Home Acidente Aéreo Lembram-se do C-130 que se acidentou na Antártida?

Lembram-se do C-130 que se acidentou na Antártida?

1707
32

C-130 da FAB acidentado na base chilena - foto G1

Segundo reportagem do G1, FAB não tem previsão de reparo ou desmanche; tratado proíbe deixá-la lá.

ClippingNEWS-PAUm avião modelo Hércules C-130, da Força Aérea Brasileira, que se acidentou na Antártica em novembro passado, continua de barriga no chão em uma base no continente mantida pelo governo do Chile, sem que haja previsão de conserto ou desmontagem para remoção ao Brasil.

Com isso, segundo especialistas, o país estaria ferindo a exigência do Tratado Antártico, que rege as atividades na região, que proíbe os Estados-membros de deixarem resíduos em qualquer parte do território, com biodiversidade considerada sensível a impactos ambientais.

Imagem obtida pelo G1, feita há cerca de um mês (ver imagem acima), mostra o avião militar tombado na pista da base Eduardo Frei.

O acidente aconteceu em 27 de novembro, quando o cargueiro, que tem pouco menos de 30 metros de comprimento, realizava o traslado de civis e militares entre Punta Arenas, no Chile, para a base antártica.

O trecho integra a logística da FAB e da Marinha para levar cientistas e militares à estação Comandante Ferraz, na Baía do Almirantado, dentro do Programa Antártico Brasileiro (Proantar).

O local, reconstruído de forma provisória após incêndio ocorrido em 2012 (que causou a morte de dois militares), abriga pesquisadores responsáveis por estudos sobre mudanças climáticas, meteorologia, vida marinha, arquitetura e etc.

Da base chilena até Comandante Ferraz, o trajeto é feito de helicóptero ou por navio – modal utilizado com mais frequência.

Pouso de barriga

As causas do acidente ainda são investigadas, mas há chance de que o clima hostil na Antártica, com ventos intensos e grande quantidade de nuvens, que prejudicam a visibilidade na hora do pouso, possa ter interferido.

Na época, o cargueiro repleto de militares e civis pousou de barriga, o que provocou danos em uma de suas hélices e nos trens de pouso. O impacto não deixou feridos, mas causou vazamento de combustível sobre a neve.

De acordo com a Aeronáutica, os fatores envolvidos ainda estão sob investigação e farão parte de um relatório final que não tem prazo para ser concluído. Além disso, segundo a assessoria de imprensa da FAB, por se tratar de um avião militar, não são divulgados detalhes do processo “por questões de segurança nacional”.

Risco de impacto ambiental

Fernando Arbache, especialista na área de segurança aérea e professor de logística da Fundação Getúlio Vargas (FGV), explica que consertar um avião do porte do Hércules pode ser uma operação muito custosa, já que aconteceria em meio à neve e não há grandes chances de testes de voo após a manutenção.

Ele explica que uma alternativa é desmontar a aeronave e trazer de volta, em navio, as peças, que virariam sucata ou seriam reaproveitadas para a manutenção dos outros 23 Hércules C-130 que integram a frota da FAB.

Porém, segundo ele, é preciso agir rápido para evitar possíveis impactos ambientais que a permanência da aeronave causaria no solo antártico.

“O avião está se deteriorando, pode soltar óleo e outros fluidos. Como a Antártica é muito sensível, qualquer impacto, mesmo que seja pequeno, pode ter um resultado negativo tanto para o meio ambiente, quanto para a imagem do Brasil perante os outros governos, que podem responsabilizar o país por abandonar um avião lá”, disse ele.

“Quanto mais você espera, pior fica a situação. [A situação] é mais séria do que se imagina”, complementa o especialista.

‘Sem risco’

Segundo a Aeronáutica, o avião foi retirado da pista da base aérea Eduardo Frei e setores logísticos da FAB avaliam as possibilidades de recuperação da aeronave no local ou a desmontagem para o transporte.

Com relação aos vazamentos de fluidos logo após o acidente, a Força Aérea informou que uma equipe de militares do Brasil tomou providências logo após o acidente “para evitar qualquer tipo de contaminação do ambiente”.

Em nota, a FAB comunicou que foram recolhidos resíduos líquidos derramados no solo por causa de danos nos motores e no trem de pouso, e foi feita a raspagem da neve contaminada na hora do acidente . Os fluidos existentes no avião foram drenados e acondicionados em tonéis e as partes elétrica e hidráulica foram “totalmente desenergizadas”.

