Home Academia da Força Aérea AFA 2015: asas rotativas

AFA 2015: asas rotativas

517
11

domingo aereo AFA 2015 EB Pantera 33 e Black hawk - foto poggio

Vinheta ExclusivoCompareceram ao evento “Portões Abertos” da Academia da Força Aérea 2015 alguns poucos helicópteros. Além do Esquilo orgânico da AFA (empregado para busca e salvamento em caso de acidentes com as aeronaves da Academia) estavam no evento um H-60 (matrícula FAB 8916) Black Hawk do Esquadrão Pantera (5°/8° GAV) de Santa Maria (RS) da FAB.

A Marinha, que costuma mandar um de seus exemplares, este ano não enviou nenhum. Do Exército veio um HM-1 Pantera (Eurocopter Panther AS565), matrícula 2033 do 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx).

Também havia um helicóptero “Águia” (HB-350 Esquilo) da PMSP (Polícia Militar de São Paulo) na linha de voo. Na área externa ao pátio de manobras de aeronaves, próximo a um dos pontos de estacionamento, havia um antigo H-1 Huey, o “Sapão”, em exposição.

domingo aereo AFA 2015 EB Pantera 33 - foto poggiodomingo aereo AFA 2015 black hawk - foto poggio

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wolfgangus Mozart
Wolfgangus Mozart
4 anos atrás

Uma pena. O Super Lynx é de encher os olhos.
Até as kombis fazem falta.

Sds

Celso
4 anos atrás

Pois eh Wolfgangus, por essa e outras coisas q se perde uma otima oportunidade de motivar ainda mais a populacao a apoiar as FAs (patriotismo)… faze-los ver a sua dimensao e necessidades de recurso perenes para sua manutencao e operacionalidade….ainda falta muita organizacao para tal evento. Sds

snotor
snotor
4 anos atrás

o que falta é dinheiro mesmo. como acha que as aeronaves chegam até o local? trazer para o evento, por exemplo, um AH-2 de Porto Velho. imagina o custo disso em combustivel, insumos e uma tripulação mais equipe de apoio?

Wolfgangus Mozart
Wolfgangus Mozart
4 anos atrás

Qualquer aeronave militar tem que ter condições de sobrevoar todo o território em exercício, evento, manutenção ou conflito.
Deixar de participar de evento só escancara a situação de penúria vivida.

Sds

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Se vocês queriam ver um helicóptero de verdade, vocês tiveram oportunidade de ver BH e ainda, do único esquadrão com experiência em combate de asas rotativasda FAB.
Aproveitem n]ao é sempre que vocês conseguirão ver de novo o melhor vetor de asas rotativas no melhor esquadrão de helicópterso da FAB.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
4 anos atrás

Juarez,

Por favor, que história é essa do Pantera ter entrado em combate?

Abraço!

Carlos Crispim
Carlos Crispim
4 anos atrás

Gente, dizer que é falta de dinheiro, e os GTEs que funcionam 24h levando as otoridades? Pra eles tem grana? O que acontece é simplesmente falta de prioridade, não é prioridade mostrar aeronaves à população, que sustenta esse governo corrupto, a prioridade é levar ministros, namoradas, cachorros, gatos e etc…para viajerem de graça pelos estados fazendo turismo e, às vezes, até implante capilar. Dinheiro tem de sobra, mas as prioridades são outras.

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Rafael Oliveira 24 de agosto de 2015 at 23:42 #

Juarez,

Por favor, que história é essa do Pantera ter entrado em combate?

Abraço!º

Rafael, o 5º do 8º é o sucessor do antigo 4 º EMRA, que “chafurdou” no Araguaia.

Grande abraço

Juarez
Juarez
4 anos atrás

Rafael¹ O lema do esquadrão é:

“Testado em combate”…..

Tem umbrigadeiro que foi chefe do COMGAR no comando do Brig Saito que foi piloto naquela época.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
4 anos atrás

Obrigado, Juarez, não sabia dessa “herança”, tampouco pensei na Guerrilha do Araguaia.

Abraço!

Wellington Góes
Wellington Góes
4 anos atrás

Se ter lutado contra a Guerrilha do Araguaia serve como “experiência em combate”. Meu tio, que era soldado do EB à época, deveria ser chamado de Rambo. rsrsrs

Desculpe, não resisti a piada.

Até mais!!! 😉