Home Aviação de Caça FAB sinaliza que PAMA-SP continuará suas atividades apoiando, futuramente, o Gripen

FAB sinaliza que PAMA-SP continuará suas atividades apoiando, futuramente, o Gripen

1341
20

Gripen NG Demo decolando de Malmen - 5

Notícia  sobre a passagem do cargo de diretor do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP), publicada em 10 de abril pela Força Aérea Brasileira (FAB), sinaliza que atividades hoje realizadas pelo parque no apoio ao jato supersônico F-5M, que hoje é o principal caça da FAB, prosseguirão no futuro quando este começar a dar lugar ao Gripen.

Quem acompanha o Poder Aéreo se acostumou a ver, ao longo dos anos, muitas reportagens detalhadas sobre o trabalho do PAMA-SP, em especial sobre as inspeções, revisões, revitalizações e reparos de grande monta nos caças F-5 da FAB. E também pôde acompanhar a repercussão, na mídia, de uma polêmica que ressurge com frequência sobre a desativação do Campo de Marte, em São Paulo, que é a forma genérica de se denominar tanto as instalações civis (com diversos hangares e oficinas da aviação geral, executiva e de helicópteros) quanto militares da grande área que, em boa parte, é ocupada pelo PAMA-SP.

Domingo Aéreo PAMA-SP 2014 - revisões caças F-5M no Hangar 3 - foto Nunão - Poder Aéreo

Trata-se de uma queda de braço entre esferas municipais e federais que, somada a planos e ações de concentrar, racionalizar (sem falar em terceirizar) os trabalhos de manutenção pesada de aeronaves da FAB, frequentemente colocam em dúvida a continuidade dos trabalhos realizados pelo PAMA-SP, conjecturando-se a transferência destes para outras organizações (da FAB ou não) .

A recente transferência das revisões do C-105 Amazonas do PAMA-SP (que antes apoiava o C-115 Buffalo) para o Parque de Material Aeronáutico do Galeão (PAMA-GL), pareceu ser mais um fator nessa equação. Vale lembrar, para os leitores interessados em se aprofundar nesse assunto, que algumas das inúmeras matérias especiais do Poder Aéreo, notas da FAB e “clippings” da imprensa em geral, tratando de todos esses temas, podem ser vistas nos links ao final.

PAMA-SP-2012-22set-F-5EM-FAB-foto-2-Nunão-Poder-Aéreo

Porém, tanto o título quanto o texto da nota publicada dia 10 pela Força Aérea Brasileira, sobre a passagem de comando realizada em 6 de abril, sinaliza a intenção de se trazer para o PAMA-SP o futuro caça da FAB, o Saab Gripen. E também afirma que todo esse projeto logístico é visto como um importante desafio para a unidade.

Confira, abaixo, o texto completo da notícia veiculada no site da FAB:

Parque de Material Aeronáutico de São Paulo tem novo diretor

A unidade é responsável pelo apoio logístico aos caças F-5 e, futuramente, receberá também as novas aeronaves Gripen NG

Uma cerimônia militar marcou a passagem do cargo de diretor do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP), assumido pelo Coronel Aviador Ricardo Augusto Fonseca Neubert segunda-feira (06/04). A unidade, que compõe o Sistema de Material Aeronáutico da Força Aérea, é responsável pelo apoio logístico aos caças F-5 e, futuramente, receberá também as novas aeronaves de combate da FAB, os Gripen NG. O novo diretor substitui o Brigadeiro do Ar Roland Leonard Avramesco.

Passagem comando PAMA-SP abril 2015 - foto FAB

Durante a cerimônia, o Diretor de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), Major-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, destacou o desafio apresentado pelo projeto logístico do Gripen-NG. Já o Brigadeiro Roland desejou boas-vindas a seu sucessor.

O Coronel Neubert possui 35 anos de serviço, grande parte em atividades de apoio logístico. Foi Chefe da Divisão de Logística da Comissão Aeronáutica Brasileira na Europa (CABE), Chefe da Divisão de Projetos Aeronáuticos da Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB) e Diretor do Parque de Material Aeronáutico de Recife (PAMA-RF).

A solenidade foi presidida pelo Comandante-Geral de Apoio (COMGAP), Tenente-Brigadeiro do Ar Dirceu Tondolo NôBrigadeiro Roland se despeda da FAB em SP PAMA-SPro, e contou com a presença de autoridades militares e civis, do Brasil e do exterior.

Passagem comando PAMA-SP abril 2015 - foto 2 FAB

PAMA-SP

Um dos seis Parques Aeronáuticos da FAB, o PAMA-SP, localizado no Campo de Marte, é uma das mais antigas unidades de logística do Comando da Aeronáutica. Atualmente conta com cerca de 1.100 militares, sendo responsável pela manutenção das aeronaves de caça F-5 Tiger, dos projetos de asas rotativas de transporte do H-60 Black Hawk, dos H-35 e H-36 Caracal que atendem à presidência da República e dos Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT).

