Home Tecnologia Rafale F3.4+ é testado na França

Rafale F3.4+ é testado na França

347
9

Rafale - foto Força Aérea Francesa

Novo padrão traz atualizações no software para aprimorar navegação, segurança e outros itens, e deverá entrar em serviço no início de 2015

Em nota divulgada na segunda-feira, 27 de outubro, a Força Aérea Francesa informou que equipes de testes de voo e experiências aéreas militares das bases aéreas de Istres e Mont-de-Marsan realizaram avaliações da nova versão do caça Dassault Rafale. Os testes foram feitos em Istres entre 6 e 17 de outubro, e referem-se ao novo padrão F3.4+ da aeronave, e representaram um voo de 24 horas em que os pilotos procuraram definir os limites dos domínios de emprego do sistema, antes de redigir as fichas de utilização operacional para que o novo padrão entre em operação no início de 2015.

O Rafale padrão F3.4+, desenvolvido pela indústria sob a responsabilidade da Direção Geral de Armamento (DGA – direction générale de l’armement), faz parte de um programa de contínuo melhoramento desse sistema de armas. A nova versão inclui diversos desenvolvimentos de software, como a melhoria na captura e conversão de coordenadas geográficas para o padrão OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), dentro do formato MGRS, o que proporciona ganho de tempo para as tripulações de voo.

Na área de segurança, há uma nova retícula para apresentação da atitude da aeronave no painel, assim como um alarme para não ultrapassar a potência máxima aceitável pelos freios, o que é um auxílio valioso quando da necessidade de interromper uma decolagem. Por fim, na área de acompanhamento de terreno, o padrão F3.4+ oferece um novo controle em tempo real da transição entre modo radar e arquivo digital.

FONTE / FOTO: Força Aérea Francesa (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês)

VEJA TAMBÉM:

9
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
OganzaJean-Marc JardinoCarlosClésio LuizFernando "Nunão" De Martini Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

O importante na matéria: “O Rafale padrão F3.4+, desenvolvido pela indústria sob a responsabilidade da Direção Geral de Armamento (DGA – direction générale de l’armement), faz parte de um programa de contínuo melhoramento desse sistema de armas.” O que mais espero do Programa Gripen-BR é que em algum ponto do futuro o governo brasileiro estabeleça sob a responsabilidade do DCTA de um programa de contínuo melhoramento do sistema de armas Gripen. Com uma significativa verba anual para manutenção de pesquisa e desenvolvimento na Embraer, Bradar, Aker e Polaris. E enterrar DE VEZ a era de compras de prateleira e de… Read more »

Vader
Visitante
Active Member

Rafale F3.4+ XYZ cost @&$(*^%# plus ++

🙂

Fico imaginando o liquidificador que deve virar a cabeça dos pilotos com tantas versões dessa aeronave. Padronização zero…

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Nunão até parece que o Vader não sabe o que acontece no software dos F-35 que ele tanto ama…

Tá de brinkeitchon uíte mi … Vader

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Olhando a imagem da matéria, lembrei de uma crítica de um “entendido” em aerodinâmica que fez um texto sobre a escolha de canards como a configuração para um caça. Uma de suas críticas era que nessa configuração a asa nunca atingia a máxima sustentação porque os elevons não funcionam como flapes numa asa convencional.

Bem, a imagem acima derruba completamente esse argumento. Assim como o fato do Rafale naval ter uma velocidade de pouso inferior ao do SH, mesmo possuindo envergadura menor e asas bem mais enflexadas.

Carlos
Visitante

Bem, eu como não gosto do Rajada, pelo preço unit e pelo preço pós venda de manutenção, pelo preço H/V, pelo preço da qpq, pós venda peças e etc …. não gosto e ponto.

SH e ponto.

Jean-Marc Jardino
Visitante
Jean-Marc Jardino

Pois é, os franceses desenvolveram sozinho o Rafale,como os antigos Mirages, e nunca li em nenhuma revista especializada que esse aviao deu algum tipo de defeito estrutural, ou falta de peças, ou até mesmo, parados em solo a espera de peças de reposiçao. Olhamos como ex negativo, o Tufao, desenvolvido por Ingleses, Alemaes, Italianos e Espanhois, que esta dando uma baita dor de cabeça para a Defesa desses paises, sem falar no F35 outro projeto que atravessa tambem varios problemas. Falem oque quiser, mas esses Rafales sao tops e confiaveis,

Oganza
Visitante
Oganza

Rafale: Um cosinheiro, extraordinária gestão de projeto e tudo regado a um orgulho nacional desmedido que resultou em um excelente caça mas sem escala e com custo de ciclo de vida muito alto. Typhoon: 4 cozinheiros e 2 dúzias de apaninguados, péssima gestão de projeto, muuuuita politicagem e ainda assim resultou em um caça excelente mas com escala e custos totalmente prejudicados por simplesmente ter muita mão na cumbuca. O resto é mi, mi, mi de torcida. E só esqueceram de falar que ambos entraram em serviço com mais de 10 anos de atraso… por pura policagem nefasta e orgulho… Read more »

Jean-Marc Jardino
Visitante
Jean-Marc Jardino

Amigo Organza, entao se informe, pq Ingleses e Franceses irao desenvolver juntos o futuro aviao de combate, para vir a substituir os Rafales e Tufoes.