Home Academia da Força Aérea AFA 2015: asas rotativas

AFA 2015: asas rotativas

483
11

domingo aereo AFA 2015 EB Pantera 33 e Black hawk - foto poggio

Vinheta ExclusivoCompareceram ao evento “Portões Abertos” da Academia da Força Aérea 2015 alguns poucos helicópteros. Além do Esquilo orgânico da AFA (empregado para busca e salvamento em caso de acidentes com as aeronaves da Academia) estavam no evento um H-60 (matrícula FAB 8916) Black Hawk do Esquadrão Pantera (5°/8° GAV) de Santa Maria (RS) da FAB.

A Marinha, que costuma mandar um de seus exemplares, este ano não enviou nenhum. Do Exército veio um HM-1 Pantera (Eurocopter Panther AS565), matrícula 2033 do 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx).

Também havia um helicóptero “Águia” (HB-350 Esquilo) da PMSP (Polícia Militar de São Paulo) na linha de voo. Na área externa ao pátio de manobras de aeronaves, próximo a um dos pontos de estacionamento, havia um antigo H-1 Huey, o “Sapão”, em exposição.

domingo aereo AFA 2015 EB Pantera 33 - foto poggiodomingo aereo AFA 2015 black hawk - foto poggio

11
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Wellington GóesCarlos CrispimRafael OliveiraJuarezsnotor Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wolfgangus Mozart
Visitante
Wolfgangus Mozart

Uma pena. O Super Lynx é de encher os olhos.
Até as kombis fazem falta.

Sds

Celso
Visitante

Pois eh Wolfgangus, por essa e outras coisas q se perde uma otima oportunidade de motivar ainda mais a populacao a apoiar as FAs (patriotismo)… faze-los ver a sua dimensao e necessidades de recurso perenes para sua manutencao e operacionalidade….ainda falta muita organizacao para tal evento. Sds

snotor
Visitante
snotor

o que falta é dinheiro mesmo. como acha que as aeronaves chegam até o local? trazer para o evento, por exemplo, um AH-2 de Porto Velho. imagina o custo disso em combustivel, insumos e uma tripulação mais equipe de apoio?

Wolfgangus Mozart
Visitante
Wolfgangus Mozart

Qualquer aeronave militar tem que ter condições de sobrevoar todo o território em exercício, evento, manutenção ou conflito.
Deixar de participar de evento só escancara a situação de penúria vivida.

Sds

Juarez
Visitante
Juarez

Se vocês queriam ver um helicóptero de verdade, vocês tiveram oportunidade de ver BH e ainda, do único esquadrão com experiência em combate de asas rotativasda FAB.
Aproveitem n]ao é sempre que vocês conseguirão ver de novo o melhor vetor de asas rotativas no melhor esquadrão de helicópterso da FAB.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Juarez,

Por favor, que história é essa do Pantera ter entrado em combate?

Abraço!

Carlos Crispim
Visitante
Carlos Crispim

Gente, dizer que é falta de dinheiro, e os GTEs que funcionam 24h levando as otoridades? Pra eles tem grana? O que acontece é simplesmente falta de prioridade, não é prioridade mostrar aeronaves à população, que sustenta esse governo corrupto, a prioridade é levar ministros, namoradas, cachorros, gatos e etc…para viajerem de graça pelos estados fazendo turismo e, às vezes, até implante capilar. Dinheiro tem de sobra, mas as prioridades são outras.

Juarez
Visitante
Juarez

Rafael Oliveira 24 de agosto de 2015 at 23:42 #

Juarez,

Por favor, que história é essa do Pantera ter entrado em combate?

Abraço!º

Rafael, o 5º do 8º é o sucessor do antigo 4 º EMRA, que “chafurdou” no Araguaia.

Grande abraço

Juarez
Visitante
Juarez

Rafael¹ O lema do esquadrão é:

“Testado em combate”…..

Tem umbrigadeiro que foi chefe do COMGAR no comando do Brig Saito que foi piloto naquela época.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Obrigado, Juarez, não sabia dessa “herança”, tampouco pensei na Guerrilha do Araguaia.

Abraço!

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Se ter lutado contra a Guerrilha do Araguaia serve como “experiência em combate”. Meu tio, que era soldado do EB à época, deveria ser chamado de Rambo. rsrsrs

Desculpe, não resisti a piada.

Até mais!!! 😉