VEJA TAMBÉM:

20
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
Daniel SerraAlexandreRinaldo NeryJustin CaseFranco Ferreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Ao contrário do F-5, o JAS-39 tem como usar a pista do PAMA.
A PMSP não deve ter gostado nada disto.

Claudio Moreno
Visitante
Member
Claudio Moreno

PQP! ADOREI !!!

Quanto ao fato da PMSP do Haddad e tb o safado do Kassab que se lasquem!

Os caras queria tirar o PAMA-SP por conta do valor imobiliário.

CM

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

Mauricio, foi nisso mesmo que pensei, se eles conseguiriam pousar la, ou serem levados de caminhão.

sds
GC

Roberto F Santana
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Com relação a foto, belíssima, realmente. Com um pouco de imaginação me fez lembrar a base rebelde de Star Wars, episodio IV, pouco antes das cenas de ataque à Estrela da Morte.

Com relação ao PAMA e, consequentemente, o Campo de Marte em si: precisamos de aeroportos e não que eles sejam fechados. Mesmo que outro seja construído na PQPlândia. E por isso mesmo, inclusive. Sei que seria uma operação complicada mas ainda imagino Marte operando voos regionais, com as devidas e necessárias modificações, se elas forem realmente possíveis.

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Eu já vi um par de F-5 decolando do Campo de Marte… foi muito show.

Roberto F Santana
Visitante
Member
Roberto F Santana

Uma curiosidade sobre a sonda REVO do F-5.

Consta que o Skoshi Tiger, o F-5 enviado para combater no Vietnam, que alguns chamam de F-5C, recebeu da fabrica algumas modificações para adequação à nova arena de guerra no Sudeste Asiático. A sonda teve sua origem nessas modificações e exigências, que incluíam 90 kg de placas de blindagem , pylons ejetáveis, camuflagem, avionics, etc. Tudo isso, a Northrop projetou, testou e entregou em somente três semanas!
A sonda REVO no Skoshi Tiger ficava no lado esquerdo.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

F-5 decolando do PAMA? E em par? Eu nunca ouvi falra disso!

E olha que eu já li sobre Mirage III pousando em pista de 1800m.

Roberto F Santana
Visitante
Member
Roberto F Santana

Isso é porque não viram o F-5 decolando do Santos Dumont!

Roberto F Santana
Visitante
Member
Roberto F Santana

Vou deixar pro Justin contar essa história.

Franco Ferreira
Visitante
Franco Ferreira

Sei não… Sei não!

Luiz Fernando, Roberto Santana e Justin in case:

Quando foi esta decolagem, antes ou depois do metrô na cabeceira Este?

Roberto F Santana
Visitante
Member
Roberto F Santana

Prezado Franco Ferreira,

Eu falo da vez que três F-5 retornavam de uma missão quando fechou Santa Cruz e o Galeão e os caças tiveram que pousar no Santos Dumont.
Dias depois um colega meu viu os três decolarem de RJ de volta para Santa Cruz.
Ele me disse que foi coisa pra nunca mais esquecer.

Eu pensei que o Justin soubesse de mais detalhes.
Você lembra?

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Olá, amigos. Para saber se era possível decolar ou pousar um Mirage III na pista de Campo de Marte é simples. Basta entrar no manual de performance com os dados de peso, altitude, temperatura, vento, obstáculos à frente, etc. Como eu não tenho o manual, não posso confirmar. Não me lembro de nenhum caso real. No entanto, em condições especiais, creio que seria possível. Decolagem é mais fácil garantir, pois a condição inicial é perfeitamente conhecida. O pouso é bem mais arriscado, uma vez não se pode ter certeza de qual será a velocidade de cruzamento da cabeceira e o… Read more »

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case
Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Oops, pág. 74.

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Vi o GRIPEN operando em Anápolis, em 2000, e achei a distancia de pouso bem curta. Há que se consultar, como disse o Justin, os gráficos de performance da aeronave.
Mas a pista de Marte é bem crítica. Não sei se compensaria os riscos. E só opera visual, salvo melhor juízo.
E a nossa gloriosa PMSP, não tem nada do que reclamar. O aeródromo não é deles.

Alexandre
Visitante
Alexandre

O PAMASP vem sendo sabotado pelos governos e prefeituras do PT, tem sido pilhado , abandonado e descartado da sua principal finalidade, tudo isso por estar localizado em área nobre de alto valor imobiliário. O PAMASP e um parque com toda infra estrutura para fabricar o Gripen, ja esta pronto, tem pista de 1500m mais que suficiente pra pouso de decolagem dessa aeronave, esta situado em local de fácil acesso, cercado da melhor mao de obra desse pais, não necessitaria de investimentos em novas fabricas, esta pronto. Esta na hora do povo de SP se posicionar e não deixar que… Read more »

Daniel Serra
Visitante

Se a manutenção dos NGs ficar a cargo no PAMA-SP, não acredito que esses pousem ou decolem através da pista do Campo de Marte, apesar de terem capacidade para operar em pistas curtas.

Por motivo de segurança e barulho, acredito que chegarão por carretas, da mesma forma como os F-5 chegam e saem.