto, até levantaram a possibilidade da Turquia participar conjuntamente destes esforços.

me 109
Visitante
me 109

DELMO A Os Russos vão atirar primeiro e depois vão dizer que foram atacados e só se defenderam
ninguém leva um tapa na cara assim e deixa por isso mesmo,os Russos vão agir na traição e na falsidade como agiram os turcos

Danilo
Visitante
Danilo

Os russos não irão agir deste modo não, me 109. Mas irão revidar com força, no momento certo. Não tem pressa.
Concordo com o Claudio.

Edcarlos
Visitante
Edcarlos

“Ele disse que seguia uma rota pré-determinada de costume quando foram atingidos.”
A conclusão que chego é que houve planejamento e premeditação por parte dos turcos, a missão era abater uma aeronave russa e o objetivo foi alcançado. Os F-16 turcos já estavam prontos e sabiam o momento exato para executar o abate. Uma interceptação dessas não dá para executar em pouco tempo, mesmo que o Su-24 invadisse o espaço aéreo turco por poucos minutos, muito menos por poucos segundos.
Saudações!

hamadjr
Visitante
hamadjr

Eu espero que os ânimos se acalmem entre os Russos e os Turcos, mesmo sendo terra de ninguém entre aspas, ali tem interesses de todo tipo em jogo, talvez por isso a cautela deve prevalecer embora os Russos devam dar o troco em outro momento, lamentável é as vidas que estão sendo perdidas.

Renato Carvalho
Visitante

S-300/400 na região farão o trabalho.

Palowakski
Visitante
Palowakski
Yuri
Visitante
Yuri

Justamente, os russos ja mandaram trazer uma s-400, isso ja vai dar uma baitaaaa dor de cabeça aos turcos e a otan

Ricardo
Visitante
Ricardo

Tantos os russos vão agir que já vão deslocar S-400 para a Síria, assim que um F-16 turco sair da linha vai levar uma porretada. Podem esperar. Historicamente a Rússia não leva desaforos para casa.

Clésio Luiz
Visitante

A questão dos avisos é muito simples: foram dados em uma frequência em que o avião russo estava monitorando? Se não, os turcos podiam dar 100 avisos que não adiantaria de nada. Agora, se os pilotos russos deveriam estar com um dos rádios ligados e sintonizados em determinada frequência padrão (usada nessas comunicações) e não estava, aí foi vacilo deles, caso estejam dizendo a verdade de não escutar aviso algum. Já sobre a gravação provida pelos turcos sobre os avisos dados, ora, essa pode muito bem ser feita a qualquer momento e em qualquer frequência. Não vejo como eles possam… Read more »

Maxiliano Mançano Sanchéz
Visitante

Nas missões próximo da fronteira com a Turquia, os SU-24 e demais bombardeiros terão que levar escoltados. Se a OTAN a os áudios deve levar a publico!

Francis Schonarth
Visitante
Francis Schonarth

O estranho nisso tudo é que o piloto Russo foi pego de surpresa e sequer teve tempo de reação, o que é estranho se ele realmente foi avisado.

Ainda acho que o grande problema dessa questão toda foi algum aviador Turco de cabeça quente querendo se vingar dos Sírios e que por errro abateu o Su-24 Russo.

Não faz sentido esse abate ter partido da alta cadeia de comando da Turquia, o país possuí uma relação comercial muito grande com a Russia e são relativamente próximos.

Alex
Visitante
Alex

Dá até pra fazer uma bolsa de apostas: quanto tempo levará até que um caça turco seja abatido pelos russos na área?

Francis Schonarth
Visitante
Francis Schonarth

Alex, aposto que nenhum será, os turcos devem estar com tanto medo que não passa nem uma agulha naquele lugar. Se bobear nem pipa/papagaio eles botam no ar perto da fronteira.

Bosco
Visitante

Francis,
Mas os formuladores de teorias conspiratórias afirmam que a Turquia mandou às favas essa boa relação com a Rússia por conta do suposto comércio com o EI.

Jeff
Visitante
Jeff

Os caças turcos vão ficar a muitos quilômetros da fronteira nos próximos meses, não tenham dúvida disso. A “porretada” da Rússia que alguns aqui esperam pode vir, mas de maneira velada, via armamento dos curdos ao redor da Turquia. Isso sim seria um grande estrago pros objetivos Turcos para a região e para seu país. A Rússia derrubando um jato turco, mesmo que estando próximo do espaço aéreo sírio pegaria muito mal mesmo pro Putin. E como falei eles vão ficar muito longe das bordas, pois o S-400 impõe muito respeito pra qualquer um. Justiça tipo vingancinha pegaria muito mal… Read more »

