segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer assina nova venda de cinco jatos E175 com a Republic  

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

E-175 United Express da United Airlines - imagem Embraer

Em nota divulgada nesta quarta-feira, 11 de março, a Embraer informou a assinatura com a Republic Airways Holdings Inc., operadora com a maior frota de E-Jets do mundo, de contrato firme para cinco jatos E175. O acordo, que tem valor estimado de USD 222 milhões, com base nos preços de lista da Embraer, será incluído na carteira de pedidos do primeiro trimestre de 2015. As aeronaves, configuradas em duas classes, com 76 assentos, têm previsão de entrega para meados de 2016.

Este pedido de cinco E-Jets é adicional aos dois anteriores feitos pela Republic para o jato E175, em janeiro de 2013, para 47 aeronaves, e em setembro de 2014, para 50 aviões. Além deste novo pedido, a Republic mantém 32 opções de compra do E175.

175_American Eagle

Na América do Norte, o E175 tem dominado o segmento de 76 assentos nos últimos dois anos, com uma participação de mercado de cerca de 80% em pedidos.

A família de E-Jets entrou em serviço em 2004. Atualmente, os E-Jets estão voando com 65 companhias aéreas de 45 países, com uma participação de mercado de 62%, com base em entregas, no segmento de jatos com capacidade para até 130 lugares Os E-Jets voam com empresas aéreas tradicionais, de baixo custo e regionais, bem como empresas de voos fretados. Os E-Jets têm uma rede global de suporte ao cliente com 37 centros de serviços para manutenção e reparos em todo o mundo, incluindo 12 Centros de Serviço Autorizado da Embraer (EASC) e 25 independentes.

Sobre a Republic Airways Holdings Inc.

A Republic Airways Holdings Inc. tem base em Indianápolis, Estado de Indiana, nos Estados Unidos, e é uma empresa holding que controla a Chautauqua Airlines, Republic Airlines e Shuttle América, coletivamente “as companhias aéreas”. Estas empresas operam uma frota combinada de cerca de 250 aviões e oferecem diariamente mais de 1.300 voos regulares para passageiros para mais de 110 cidades nos Estados Unidos, Canadá e o Caribe por meio de acordos de serviços a preço fixo operados com a marca de companhias aéreas parceiras como American Eagle, Delta Connection, United Express e a US Airways Express. As empresas aéreas pertencentes ao grupo têm atualmente cerca de 6.500 profissionais de aviação.

FONTE / IMAGENS: Embraer

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Kojak

O texto diz tudo.

Quase 2/3 do mercado.

VIVA A EMBRAER.

Que as opções se confirmem com o tempo.

E que venham muito mais vendas.

Kojak
Kojak

Alta do dólar favorece empresas que competem no exterior, como a Embraer

http://g1.globo.com/hora1/noticia/2015/03/alta-do-dolar-favorece-embraer-e-empresas-que-competem-no-exterior.html

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

A concorrência, presente no Brasil:

“Gulfstream is poised to deliver the first Brazilian-owned and -registered G280 business jet, following validation of the super-midsize type earlier this month by the country’s civil aviation authority, ANAC.”

“Departing from São Paulo, the G280 can reach the entire continent without refuelling and can fly to Europe with one stop,”

(http://www.flightglobal.com/news/articles/Gulfstream-gears-up-to-deliver-first-Brazilian-registered-G280-410018/)

Luiz Fernando

Parabéns a Embraer por mais este contrato.

É muito bom ver os Ejet´s E1 ainda vendendo, enquanto os E2 estão sendo desenvolvidos.

Não vejo a hora de ver o primeiro E2 voando…

Reportagens especiais

Os F-5 da Jordânia, agora na FAB

A Real Força Aérea da Jordânia recebeu um total de 61 Northrop F-5E Tiger II e outros 12 F-5F...
- Advertisement -
- Advertisement -