Ainda de acordo com a Aeronáutica, as missões do Brasil para a Antártica não foram afetadas e estão sendo atendidas por outras aeronaves. Por ano, são realizadas 20 voos dentro do Proantar, sendo dez de ida e outros dez de volta.

FONTE/FOTO: G1

COLABOROU: D. Kaffiner

32
Deixe um comentário

avatar
32 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Rinaldo NeryeparroMarcos GilbertÍcaro Luiz GomesBaptista Jr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
rommelqe
Visitante
rommelqe

Prezado Poggio,
Quantos Hercules ainda se encontram em condições operacionais na FAB? Abs

Aldo Ghisolfi
Visitante
Member
Aldo Ghisolfi

RETRATO TRISTE DO BRASIL…

Iväny Junior
Visitante
Member

O brasil é brasil.

Uma coisa dificílima é provocar um incêndio na Antártida. Mas a incompetência “jeitinho brasileiro” não conhece limites.

Próximo passo? Vocês vão ver que certa transposição irá secar o quarto maior rio do território nômade, caótico, corrupto e violento.

Pangloss
Visitante
Pangloss

A mesma força aérea que há pouco debatia se adquiriria Gripen, Rafale ou Super Hornet não consegue remover o cadáver de um Hércules na Antártica. Eu acho de um otimismo panglossiano acreditar que a FAB tem alguma capacidade de combate. Quando o Nelson Jobim disse que o F-35 é demais para nós, acho que ele poderia fazer um desconto e escancarar logo a verdade: o F-5 – e não o F-35 – é demais para nós. Na Marinha, não conseguimos sequer manter a Corveta Frontin, e ficamos sonhando com duas esquadras, cada qual com seu navio aeródromo e sua respectiva… Read more »

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Quem ainda vai remover esse avião de lá serão os chilenos.

Mauricio Silva
Visitante
Mauricio Silva

Olá.

Provavelmente essa aeronave será perdida. Pena, pois acredito, numa primeira olhada, que a célula poderia ser recuperada.
Enfim, não me parece que haverá condições de retirada do aparelho de modo que esse ainda possa voar.

“Além disso, segundo a assessoria de imprensa da FAB, por se tratar de um avião militar, não são divulgados detalhes do processo “por questões de segurança nacional”.”

Um “pouquinho” de exagero, né? Um relatório de um acindente com um cargueiro na Antártica comprometendo a segurança nacional? Meio “forte” essa declaração.

SDS.

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Melhor a FAB pedir para a Fach cuidar do assunto, analisa, poe preço, aprova e resolve.

Ou dá o C130 para eles, melhor.

Acho que ele aceitam.

“Vinda longa e próspera”

Kojak
Visitante
Member
Kojak

“rommelqe
28 de fevereiro de 2015 at 17:13 #”

100% sem restrições, dois.

com restrições, máximo quatro.

Tem um que foi modernizado no MUSAL.

Saldo, somente com quem é de dentro, mas “na chon” (rs).

“Vida longa e próspera”

Tadeu Mendes
Visitante
Member
Tadeu Mendes

Vergonhoso..vergonhoso….vergonhoso.

Nao querem, ou nao conseguem resolver um probleminha logistico destes.

Que irao fazer quando o Brasil entrar em uma guerra de verdade, e comecar a perder jatos de combate e avioes de transporte???? Vao deixar que se enferrujem?

Essa historia de invocar a seguranca nacional em uma simples questao operacional e uma palhacada.

Ja sei….tava todo mundo muito ocupado por causa das festas de natal, o reveillon, o carnaval….e por ai vai.

O Brasil de hoje nao tem condicoes de entrar em combate com paises fortes.

rommelqe
Visitante
rommelqe

Poggio e Kojak, muito obrigado.
Esperamos, portanto, que o desenvolvimento e certificação do KC390 seja exitoso e que continue dentro do cronograma original.
Abs

Kojak
Visitante
Member
Kojak

“Tem um que foi modernizado no MUSAL.”

