terça-feira, junho 22, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea Indiana recebe oficialmente, na França, seus dois primeiros Mirage 2000 modernizados

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 8 Dassault

A Dassault Aviation divulgou informações e fotos a respeito da cerimônia oficial de recebimento, por parte da Força Aérea Indiana, de seus dois primeiros caças Mirage 2000 I/TI modernizados. A cerimônia foi realizada no Centro de Ensaios de Voo da Dassault em Istres, na França, com a presença do embaixador da Índia, Arun K. Singh, do diretor-executivo da Dassault, Eric Trappier, e do diretor geral adjunto de sistemas de missão de defesa da Thales, Eric Pommellet.

cerimônia entrega primeiros Mirage 2000 modernizados à Índia - foto Dassault cerimônia entrega primeiros Mirage 2000 modernizados à Índia -  foto 5 Dassault cerimônia entrega primeiros Mirage 2000 modernizados à Índia -  foto 3 Dassault cerimônia entrega primeiros Mirage 2000 modernizados à Índia -  foto 2 Dassault

cerimônia entrega primeiros Mirage 2000 modernizados à Índia -  foto 4 Dassault

Além das fotos da cerimônia, a empresa divulgou imagens das aeronaves passando pela modernização e realizando voos de teste (caso da foto de abertura desta matéria e das demais, logo abaixo), que começaram em 5 de outubro de 2013.

O contrato de modernização foi assinado em julho de 2011 e, entre uma data e outra, foram desenvolvidos e instalados os kits de equipamentos da Thales, compreendendo radar, suíte de guerra eletrônica e computador de missão.

Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 9 Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 7 Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 6 Dassault

O executivo Eric Trappier aproveitou a ocasião para lembrar as relações históricas das forças aéreas da França e da Índia, assim como a seleção do caça Rafale na concorrência indiana MMRCA (avião de combate multitarefa de porte médio), para negociações exclusivas.

Trappier também mencionou a estatal indiana HAL, que será responsável pela modernização dos demais caças Mirage 2000 I/TI, dentro da política “Made in India” do atual governo local.

Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 2 Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 4 Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 3 Dassault Modernização do Mirage 2000 para a Índia -  foto 5 Dassault

FOTOS: Dassault

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Ok, eu vou dizer: eu acho o Mirage 2000 o mais bonito da família Mirage.

E se eu fosse bilionário, eu comprava um para minha frota de warbirds supersônicos, junto do Su-27.

Clésio Luiz

E maldito seja quele que mandou destruir todos os Tomcats após dar baixa da USN, impedindo de eu comprar um. Queime no inferno…

Marcelo Moraes

De fato um belo caça, a primeira foto é sensacional!

Galeão Cumbica

So faltou a foto do painel! este não sei se vão divulgar!

sds
GC

Solskhaer

Muito fã desse caça! Já estou com saudades de quebrar uns vidros por aqui com seus rasantes!

Vader

O Mirage 2000 não apenas é o mais belo Mirage de todos os tempos: é também o melhor avião jamais fabricado pela França/Dassault até o advento do Rafale, no final dos anos 80. Só que enquanto o Mirage-2000 é um caça vencedor, com excelente relação custo-benefício, que foi vendido para inúmeros países, que se pagou, deu lucro pra Dassault e pra França, é utilizado até hoje, e estaria com uma pequena modernização sendo vendido aos magotes até hoje, o Rafale é um caça de eficácia duvidosa, caríssimo, fracassado comercialmente, renegado pela própria fabricante, fora de seu tempo, pois chegou à… Read more »

Melky Cavalcante

Foi um Crime Encerrar a Linha do Mirage. Quem tomou essa decisão realmente não gosta da Dassault. Na hora de fazer greve os franceses amarelam 🙁

Penguin

Um belo avião. Contudo, não estava vendendo. Em 2000, ocorreu a última encomenda, da Grécia. Em 2007, a Dassault encerrou a produção. Nesse meio tempo, ele perdeu todas as concorrências em que participou, ora para o F-16 ora para o Gripen.

