Home Divulgação Base Aérea de Santa Cruz promove Portões Abertos no dia 1º de...

Base Aérea de Santa Cruz promove Portões Abertos no dia 1º de novembro

3243
8
AEL Sistemas

No próximo dia 1º de novembro (sábado), a Base Aérea de Santa Cruz (BASC) irá realizar o “Portões Abertos 2014”. O evento é aberto ao público e faz parte das comemorações da Semana da Asa e do Aniversário da BASC (72 anos). Tem o objetivo principal de estreitar os laços com a sociedade local, e divulgar o trabalho realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Durante todo o dia estão previstas diversas atividades, entre as quais destacam-se: shows aéreos com a Esquadrilha CEU e a Equipe Acro; exposição estática, decolagem, passagem e pouso dos caças F-5 e A-1 e de aeronaves civis; exposição estática da Esquadrilha da Fumaça (Super Tucano A-29); lançamento dos paraquedistas Falcões, equipe de Salto Livre da FAB; aeromodelismo; balonismo; exposição de viaturas militares antigas; apresentações de equipes de Artes Marciais.

A programação conta também com muita música, iniciando com as apresentações das Bandas de Música da BASC, do Colégio Dom Ótom Mota e do Colégio Apollo 12 e, à tarde, ocorrerão shows musicais com os grupos Disfarce e Samba Show.

Dentro do Hangar do Zeppelin haverá exposições, vendas de artigos militares, será montada uma praça de alimentação e uma área recreativa com brinquedos infláveis.

A entrada para o evento é franca, porém a Base Aérea pede a contribuição voluntária de um 1kg de alimento não perecível, para doação às instituições carentes do bairro. Quem doar irá concorrer a um voo panorâmico na aeronave da BASC, o Caravan C-98.

Hangar do Zeppelin na Base Aérea de Santa Cruz - foto Nunão - Poder Aéreo

O Hangar do Zeppelin e a Base Aérea de Santa Cruz

Destinado a abrigar os dirigíveis alemães conhecidos como Zeppelin, o Hangar foi construído em 1936, após meticulosos estudos climáticos, de direção e velocidade dos ventos, e também das possibilidades de meios de transporte terrestres. Concebido por engenheiros alemães, o hangar foi inaugurado com a ativação de uma linha regular de transportes aéreos com os dirigíveis, que ligava as cidades de Frankfurt ao Rio de Janeiro (com escala em Recife).

O hangar apresenta grandes dimensões: 270 metros de comprimento, 60 metros de altura e 50 metros de largura. Assim que começaram a chegar os primeiros dirigíveis, eram necessários duzentos homens, que ficavam na pista para ajudar a atracá-los, segurando os seus cabos.

O uso do hangar pela empresa alemã foi de pouca duração, uma vez que, em 1937, o último Zeppelin decolava do aeródromo após nove viagens ligando o Brasil à Europa.

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial em 1939, o local foi transformado na Base Aérea de Santa Cruz (1942) e o hangar passou a abrigar diversas unidades aéreas militares.

Atualmente é um dos últimos hangares mais bem conservados para dirigíveis existentes no mundo. É tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A Base Aérea de Santa Cruz (BASC) abriga hoje duas Unidades Aéreas: o 1º Grupo de Aviação de Caça (1º GAvCA), que opera as aeronaves F-5, e o 1º Esquadrão do 16º Grupo de Aviação (1º/16º GAV) ou Esquadrão Adelphi, que opera as aeronaves A-1.

Resumo do evento:

  • Evento: Portões Abertos 2014
  • Data: 1º de novembro
  • Hora: 9h às 19h
  • Local: Base Aérea de Santa Cruz

Informações e cadastro de veículos de imprensa:

1º TEN. REP LUDMILLA
CHEFE DA SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
BASE AÉREA DE SANTA CRUZ
(21) 3078-0389/ 3078-0302/ 97617-2952
scsbasc@hotmail.com

ENDEREÇO DA BASC:
RUA DO IMPÉRIO, S/N, BAIRRO SANTA CRUZ,
CEP 23555-020, RIO DE JANEIRO

8 COMMENTS

  1. Até que enfim! Achei que nunca mais fossem abrir os portões!!!
    Tenho saudades de ver o Zeppelin voando por cima da minha casa. Bons tempos…

  2. Ninho das velhas e resistentes aguias.
    Estou me preparando! Filtro solar, Nikkon 300mm, e resevatório de agua, por que se estiver o calor que anda fazendo, aquele concreto amolecerá solas.
    Um sonho, nunca me deparei com um Banderulha.

    Abraços.

  3. Primeira vez em Santa Cruz, Sérgio?

    Aproveite! Se nunca foi, recomendo levar em conta mais tempo de trajeto do que normalmente se imaginaria, pois é mais longe do que parece… Prepare-se bem para o calor, pois se não passar nenhuma frente fria, a tendência é derreter o coco. Toda vez que fui lá na BASC, estava quente feito um inferno, mesmo com tempo nublado.

    Me lembro a primeira vez que vi o Hangar do Zeppelin de perto, dentro e fora. Experiência que não se esquece mais e vale a viagem por si (pra quem nunca viu, é claro).
    Fiquei surpreso quanto a dizer que nunca viu um Bandeirulha. Costumam ser arroz de festa em portões abertos diversos. Mas, especificamente na BASC, espero que você tenha sorte e mandem um pra lá, pois a base não abriga mais esquadrão de patrulha marítima.

    Divirta-se!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here