Marcelo
Visitante
Marcelo

Se existem gravações de áudio dos 10 avisos, então por que não divulgam? Algo me diz que não vão aparecer….mas vou esperar.

lapolli2012
Visitante

Não sei de onde vem tanto amor pela Russia

praefectus7PRAEFECTUS
Visitante

Senhores, aos fatos de hoje para compreenderem melhor a situação: O chanceler russo, Sergei Lavrov, disse que seu país não tem a intenção de fechar os olhos para o fato de que a Turquia está permitindo que terroristas do EI utilizem seu território como uma espécie de santuário. O ministro também sugeriu que uma iniciativa oficial de Ankara, no estabelecimento de uma zona de exclusão aérea para supostamente proteger os turcomanos na fronteira norte da Síria na verdade seria devido a um desejo de ocultar, esconder terroristas lá e isso não permitirão. De acordo com Dmitry Medvedev, o primeiro-ministro russo,… Read more »

Jacinto Fernandes
Visitante
Jacinto Fernandes

É importante ler os artigos 20 e 21 da Convenção de Montreux – que regulamenta o acesso ao Mar Negro pelo estreito de Dardanelos e pelo Estreito de Bósforo – e que está em vigor. Segundo estes artigos, se a Turquia considerar-se ameaçada, ela pode impedir o trânsito de navios de guerra entre o Mar Negro e o Mar Mediterrâneo: Article 20. In time of war, Turkey being belligerent, the provisions of Articles 10 to 18 shall not be applicable; the passage of warships shall be left entirely to the discretion of the Turkish Government. Article 21. Should Turkey consider… Read more »

Johnatan warp drive
Visitante

A vingança da Russia já esta ae, prejuizos nas relaçoes bilaterais.

Marcelo Bastos
Visitante
Marcelo Bastos

Este episodio esta tão confuso que nem sei mais o que pensar, pelo menos não consigo me convencer de uma justificativa racional para este abate, de concreto apenas uma coisa e certa, a Russia apanhou e não vai esquecer, quem grita muito geralmente não faz nada, tenho medo de quem fica quetinho, calado se fingindo de amigo mas com sangue nos olhos.

Bernardo R.
Visitante

Não acredito em uma loucura turca de deliberadamente abater um avião russo sem motivos. ninguém faria isso, nem mesmo países mais fortes que a Turquia, e que poderiam aguentar o tranco do possível revide. Agora, me incomoda muito a CERTEZA que muitos tem, que foi uma armação, que os turcos são traíras, ardilosos e etc etc…. Cara, que preguiça dessa ladainha. Então o depoimento do piloto russo é prova agora? Claro que ele vai falar que não invadiu, ele é burro? Temos um fato (abate) e 02 versões. Uma bastante crível (a turca), por incidentes prévios documentados e divulgados quando… Read more »

ederjoner
Visitante

Mas e o RWR do SU24? Como assim abatido de surpresa? Um míssil AIM disparado alertaria o piloto nem que seja para começar as manobras defensivas! Ainda mais se tratando de uma aeronave com navegador, onde a carga de trabalho se divide…. E por que este SU-24 estava sozinho? Uma coisa é certa, os caças turcos vão ficar no chão por um bom tempo, e com certeza a Rússia vai deslocar mais caças de auto desempenho para lá, uns SU27/30/35 estarão muito bem armados com o que os russos tem de melhor a espera de F16. E os próximos bombardeiros… Read more »

Oganza
Visitante
Oganza

Não vai acontecer nada, só xingamentos de um e de outro por cima da “cerca”, vão tirar da garagem os seus brinquedos e distribuir no gramado… cada um do seu lado da “cerca” e vai ficar assim… … qualquer escalada, convencional e não Nuc, será mais desastrosa para a Rússia do que para a Turquia, que de qualquer forma ainda tem a OTAN e o controle dos Estreitos… E só lembrando, a Turquia é Anti Assad e Anti Curda e ponto. S e não der para ter os dois, eles ficam com a “Política” Anti Curda. O Assad e a… Read more »

Jeff
Visitante
Jeff

“Jacinto Fernandes 25 de novembro de 2015 at 15:53

É importante ler os artigos 20 e 21 da Convenção de Montreux – que regulamenta o acesso ao Mar Negro pelo estreito de Dardanelos e pelo Estreito de Bósforo – e que está em vigor.

Segundo estes artigos, se a Turquia considerar-se ameaçada, ela pode impedir o trânsito de navios de guerra entre o Mar Negro e o Mar Mediterrâneo”

Entendo, Jacinto.

O problema é COMO os turcos vão impedir os Navios de guerra russos de entrar no Mar Negro? Vão pedir ajudinha da OTAN?

Se isso realmente acontecesse, seria interessante de ver.

