domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Autoridades canadenses negam notícia sobre compra secreta de quatro F-35

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

quatro F-35A em formatura - foto USAF

Documento vazado, que o Pentágono informou ser autêntico, diz que o Canadá assinaria em meados deste mês uma carta de intenção, que permitiria receber quatro caças F-35 já em 2015 e iniciar mais rápido o treinamento de pilotos

Segundo o jornal The Globe and Mail, autoridades do governo canadense negaram notícias recentes sobre uma compra do caça F-35 ter sido feita em segredo. As fontes afirmam que em nenhuma circunstância o país vai comprar o F-35 de forma acelerada, e que nenhuma decisão foi tomada sobre qual tipo de avião comprar.

A questão apareceu após o vazamento de um documento do Pentágono, classificado e com data de 27 de outubro, com relatório do general da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) encarregado do programa do F-35 ao secretário da USAF, com a informação de que o Canadá quer quatro F-35 no ano que vem e que o Governo Canadense deverá entregar uma “carta de intenção” assinada em “meados de novembro” para assegurar a compra.

Caso o Canadá assine uma carta de intenção, quatro aeronaves atualmente sendo produzidas para especificações dos EUA poderão ser entregues à Força Aérea Real Canadense em 2015, e o Canadá assinaria o pagamento de caças dentro do lote 9 de produção inicial em baixa cadência (LRIP 9) dois anos depois, conforme o documento vazado. Na semana passada, o Pentágono confirmou que o documento vazado é autêntico. Caso essa entrega de quatro aeronaves se realize em 2015, pilotos canadenses já poderiam ganhar experiência nesse sofisticado caça de quinta geração antes de uma entrega de dúzias de exemplares.

F-35A Edwards - 2

Segundo o jornal, as autoridades canadenses que negaram o negócio disseram que a falta de detalhamentos precisos sobre custos e capacidades não inspirou confiança, e que a Lockheed Martin, fabricante do F-35, não forneceu ao Canadá informações básicas suficientes para adquirir o caça, cujo preço estourou o orçamento e é o mais caro programa de aquisição militar na história dos Estados Unidos. A ausência do caça no evento aéreo de Farnborough (Reino Unido) no meio deste ano, devido a problemas técnicos, só aumentou a cautela do Governo Canadense, segundo uma das autoridades.

FONTE: The Globe and Mail (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: USAF (em caráter meramente ilustrativo)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Júlio Costa

“A ausência do caça no evento aéreo de Farnborough (Reino Unido) no meio deste ano, devido a problemas técnicos, só aumentou a cautela do Governo Canadense, segundo uma das autoridades.” O governo canadense está tendo uma atitude sensata e prudente. Deixando as paixões de lado, o fato é que; o F-35 ainda é um projeto inacabado; seu custo de aquisição é alto; seu custo operacional é alto; ainda têm inúmeros problemas para serem solucionados; nenhum comprador terá acesso ao seu software; é incapaz de utilizar armas que não seja americana; ainda tem que provar que é uma aeronave capaz em… Read more »

joseboscojr

Júlio,
Ele não só foi exportado como tem a participação direta de oito países.
Quanto a não poder operar armas que não sejam americanos, você está equivocado.
Ao que se sabe ele estará apto a operar as seguintes armas não americanas:
Meteor
ASRAAM
Iris-T
JSM
SOM
Spear
Storm Shadow
Brimstone 2

E muito provavelmente de Israel:
Spyce
Delilah
Python V e VI

Vader

Já falo tem anos e torno a dizer: caça para o Canadá é o F-35. O resto é conversa mole, despiste e tentativa (legítima) de obter desconto.

Reportagens especiais

Além do Gripen – parte 2: conversa com piloto de provas da Saab e atualizações sobre o programa

Em 9 de maio, o Poder Aéreo cobriu a apresentação das instalações da Saab Aeronáutica Montagens – SAM –  ...
- Advertisement -
- Advertisement -