Melhor:

O que foi enviado ao MUSAL é um dos modernizados.

http://www.aereo.jor.br/2014/10/07/museu-aeroespacial-recebe-lockheed-c-130-hercules-2453/

“Vida longa e próspera”

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Para cortar corações:

http://www.aereo.jor.br/2012/09/11/reliquias-ao-relento/

“Vida longa e próspera”

Zampol
Visitante
Zampol

Mauricio Silva 28 de fevereiro de 2015 at 23:02 # “Além disso, segundo a assessoria de imprensa da FAB, por se tratar de um avião militar, não são divulgados detalhes do processo “por questões de segurança nacional”.” Um “pouquinho” de exagero, né? Um relatório de um acindente com um cargueiro na Antártica comprometendo a segurança nacional? Meio “forte” essa declaração. Maurício, muito pertinente esse teu comentário! Talvez seja mais grave para a Segurança Nacional esse atrazo em resolver a situação enquanto revelador do grau de preparação (ou não) da FA em afrontar situações desse naipe. E o tempo corre, o… Read more »

Marcos
Visitante
Member
Marcos

E alguém ai, quando do acidente, apostou uma garrafa de vinho que esse avião iria sair de lá voando.

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

Sairá desmontado e na barriga de um KC390.

sds
GC

Mauricio Silva
Visitante
Mauricio Silva

Olá Zampol, boa tarde.

“Talvez seja mais grave para a Segurança Nacional esse atrazo em resolver a situação enquanto revelador do grau de preparação (ou não) da FA em afrontar situações desse naipe.”

Concordo. Além disso, por conta da tal “segurança nacional” planos e estratégias das nossas FFAA não vem a público, público esse que é o financiador e provedor dos recursos das forças de defesa.
Ou seja, pagamos sem saber o quê e nem por quê. Esse é um dos motivos pelos quais as FFAA e a população em geral são tão distantes. Pena, pois poderiam ter mútuo apoio.

SDS.

Baptista Jr
Visitante
Baptista Jr

Caros Amigos e Leitores do Poder Aéreo Mais uma vez, venho a este espaço, do qual sou assíduo leitor e fã, para esclarecer algumas informações postadas e mal interpretadas, acerca do C-130 Hércules acidentado no Continente Antártico. No passado, como Presidente da COPAC, participei com esclarecimentos sobre os processos de compras da FAB – F-X2, H-XBR, KC-390 e outros. Em 2013, como Comandante da Defesa Aérea Brasileira, discutimos a Lei do Abate, a participação da Defesa Aérea nos “Grandes Eventos” etc, sempre dentro de uma relação madura e respeitosa, motivo principal para que eu me disponha participar deste espaço. Hoje,… Read more »

Mauricio Silva
Visitante
Mauricio Silva

Prezado Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr., boa tarde. Antes de mais nada, agradeço pela disposição de elucidar e esclarecer vários pontos que geravam dúvidas quanto ao processo de resgate/reaproveitamento da aeronave acidentada, algumas delas geradas pela própria acessoria de imprensa da FAB, de acordo com o texto sob análise. De forma geral, vejo nossas forças armadas “desacostumadas” a prestar informações e exclarecimentos ao público em geral de forma expontânea, sem a necessidade de um questionamento formal por parte de algum cidadão/instituição. Por vezes o uso da questão da “segurança nacional” impede que a população em geral se torne mais próxima… Read more »

Baptista Jr
Visitante
Baptista Jr

Apenas uma correção do meu texto acima: a data prevista para a decolagem, caso esta seja confirmada como a melhor opção, é 23 de dezembro de 2015. Ainda sobre a reportagem publicada no G1, complementada por um dito especialista: – Não há qualquer risco para o meio-ambiente o fato de a aeronave permanecer em solo Antártico, pois todos os líquidos foram drenados e tirados da Antártica; – O Brasil não está ferindo o Tratado Antártico, pois está totalmente comprometido a retirar a aeronave de lá. Apenas fará isso de forma segura e profissional, dentro do tempo necessário e seguro, em… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Chefe, parabéns pelos oportunos esclarecimentos.
Assim como um amigo acima postou que ¨assuntos de segurança nacional¨ eram uma ¨desculpa meio forte¨, também achei que o termo ¨incompetência¨, com o qual nos adjetivaram, também foi um pouco forte…
O filho mais velho já se apresentou lá em Manaus, no Arara. Olhe com carinho a disponibilidade dos C-105. rsrsrsrs
Forte abraço.
Guardião 03

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Cel Rinaldo Nery

https://www.youtube.com/watch?v=OUBTR1VTIfw

O Senhor estava “meio sumido”.

Faz falta neste espaço.

E os A 330 já estão chegando ?

Ouvi falar em A 350 para 2017 ?

Abraços.

