terça-feira, junho 15, 2021

Gripen para o Brasil

Azul Linhas Aéreas anuncia aquisição de Airbus A320neo

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A320neo nas cores da Azul - imagem Airbus via Azul

São Paulo, 28 de novembro de 2014 – A Azul Linhas Aéreas Brasileiras terá um novo modelo de aeronave em sua frota a partir de 2016: trata-se do Airbus A320neo. A companhia pretende utilizar os novos aviões para aumentar sua oferta de assentos em rotas de longas distâncias e de alta demanda de Clientes. Os A320neo serão configurados com capacidade para 174 assentos e equipados com a nova geração de motores CFM International LEAP-1A. O acordo prevê a introdução de 63 aviões, dos quais 35 serão adquiridos pela Azul e os outros 28 serão por meio de leasing com as empresas AerCap (20 unidades) e GECAS (8 unidades). Todas as aeronaves serão gradativamente introduzidas à frota da companhia entre 2016 e 2023.

“Os A320neo serão um perfeito complemento à nossa frota de jatos Embraer e ATR. Avaliamos os aviões da Boeing, que tem opções na mesma categoria, mas optamos pela Airbus pelo conforto e menores custos operacionais, o que nos permite oferecer tarifas ainda mais competitivas nas rotas de longo curso. Os A320neo consumem até 20% menos combustível por assento/km em relação ao modelo atual. Eles contarão com o já consagrado Espaço Azul e serão equipados com assentos slimline e TV ao vivo. Além disso, os banheiros do novo modelo foram reposicionados e conferem maior espaço à cabine”, afirma David Neeleman, fundador e CEO da Azul. “As novas aeronaves também beneficiarão outras unidades de negócio da Azul. Poderemos, por exemplo, dedicar mais espaço ao transporte de cargas ou, ainda, disponibilizar mais assentos para Clientes do TudoAzul e da Azul Viagens”, completa Neeleman.

“A Airbus dá as boas-vindas para a Azul e se orgulha muito pela escolha. Os A320neo são aeronaves que apresentam alta eficiência no consumo de combustível e custos operacionais excelentes”, diz John Leahy, COO para clientes da Airbus. “Nós também estamos muito satisfeitos pela Azul ter reconhecido o compromisso da Airbus com o Brasil e a importância da operação do A320neo em aeroportos de grande movimento no país. Esse acordo destaca a posição de liderança dos A320neo no mercado de aeronaves de corredor único”, completa Leahy.

“Nós apreciamos o elevado nível de confiança depositado nos motores CFM LEAP para a nova frota de jatos narrow-body da Azul”, diz Chaker Chahrour, vice-presidente de Vendas Globais e Marketing da CFM GE Aviation. “Nosso trabalho agora é cumprir a promessa de proporcionar operações com menos ruído, eficiência no consumo de combustível e a redução de emissões, tudo com a lendária confiabilidade do CFM”, completa Chahrour.

“Estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Azul – uma das companhias aéreas mais dinâmicas e que mais crescem na América do Sul, contribuindo com a introdução em sua frota de equipamentos modernos e muito eficientes”, diz Aengus Kelly, CEO da AerCap. “A chegada dos A320neo será de grande complementaridade à frota de aeronaves da Azul, que passará a contar com equipamentos de diversos modelos para cada tipo de operação, fortalecendo desde os voos regionais até os voos de longo curso”, afirma Antonoaldo Neves, presidente da Azul. “Dessa forma, a Azul se posiciona como a única companhia aérea que tem em sua frota a diversidade de aeronaves que o Brasil precisa”, completa Neves.

E-Jets da Azul em Viracopos - foto Azul

ATR - foto Azul

E-Jet - foto Azul

FONTE / IMAGENS: Azul (concepção artística da Airbus)

COLABOROU: Sandro

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

As companhias começam nos voos regionais e depois alçam voos maiores. Assim foi a TAM e assim será com a Azul. Me parece que o mercado regional é muito restrito. Ou seja, aquela conversa toda dos oitocentos aeroportos acabou. E acabou porque acabou o dinheiro. Como disse lá no Poder Naval: é a realidade se impondo.

Apollo

Só espero que a Azul não se torne uma TAM ou Gol. Desde o início das duas operações passei a viajar apenas com a companhia, e faço com que meus funcionários em viagens a trabalho façam o mesmo. Na semana passada me vi obrigado a fazer uma viagem de TAM e Gol depois de uns dois anos e fiquei horrorizado com o que vi. Na ida de TAM faltou uma comissária no voo e não tinha reserva, ficamos uma hora a bordo da aeronave aguardando uma solução. No retorno de Gol (que não tem a tarifa mais barata) descobri que… Read more »

Rinaldo Nery

Obrigado pela confiança, Apollo. Continue voando conosco.
O Plano de Aviação Regional é que dará o suporte para os planos de expansão da companhia. As linhas internacionais são um caminho inevitável para o crescimento. Seremos a nova VARIG.

Carcará 01

Palavras fortes, coronel!!

“Seremos a nova VARIG”

Assim espero!!

Rinaldo Nery

Esperem chegar os A350.

tiagobap

Nery, na condição de ex-variguiano e filho de ex-variguiano (37 anos na empresa, de graxeiro de motores a chefe de departamento), amém!

Reportagens especiais

Infográfico: História dos aviões de combate a jato da URSS e Rússia

A evolução dos aviões de combate russos na disputa pela liderança tecnológica com o Ocidente No infográfico acima de autoria...
- Advertisement -
- Advertisement -