terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Caças F-22 voltam a Tyndall após seis meses de desdobramento de combate

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-22 da Base Aérea de Tyndall - foto USAF

O sudeste asiático foi o palco do primeiro desdobramento de combate dos jatos F-22 que operam a partir da Base Aérea de Tyndall, na Flórida

Na quinta-feira, 14 de maio, a USAF (Força Aérea dos EUA) divulgou nota sobre o retorno de caças F-22 do 95º Esquadrão de Caça à sua base de Tindall, na Flórida, após um desdobramento de combate de seis meses no Sudeste Asiático.

O desdobramento de seis dos jatos F-22 do esquadrão incluiu 200 pessoas tanto do 95º Esquadrão de Caça quanto do 325º Esquadrão de Apoio Operacional e do 325º Esquadrão de Manutenção, além de outras organizações. Foi preciso um total de 230 toneladas de carga para esse apoio ao desdobramento, segundo a nota, que foi o primeiro realizado pela unidade baseada em Tindall. O 95º foi reativado em 11 de outubro de 2013, e desde então recebeu 24 exemplares do F-22, o que faz de Tyndall a base com o maior contingente de caças de 5ª geração no mundo, segundo a USAF.

A missão de seis meses começou em setembro do ano passado e foi concluída em abril, mas muitos outros meses foram necessários para sua preparação. Como este foi o primeiro desdobramento realizado pelos caças F-22 baseados em Tindall, foi necessário criar diversos processos e sistemas para garantir o sucesso da missão. Isso porque, segundo o comandante do 95º Esquadrão, tenente-coronel Ronald E. Gilbert, “antes da transição para o Comando de Combate Aéreo em outubro de 2012, Tyndall nunca se preparou realmente para sair em combate.” Gilbert complementa: “A base não tinha o treinamento, a infraestrutura, a logística ou a mobilidade acertadas para tornar possível o desdobramento. Assim, nos preparamos por dois anos.”

F-22 da Base Aérea de Tyndall - ampliação foto USAF

O desdobramento também marcou a primeira vez em que um esquadrão de F-22 se desdobrou para combate, segundo a nota, e o comandante do 95º foi categórico sobre o desempenho do caça: “O avião foi soberbo. A melhor aeronave para estar em combate, sem dúvida.”

Na foto do alto, podem ser vistos quatro dos caças F-22 na volta a Tyndall. A imagem logo abaixo mostra um deles sendo preparado para o voo de volta, em uma base no Sudeste Asiático que a nota não revelou qual é.

F-22 em base no Sudeste Asiático na volta a Tyndall - foto USAF

FOTOS: USAF

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Iväny Junior

Stealth de verdade. Feito pra voar e combater.

Últimas Notícias

Último voo operacional da aeronave CC-115 Buffalo no Canadá

O voo operacional final para a aeronave CC-115 Buffalo foi realizado no dia 15 de janeiro pelo 442º Esquadrão...
- Advertisement -
- Advertisement -