Home Guerra ao Terrorismo AV-8B contra o Estado Islâmico

AV-8B contra o Estado Islâmico

3752
7

AV-8B decolando para atacar o ISIS - FOTO USN

A aviação dos Fuzileiros Navais dos EUA também participou da Operação Inherent Resolve contra o Estado Islâmico no Iraque durante a semana. Jatos de ataque AV-8B Harrier pertencentes ao Marine Medium Tiltrotor Squadron (VMM) 162 (Reinforced), baseados no navio de assalto anfíbio USS Kearsarge (LHD 3) realizaram sua primeira missão contra o EI.

Veja o restante desse post no blog do Poder Naval

7 COMMENTS

  1. Caro Roberto F Santana

    Vamos lembrar também que não foram só os Sea Harriers que combateram nas Malvinas. Os Harrier GR 3 também. Eles além de operarem a partir dos dois NAe, na fase avançada do conflito operaram a partir de pistas com placas de metal bem próximos do fronte de combate. Tudo bem que era uma guerra limitada, mas acabou provando na prática aquilo que se esperava dele num eventual conflito europeu.

    Comprei o Star Wars Battlefront para o pessoal daqui de casa.

    Hummm… Acho que tive uma ideia de presente de Natal para a turma aqui de casa!

  2. Já sobre a ideia de não precisar de pistas, ela morreu antes do Harrier entrar em operação, já que ficou bem claro que a decolagem vertical com armamento se mostrou impraticável.

    Então se optou por decolagem curta com pouso curto ou vertical. Mas se para cumprir as missões ainda se é necessário pistas, muitos questionam porque optar pelo Harrier no lugar de um Jaguar, por exemplo, que tem carga paga/raio de ação maior e também opera de pistas de terra improvisadas.

    Mas vale observar que para uma mesma carga, o Harrier ainda decola em menos pista que qualquer outro caça.

  3. Caro Roberto Santana

    Eu acredito que além do resultado das Malvinas, o Harrier demonstrou um poderio excepcional e ainda atual. Relatos dos pilotos dizem que ele é muito manobrável em alta ou baixa altitude, e, que antes do conceito multirole ser massificado, ele já o era. Já esteve em ação várias vezes e sem abates e demandou um “filho” f-35b, para que seus súditos Marines não ficassem órfãos.

    Saudações.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here