Home Aviação de Caça Caça Gripen C húngaro faz pouso forçado de barriga

Caça Gripen C húngaro faz pouso forçado de barriga

523
13

Gripen húngaro matrícula 30 - foto via Janes

Segundo notas divulgadas pelo Ministério da Defesa da Hungria, incidente ocorreu devido a falha no trem de pouso. Piloto seguiu o protocolo para o pouso com trem recolhido, ejetando após o toque na pista devido a desvio na trajetória

Nesta quarta-feira, 10 de junho, ocorreu um incidente de pouso forçado de barriga (belly landing) em caça JAS-39 Gripen C da Força Aérea Húngara, fabricado pela sueca Saab. O Ministério da Defesa da Hungria divulgou, ao longo do dia, três notas a respeito do incidente.

A primeira delas foi publicada no final da manhã e  informou rapidamente sobre o ocorrido às 10h52 (hora local da Hungria), na Base Aérea de Kecskemét, que abriga a atual frota de 13 jatos Gripen daquele país (a frota original era de 14 caças, mas um deles se acidentou no mês passado durante exercício realizado na República Tcheca). Foi informado que o piloto se ejetou com sucesso após o toque na pista com o trem de pouso recolhido, sendo encaminhado ao hospital.

A segunda nota, divulgada no início da tarde, informou que o piloto internado no hospital de Kecskemét estava em condições estáveis, conforme informado pelo general Zoltan Orosz em coletiva de imprensa realizada em Budapeste. Também se informou que o piloto, major Alexander Kadar, é bastante experiente e que ejetou devido ao fato do caça, após tocar a pista de barriga, ter desviado para a esquerda, o que obriga a uma ejeção conforme o protocolo.

Acidente-Gripen-Húngaro-foto-via-Yahoo

Na terceira nota divulgada no final da tarde pelo ministério, o problema foi descrito da seguinte forma: a decolagem com o jato Gripen de indicativo de fuselagem número 30 deu-se às 9h05, e às 9h15 o piloto declarou emergência devido ao fato do trem de pouso dianteiro ter recolhido apenas pela metade. Procurou-se resolver o problema em voo, consultando-se também especialistas suecos. Como a resolução não foi possível, o piloto decidiu consumir seu combustível e então realizar o pouso de barriga.

Testes preliminares indicam que a aeronave pode ser reparada, e uma investigação detalhada está em andamento. Demais jatos da frota húngara tiveram seus voos suspensos temporariamente para ser inspecionados. Segundo o general Orosz, não há relação com o acidente ocorrido na República Tcheca em 19 de maio, e o incidente de hoje é um caso claro de problema técnico.

A diminuição da frota em dois aviões, evidentemente, é vista como problemática, mas não inibe a capacidade do país cumprir seus deveres nacionais e internacionais de proteção do espaço aéreo, disse o general. Sobre o acidente de maio, foi informado que continuam as investigações, com a participação de autoridades tchecas, húngaras e suecas.

FOTO DO ALTO: Jane’s, em caráter meramente ilustrativo, do caça Gripen C com indicativo 30.

FOTO DE BAIXO, da aeronave acidentada: Yahoo News

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
5 anos atrás

Ahahahaha Nunão, assim você mata do coração e queima a língua da choldra rafalítica e dos sub-editores do site que deseja ser “concorrente” do PA, kkkkkkkk… Teve até sub-editor lamuriento afirmando que a notícia não sairia aqui por causa da “mesada” (supostamente, a verba de publicidade que eles não tem competência nem capacidade para pleitear). Pô caras, consertem esta joça de vocês, que está com o mesmo visual retrô que tinha em 2010 (CINCO ANOS!), antes de pleitear anunciante sério! Seus ridículos! Os caras não entenderam ainda que o PA não é site de notícia de acidentes, ao contrário deles,… Read more »

Guilherme Poggio
Editor
5 anos atrás

A bruxa está solta para o lado do Gripen.

Se a concorrência F-X2 ainda estivesse no ar, a grande mídia teria noticiado os dois casos com grande alarde.

Vader
5 anos atrás

O UOL e Terra noticiou com destaque Poggio. Só não informaram que curiosamente só cai Gripen da Hungria…

Sabe como é, podem ser dedos de certos “jornalistas especializados”… 😉

Vader
5 anos atrás

Ops, “noticiaram”…

Baschera
Baschera
5 anos atrás

A Hungria é a Índia mais ao ocidente….

Sds.

Guilherme Poggio
Editor
5 anos atrás

Verdade Vader,

Até o “Correio do Povo” de Alagoas (pasmem!) citou o acidente tendo como base a notícia do UOL.

Vader
5 anos atrás

Desculpe Nunão, é que é tanta porcaria que se lê que às vezes a gente perde a paciência.

Poggio: pois é rapaz… Notícia pra malhar a escolha da FAB ganha destaque, mesmo quando as causas mais que provavelmente não tem nada a ver com o projeto da aeronave.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 anos atrás

Saiu um vídeo do acidente. Parece que não houve a separação da cadeira de ejeção e o piloto chegou ao solo ainda amarrado nela:

https://www.youtube.com/watch?v=kTaL96gBXUI

Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 anos atrás

Tem um segundo vídeo, onde o piloto recebe uma medalha por seus esforços e mostra o que parece ser a aeronave que fez o pouso de barriga taxiando com o trem já estendido. Se for mesmo ela, os danos parecem ser ridiculamente simples, até a antena abaixo do nariz ainda está no lugar:

https://www.youtube.com/watch?v=37LVQe09wjQ

Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 anos atrás

Aos 3:13 pode-se ver os detalhes: os benditos tanques subalares foram quem levou a pior. Acho que nunca vi um pouso de barriga numa pista de concreto render tão poucos danos.

A seguradora deveria mandar uma caixa de chocolate para o pessoal da Sargent Fletcher…

Wellington Góes
Wellington Góes
5 anos atrás

Eu sou da opinião de que, só acidenta quem voo. Era assim quando dos acidentes de Super Honet e Rafale durante o processo de seleção do F-X2, aliás, muito utilizado negativamente por gente com cérebro pequeno.

No mais, a maioria dos comentários são rasgação de seda, pois eu já vi sim comentários e/ou notícias que acabavam por danificar a imagem do Gripen, serem censuradas aqui sim. Imparcialidade se dá mostrando os dois lados da notícia, o restante fica pela interpretação de cada um.

Até mais!!! 😉