Ícaro Luiz Gomes
Visitante
Ícaro Luiz Gomes

Prezado Brig. Batista Jr.,

obrigado pelos esclarecimentos sobre o tema em questão e gostaria de agradecer por dispor do seu tempo para tanto.

Espero que nas próximas férias do senhor a sorte ajude e possamos nos encontrar em terras natalenses (Praia de Ponta Negra), já que da última vez, apesar de estarmos na mesma praia, a sorte e algumas dezenas de metros não ajudaram.

SDS

Marcos Gilbert
Visitante
Marcos Gilbert

É com o maior respeito e felicidades que rebemos os esclarecimentos do Sr. Baptista Jr. pois muitas vezes comentarmos em cima de matérias jornalísticas com poucas informações ou mesmo informações que desviam da realidade, que não foram feitas com o intuito de deturpar e destruir a verdade, mas por falta de conhecimento de quem faz as matéria na mídia corrente. Por isso agradeço mais uma vez aos editores deste sitio que jogam a luz sobre os assuntos militares no Brasil e no mundo. Peço mais uma vez perdão pois muitas das criticas que fazemos são na verdade um grande desabafo,… Read more »

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr Diretor de Material Aeronáutico e Bélico da FAB Saudações Suas manifestações (2) colocam uma enorme parte do assunto em seu devido lugar. Acrescento, solicito e sugiro: 1.- Acrescento, “Kojak 1 de março de 2015 at 0:02 #” Meu comentário foi sincero, mas cometi uma falha: comentar o texto/tema como sendo única verdade, não fiquei atento que as manifestações creditadas a FAB são muito genéricas. A reportagem deveria ter ido mais “a fundo”; 2.- Solicito, a) Nós possuímos no inventário 22 unidades C 130 ou no total chegamos a ter 24/25 ?; b) Quantos C 130… Read more »

Kojak
Visitante
Member
Kojak

“……. acima são recorrentes no PA de forma continuada, extremamente repetitiva e ………”

Haja pleonasmo.

rs

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr

Desculpe-me,

novidades dos 767 ER MRTT (2 ou 3?)

https://www.youtube.com/watch?x-yt-ts=1421914688&v=bd7n-h_CfVQ&x-yt-cl=84503534

Obrigado.

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr

Desculpe-me II,

Tem previsão para os “dentes” do P 3-BR ?

O Nunão vai me matar …… soluço cerebral, crônico ou agudo ?

Reitero minhas desculpas, mas as duas últimas solicitações são muito recorrentes.

MB Baptista Jr

e Nunão,

prometo, parei …….. (rs).

eparro
Visitante
eparro

Nada como uma boa nota de esclarecimento!

Meus respeitos ao Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr., pela linguagem simples, clara e objetiva.

Quem nos dera que este exemplo, de um oficial da FAB, fosse seguido pelas demais armas das FFAA.

Vez ou outra trazer esclarecimentos não deve afetar a “segurança nacional” e certamente aniquila comentariozinhos maldosos”.

Saudações Major Brigadeiro Carlos Baptista Jr.

PS. Nada como frequentar um fórum sério e prestigiado.

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Pessoal, deu ¨disparo de metralhadora¨ de questionamentos em cima do chefe BJR. Lembrem-se que um oficial general se manifestando em site aberto vira posição oficial da Força, e nem sempre tem autorização para tal. Adianto que dados de disponibilidade não devem ser divulgados. Kojak, ando sumido porque a escala está apertada. Os A-330 já estão a pleno vapor com dois voos diários partindo de Viracopos para a Flórida (Orlando e Fort Laudardale) e um para Recife. A partir de julho voarão, também para Nova Iorque. Ano que vem chegam os primeiros A-320Neo e, em 2017, os primeiros A-350. A companhia… Read more »

rommelqe
Visitante
rommelqe

Prezados,
Gostaria de agradecer aos senhores pelos esclarecimentos.
Sabemos que, logicamente, nem todas as perguntas podem e devem ser respondidas.
A melhor resposta, contudo, os senhores do COPAC já nos deram: temos o KC-390 em plena fase de ensaios.
Parabéns, este é o Brasil que respeitamos.

Kojak
Visitante
Member
Kojak

Caro Cel Rinaldo Nery

Bom retomar contato.

Notícias alvíssaras.

A 320 na AS, Chi Chi Chi Le Le Le (rs) – chutei !

A 330, vai se tornar global (rs) muito bom.

A 320neo

A 350 confirmado

Essa de colocar Orlando e Fort Laudardale como destino, baita acerto.

Abraços