Penguin

E F-18.

Kojak

“Vader
25 de março de 2015 at 19:16 #”

Concordo em boa parte.

Penguin

SH, F15 e F16 em suas versões mais atualizadas dão um bom caldo.

Não fosse a ……….. da Dassault ….. esse Mirage é show.

O $orri$o do$ Hindu$ é inde$critível. (r$).

Não podemos esquecer o Kfir B 60 !

Shalom

Mauricio R.

Mirage por Mirage, sou mais o F-1.
Mas precisa gostar mto dessa tranqueira, p/ pagar preço de aeronave nova por um simples upgrade.
Talvez os hindus (força aérea e MoD) devessem se sentar c/ os franceses e negociarem a compra de uma licença de fabricação, do ferramental, jigs, etc, etc, etc, e voltar a fabrica-lo, na Índia.

Pangloss

Maurício R.,

se a HAL adquirir a licença de fabricação do Mirage 2000, com ferramental, capacitação de pessoal, etc., depois de 20 anos eles conseguirão montar um Super Tucano, a partir das peças do Mirage 2000.

Penguin

A realidade foi que a Dassault esperou 7 anos sem vendas para só então fechar a linha de produção do M2K,

Para manter o M2K competitivo ela teria que investir no projeto, criando algo com um Mirage 2000NG. Seria um competidor do Rafale. Acho que não seria viável para a Dassault sem um cliente externo que financiasse a empreitada (a exemplo do Mirage 4000).

Vader

Penguin, o Mirage-2000 parou de vender porque enquanto a LM evoluia o F-16, inclusive em suas armas, e a Boeing fez do Hornet o Super Hornet, a Dassault praticamente abandonou o caça em prol do fiasco Rafale. Ainda assim queriam porque queriam nos empurrar goela abaixo seu defasado aça, no FX1. Enfim, uma sucessão de erros…

O que quero dizer é: um Mirage-2000NG, monomotor, leve, ágil, com aviônica moderna, armas de qualidade, talvez uma arquitetura mais aberta para integrações, iria vender até hoje.

Infelizmente o Mirage-2000 hoje, tirando as poucas moscas brancas dos Emirados, é história.

Iväny Junior

Já disse em outro tópico mas vou até repetir aqui: Com o preço da MODERNIZAÇÃO do Mirage 2000, dava pra COMPRAR (ou receber doação e pagar a modernização no tio Sam) 2 F-16C modernizados ao Block 50 e ainda SOBRARIA 8 milhões de dólares. Por mim, a Índia deveria ter integrado a missilística e contramedidas israelenses (Python V e Derby) no Mirage 2000 (o deles usava radar Cyrano IV, compatível em outras forças), fazer a manutenção estrutural e deixá-los na linha de frente aumentando o número de saturação. Imagino que nisso gastariam em torno de 1 ou 2 milhões de… Read more »

Kojak

“Vader
26 de março de 2015 at 20:32 #

Iväny Junior
26 de março de 2015 at 22:08 #”

Perfeito.

Fico com ambas opiniões.

Revivendo um pouco do nosso passado:

http://www.aereo.jor.br/tag/mirage-2000br/

http://www.aereo.jor.br/2011/01/29/mirage-2000br-a-proposta-da-dassault-para-o-programa-f-x1-da-fab/

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,embraer-quer-exportar-o-caca-mirage-2000br,20020204p24257

Iväny Junior

Kojak

O vídeo de “sweetland” é impagável, rsrsrsrs

Iväny Junior

Um pequeno equívoco: o radar dos Mirage 2000H é o RDM e não o Cyrano IV, porém é muito semelhante ao seu predecessor imediato. Acredito que nele também poderiam usar os mísseis israelenses.

Reportagens especiais

Helibras inaugura fábrica do EC725 – veja como foi o evento

- O Poder Aéreo esteve na inauguração da linha de montagem do helicóptero militar EC725, onde também deverá ser produzida...
- Advertisement -
- Advertisement -