Guto
Visitante
Guto
Marcelo
Visitante
Marcelo

Oi Guto, obrigado por compartilhar. Se for verídico, é praticamente incompreensivel, e onde estão os 10 avisos? E como já escreveram, será que foi enviado em frequencia que os russos estavam monitorando?
Por enquanto fico com a versão do navegador, que disse, se realmente queriam avisar, por que não emparelharam com o Su-24 ? Realmente cheira a tocaia turca.
Mas a VKS vacilou em enviar bombardeiros sem escolta, com certeza não irá acontecer novamente.

costamarques
Visitante
costamarques

Andei traduzindo(ou tentando) alguns fóruns daquelas bandas e pelo que vejo nos comentários de pessoas com analises técnicas e não aquelas que vestem a camisa pró USA ou pró RÚSSIA, dizendo que devido ao fato de que de forma costumeira os SU-30 em sua maioria escolta os SU-24, é de se pensar que a Turquia acreditou ser um SU-24 Sírio e por isso fez o abate. Vendo por esse lado, acredito nisso também, pois a Turquia tem muitos laços com a Rússia e são países muito próximos geograficamente, por mais que houvesse invasão do espaço aéreo no passado, ela a… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Considerando os antecedentes de Russia e Turquia, a declaração de cada parte envolvida na derrubada do Su-24 vale uma nota de 3 reais com a cara do Lula estampada. Já as consequências da confirmação de que a Turquia seria o poder mantenedor do EIIL sim, estas são pesadas, embora no máximo fiquem na esfera diplomática. Embora os EUA passem a mão na cabeça da Turquia, França, Austrália, Jordânia e outros países que sofrem com o terror do EIIL vão querer satisfações, fora a Síria e Iraque conflagrados. A Austrália se não pulou fora, depois dessa vai pular. Outros aliados devem… Read more »

Carlos Goes
Visitante
Carlos Goes

Para quem gosta da teoria da conspiração, essa situação pode muito bem lembrar uma certa sequencia de ataque a um PA americano no filme “A SOMA DE TODOS OS MEDOS”, no qual um comandante de uma base aerea Russa, estando maculado com os “terroristas” engana seus subalternos com a informação que os americanos haviam atacado, então estes sobem seus aviões e afundam o PA. Pode até parecer paranóia, e coisa e tal, mas nada impede que realmente um individuo possa ter causado toda esta questão sem o conhecimento de seus superiores. Nada impede que o piloto tenha agido ou para… Read more »

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Costamarques, interessante, mas não acho muito provável. A FA da Síria não possui mais capacidade real de voar, os russos frequentemente operam naquela região (via das dúvidas, é russo e não sírio), o número de SU-30 não é suficiente para escoltar todas as missões e etc. Guto, Marcelo e outros: li uma análise de um ex-piloto de caça da Força Aérea Alemã que falou sobre isso. Os avisos são enviados em uma frequência padrão de emergência que são sempre captadas tanto por aviões militares quanto civis. O procedimento é: 12 milhas da fronteira começam os alertas; 5 milhas enviam os… Read more »

_RJ_
Visitante

Pelo que li em outro site, especula-se que: 1) os avisos turcos foram dados por uma estação de radar (e não pelo F-16) em uma frequência civil. O F-16 interceptador não emitiu nenhum sinal. 2) O engajamento foi feito com radar desligado, e usando o sensor do míssil IR (AIM-9) para engajar o alvo, e por isso o RWR do Fencer não acusou nada. 3) O Su-24 operava em EMCON, e por isso, não monitorava frequências de controle de tráfego. Ou seja: Os turcos falaram para constar, não para serem ouvidos. E foi um golpe direcionado do F-16 para abater… Read more »

Rafael
Visitante
Rafael

RJ se os russo não tem algum acordo e protocolos para que os aviões não “esbarem” com os turcos, o mas normal é q a comunicação seja feita por uma frequência civil conhecida por tds, no caso a Rússia q teria q Jr atrás disso pq ela q é a nova no pedaço e não a Turquia.

