Home Indústria Aeroespacial Lockheed Martin: Skunk Works trabalha no sucessor do U-2

Lockheed Martin: Skunk Works trabalha no sucessor do U-2

761
23

 Lockheed Martin U-2 and FrancisGaryPowers

O escritório de projetos Skunk Works (da Lockheed Martin) está projetando a próxima geração de aeronave de espionagem a alta altitude e longa distância. Internamente ela é conhecida como RQ-X ou UQ-2 e seria sucessor natural do U-2 e do  Northrop Grumman RQ-4 Global Hawk.

O novo avião deverá combinar as melhores características do U-2 e do Global Hawk numa célula de projeto furtivo. O motor empregado deverá ser o General Electric F118 (mesmo motor do B-2) cujo desempenho é otimizado para voar em altitudes de 70 mil pés ou mais. A aeronave também deverá transportar muitos dos atuais sensores já calibrados para uso nessa altura.

As informações foram divulgadas no ano em que o projeto original do U-2 comemora o seu 60º aniversário. A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) não tem nenhum requisito formal para um sucessor U-2, nem uma data para começar a investir no assunto, mas a Skunk Works vê uma necessidade futura e já trabalha na concepção.

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bosco
Bosco
4 anos atrás

Avisa pra Lockheed espetar uma árvore de Natal na bunda desse avião porque não adianta ser stealth que os russos e chineses detectam.

Stene Nilton
Stene Nilton
4 anos atrás

Sinceramente?

O nome disto é “bola de fumaça”.

Dá pra acreditar que eles já não tem um projeto há mais de 20 anos?

Duvido muito. Duvido muito!

Oganza
Oganza
4 anos atrás

This suit is very foppish!!!

só sacaneando… mas que é foppish ahhhh isso é.

Ps.: Bosco: e tem que ser pisca-pisca incandescente… de LED não vale… 🙂

Grande Abraço.

groo
groo
4 anos atrás

A China está desenvolvendo o UAV Divine Eagle que possui desempenho semelhante a esta proposta americana.

O enorme UAV (ele é maior que o Global Hawk) voará 25km de altitude buscando alvos para o míssil balístico antinavio DF-21. A esta altitude o horizonte do radar é superior a 600Km contra alvos navais.

Especula-se que ele também poderá ser utilizado na detecção de aeronaves furtivas, funcionando como um radar biestático e/ou utilizando um radar de baixa frequência.

Bosco
Bosco
4 anos atrás

Groo,
É um pouco inferior a 600 km.
Mais precisamente 564 km. rsrsss
http://www.horta.uac.pt/intradop/utilidades/horizonte.html

Tomahawk
Tomahawk
4 anos atrás

Groo radares de baixas frequências em caças mesmo q sejao grandes ainda é muito difícil de acreditar eles são imensos e só detectariam caças como __________________________ f-22 a 40 a 60

COMENTARIO EDITADO A PEDIDO DO AUTOR

Tomahawk
Tomahawk
4 anos atrás

Moderador poderia apagar meu último comentário por favor

Guilherme Pastre
Guilherme Pastre
4 anos atrás

Tradução: Skunk Works tem um projeto pronto e operacional há 20 anos e diz que começou a desenvolver ele agora…

leigo
leigo
4 anos atrás

Tomahawk. Interferência eletrônica na área. Rs.

leigo
leigo
4 anos atrás

Interessante. Os EUA têm uma enorme variedade de aviões.
Até esse U2 (devem ter se inspirado na banda de rock… o criador deve ter sido algum fã. Rs), já vi um vídeo incrível no YouTube. Ele vai a 70 km de altura acho que já ou quase fora da atmosfera… por falar nisso, a essa altitude, podem ser atingidos?

JEFF
JEFF
4 anos atrás

Tomahawk – Eu dei muita risada aqui com a sua “colagem” no meio do texto do radar. huahuahuahuahua

Edcarlos Prudente
Edcarlos Prudente
4 anos atrás

leigo escreveu em 27/08/2015

‘Até esse U2 (devem ter se inspirado na banda de rock…’

Foi justamente o contrário!

O vídeo é esse?

http://www.youtube.com/watch?v=q48Swb2ATww

Ivo
Ivo
4 anos atrás

70 mil pés é muito diferente de 70 mil metros……………

Bosco
Bosco
4 anos atrás

Tomahawk,
Podia ser pior!! Você poderia ter inserido o torpedo: te espero hoje a noite pra gente fazer uma festinha. Beijos! Do seu todinho, Carlão.

groo
groo
4 anos atrás

Bosco, 650km segundo este site site:

http://members.home.nl/7seas/radcalc.htm

Tomahawk, estava me referindo a radares de anda L como o E-7A Wedgetail.

Bosco
Bosco
4 anos atrás

Boa Groo,
O seu é mais completo e computa o fenômeno da refração que ocorre com o radar e que excede em média 10% o horizonte visual (geográfico).
1 a 0 pra você. rsrsss

xtreme
xtreme
4 anos atrás

Tomahawk …. foi ‘jameado’ pela VIVO…. signal 3g security fail…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
4 anos atrás

O comentario do Tomahawk ja foi editado a pedido dele.

Leonardo
Leonardo
4 anos atrás

Da hora esse avião U2.
Cara entra de rouba de astronauta no copkit. Depois cara sai na estrastofesra. Muito animal.
Isso é um avião ainda, nem é um foguete.
Caras são fera.
Sds

Emerson R.B
Emerson R.B
4 anos atrás

Bonito esse video “”U2 Spy Plane • Cockpit View At 70,000 Feet”” que o Edcarlos Prudente postou em!
Que inveja de pilotos de avião e em especial esse cara do video, que pode ter essa experiencia na vida .Digo isso pq lembro dessa materia aqui, se alguem achar ela põe ai, pq o link ,desse link, esta quebrado aqui no site =/.Mas pra quem não leu ela tem esse video tbm.
http://www.aereo.jor.br/2010/04/14/blackbird/

https://youtu.be/vpVT5Lr0BbI

Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
4 anos atrás

Uma pergunta: Por que o não uso e o aprimoramento de satélites? Acho dificil os americanos não terem estes dispositivos sobre Russia, China, Oriente Medio e Europa.

Bosco
Bosco
4 anos atrás

Testando!

Roberto
Roberto
4 anos atrás

Uma beleza de avião, me lembro dos primeiros do começo da década de 60, eram “prateados” e menores do que esse do vídeo. Ficaram famosos depois de um ser abatido sobre a Sibéria pelos soviéticos.70.000 pés = 21.333 metros