domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

Fotos do exercício Lion Effort 2015, que reúne operadores de Gripen na República Tcheca

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Lion Effort 2015 - Gripen da Rep Tcheca Suecia e Hungria - foto 2 MD Republica Tcheca

A cada três anos, o exercício “Lion Effort” reúne pilotos e caças das forças aéreas que operam o jato sueco Saab Gripen, e esta edição de 2015 está sendo realizada na República Tcheca. Hoje, o Ministério da Defesa tcheco divulgou fotos do exercício, reunindo seus caças Gripen aos da Hungria e da Suécia. Entre os fotógrafos e cinegrafistas que cobriram o voo conjunto, estava Jan Kouba, do próprio Ministério da Defesa da República Tcheca.

Segundo Kouba, que se dedica há mais de 20 anos a fotografar e filmar aeronaves, esse foi um evento excepcional, por ser a primeira vez que se realizou na República Tcheca um voo de formatura de caças Gripen de três países. A preparação para uma missão de fotografia aérea como esta, que reuniu os fotógrafos e cinegrafistas em um avião de transporte CASA C-295, é extensa.

Lion Effort 2015 - Gripen da Rep Tcheca Suecia e Hungria - foto MD Republica Tcheca Lion Effort 2015 - Gripen da Rep Tcheca Suecia e Hungria - foto 3 MD Republica Tcheca

Lion Effort 2015 - caça Gripen da Suecia - foto 2 MD Republica Tcheca Lion Effort 2015 - caça Gripen da Hungria - foto MD Republica Tcheca

O porta-voz da Base Aérea de Caslav, que reúne as aeronaves participantes do exercício, afirmou que a missão de fotografia aérea é realizada de forma não prioritária entre as demais do exercício. Assim, só é cumprida numa “vaga” entre as outras missões.

Todos os profissionais envolvidos atendem a um “briefing” com os pilotos, apresentando quem pilotará cada aeronave e as manobras a serem realizadas, de forma a se obter os resultados mais interessantes.

Lion Effort 2015 - Gripen da Rep Tcheca - foto MD Republica Tcheca Lion Effort 2015 - Gripen da Rep Tcheca - foto 2 MD Republica Tcheca

Também é preciso levar em conta as diferenças nas velocidades entre os jatos JAS-39 Gripen e o turboélice de transporte C-295, além das condições meteorológicas e questões de segurança de voo. Quanto mais aeronaves envolvidas, mais complexo e trabalhoso é o trabalho de forma a atender aos pedidos dos fotógrafos para que os caças se aproximassem ao máximo do avião de transporte.

Vale acrescentar que jatos L-159 tchecos também participam do exercício, e o modelo fez parte do voo para os fotógrafos, como se pode ver na imagem abaixo.

Lion Effort 2015 - jatos Gripen e L-159 - foto MD Republica Tcheca

Segundo informações divulgadas no último dia 7 pela Saab, fabricante do Gripen, além dos pilotos e aeronaves da Suécia, Hungria e República Tcheca há participação no Lion Effort 2015 de pessoal da Tailândia (outro país operador do caça sueco),  e a edição 2018 do exercício poderá ser realizada na África do Sul, que também opera o Gripen.

Lion Effort 2015 - caças Gripen da Hungria - foto MD Republica Tcheca Lion Effort 2015 - caça Gripen da Suecia - foto MD Republica Tcheca

FOTOS: Ministério da Defesa da República Tcheca

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

10 Comments

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Claudio Moreno

Logo logo estaremos neste time também !

CM

Fabio ASC

Anões Diplomáticos.

Bem onde o Brasil se encaixa neste momento.

Lamentável.

Claudio Moreno

“A grandiosidade de uma nação começa na mente de seu povo!”

Mohandas Karamchand Gandhi

Recuso aceitar que um ________________ me ridicuralize.
CM

COMENTARIO EDITADO

Fabio ASC

Opa!!! Não tive intensão em ridicularizar você.

Esta é uma opinião minha, que a maioria aqui já está cansada de saber, em relação aos usuários do Grilo.

Explicando: qual a importância geopolítica dos atuais e futuros usuários do Grilo???

Lembrando que quem chamou o Brasil de anão diplomático pela primeira vez não fui eu….

Felipe Morais

Com o atual desgoverno, o Brasil poderia operar o F22, que continuaria sendo um anão diplomático. Vamos lá Fábio, você como gestor das forças armadas, com os recursos atuais para defesa( desconsiderando-se o último corte anunciado), compraria qual caça para FAB? O F35? O rafale? Adianta ter o caça mais moderno estacionado no hangar? Apontar o problema é fácil, Brasil precisa de gente que apresente soluções.

Claudio Moreno

Olá boa tarde Fabio e os Editores!

Perdoem-me pelo destempero…foi grosseiria de minha parte. Não existe desculpas para minha frase acima.

A denominação israelense pelo seu idioma eu sei que soa “anti-semita”, mas não é o meu caso. Mesmo assim não voltarei a usá-la.

Peço que os Amigos e colegas aceitem minhas sinceras desculpas por esta gafe.

CM

Fabio ASC

Claudio Moreno, Relax…

Reportagens especiais

Um pouco sobre Seção Reta Radar (RCS) e tecnologia ‘stealth’

O termo "stealth" é conhecido desde 1980 nos círculos de Defesa, mas tornou-se popular na década de 1990, com...
- Advertisement -
- Advertisement -