Jacinto Fernandes
Visitante
Jacinto Fernandes

Jeff, essa sua pergunta me parece um convite para aquelas bravatas que os entusiastas russos fazem do incrível poder dos equipamentos russos, mas o fato é que o Estreito de Dardanelos tem quase 70 km de extensão, seu canal transitável raras vezes ultrapassa 2km de largura e a marinha turca faz todos os anos um exercício de minagem e desminagem… turco não é bobo nem louco meu amigo. Eles sabem exatamente o que estão fazendo.

burusera
Visitante
burusera

O resgate deste navegador mostra como a tentativa de resgate que resultou na morte de um russo e na destruição de um mi-8 foi precipitada e mal planejada. Soubessem os russos que os tripulantes do su-24 foram recebidos a bala, eles não teriam corrido para o local do jeito que fizeram e teriam feito o que fizeram 10 horas depois. Quanto a Russia devolver na mesma moeda, seria uma estupidez enorme. Putin teria que repensar seu papel na região, a Russia teria que garantir uma presença militar na Síria bem maior que a atual a e ainda assumiria uma posição… Read more »

Oganza
Visitante
Oganza

Jacinto,

só completando, os Estreitos de Bósforo e Dardanelos são uma das coisas na terra mais relativamente fácil de se proteger e mais difíceis de se tomar a força… o desastre inglês de Gallipoli, na entrada mediterrânica de Dardanelos, na 1ª Guerra demonstra a situação.

Em toda a história da civilização os estreitos só foram tomados de fato 3 vezes.

Grande Abraço.

Jacinto Fernandes
Visitante
Jacinto Fernandes

Eu acho que a tentativa de resgate foi improvisada. É claro que improvisar nunca é o melhor dos mundos, mas eu admiro muito o pessoal que entrou naqueles helicópteros dispostos a se arriscar pelo colega militar. Imagino que todos eles se lembraram daquele piloto jordaniano que, após capturado, foi queimado vivo e estavam dispostos a arriscar a própria vida para evitar que seu companheiro tivesse o mesmo destino. Os militares que participaram merecem elogios pelo companheirismo e coragem.

Dafranca
Visitante
Dafranca

Foto da operação de regaste:
comment image

Copiloto sofreu ferimentos no rosto, por isso nao mostraram seu rosto na entrevista.

Colombelli
Visitante
Member
Colombelli

Jacinto, Isso é o espirito militar. Cada um luta por si e pelo colega antes de tudo. Isso faz parte do caráter dos bons e verdadeiros militares mundo a fora. Mas quanto ao piloto sírio queimado, há sérios problemas lógicos com aquele video que podem indicar uma fraude.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

RJ, o que é EMCON? A frequência internacional para interceptar alguém é 121.5 MHz. Quanto rádios possui o SU-34? Não creio que em missão de combate alguém fique na escuta de 121.5. Fica-se na escuta do AWACS, do seu ala/líder e do Controle da área (COPM).
Avião civil é que é obrigado a ficar na escuta de 121.5.

Mauricio R.
Visitante

“…pois o S-400 impõe muito respeito pra qualquer um.”

Até a artilharia de campanha turca transforma-lo em ferro velho, quem sabe…
Então coloque-no bem longe da fronteira, pq senão…

Eziquiel Martins
Visitante
Eziquiel Martins

Juntando alhos e bugalhos o que eu entendi até agora foi: 1. Os turcos realmente deram os 10 avisos em cinco minutos. 2. Os avisos começaram enquanto o Su-24 ainda estava sobre território Sírio, mas se aproximando da fronteira turca. 3. A tripulação do Su-24 ignorou os avisos porque o planejado era cruzar uma pequena faixa de 3 km do território turco, como forma de provocação. Eles imaginavam que não daria tempo para qualquer reação. 4. Os 3 km foram percorridos em cerca de 15 segundos. 5. De volta ao território sírio os russos imaginavam que estavam seguros, por isso… Read more »

Eziquiel Martins
Visitante
Eziquiel Martins

No 6 eu quis dizer NOVAS incursões.

Mauricio R.
Visitante

“Até na guerra é preciso ter um pouco de humanidade e respeito.”

Nós aqui acompanhamos a “humanidade e o respeito”, com que os russos tratam os civis sírios sob suas bombas.
Já mataram mais civis que a Coalizão americana, matou em 15 meses de operações.

_RJ_
Visitante

Rinaldo Nery, pelo que li, em EMCON se desliga (ou reduz) todas as fontes de emissão eletromagnética. Alguns rádios só dá para fazer desligando por completo, senão eles emitem em alguma frequência. Outros rádios tem controle para receber sinal sem emitir. O Radar passa a não emitir, ou operar com pulsos breves e espaçados para diminuir a emissão o quanto possível. O estranho é a alegação de que o F-16 operou igualmente de forma furtiva, sem o iluminar com o radar (o que seria um alerta equivalente a um tiro de aviso, considerando o RWR do Su-24). Isso não combina… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Lembrando que aqueles a quem os russos chamam de “terroristas”, são na realidade a oposição política anti Assad, que se manifestava durante a chamada “Primavera Árabe” e hoje constituem as forças consideradas moderadas da guerrilha.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Mas rádios de comunicação (V/U/HF) só emitem se você transmitir, ou seja, se apertar o PTT (press to talk). Ninguém voa com rádios desligados, nem em combate.