Home Helicópteros Helibras recebe primeiros créditos por offset do EC725

Helibras recebe primeiros créditos por offset do EC725

241
13

IMG_4251 menor

Novas cartas de reconhecimento de crédito somam cerca de € 10,9 milhões para o país no âmbito do contrato de fornecimento dos helicópteros do programa H-XBR

A Helibras recebeu os primeiros reconhecimentos de crédito de compensação pelo offset do programa H-XBR, referentes à absorção de novos conhecimentos e tecnologias de produção no Brasil do helicóptero EC725. Neste novo marco alcançado pela empresa, as duas cartas emitidas pela COPAC (Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate) chegam a mais de € 7,5 milhões.

A empresa também foi novamente reconhecida por mais uma etapa cumprida no contrato de Cooperação Industrial, agora relacionada à entrega do conjunto de aviônicos, produzidos no Brasil pela AEL Sistemas, para o vigésimo helicóptero desse modelo fornecido às Forças Armadas, com um crédito no valor de € 3,4 milhões.

O documento de crédito do offset atesta o cumprimento de atividades do Projeto HUMS (Health and Usage Monitoring System), como o treinamento teórico na Airbus Helicopters, na França, de uma equipe brasileira composta por engenheiros da Helibras, professores do Instituto de Tecnologia Aeroespacial (ITA), de São José dos Campos (SP), e professores da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), de Minas Gerais. A equipe adquiriu conhecimento sobre o sistema HUMS, que trata da manutenção preditiva das aeronaves e também das análises de vibração avançada, análise de acidentes e de confiabilidade de sistemas durante as operações, além da manutenção de partes do rotor principal e de cauda do helicóptero.

O reconhecimento da COPAC também se estendeu ao treinamento prático da equipe nas atividades de suporte aos clientes no sistema HUMS, realizado durante cinco meses na Airbus Helicopters, com análise de dados reais da frota e preparação de documentos e relatórios.

Os créditos do offset contemplam ainda as atividades relativas ao suporte técnico que a Helibras está oferecendo à Brascopter, empresa brasileira de tecnologia em asas rotativas. O reconhecimento abrange a transferência de equipamentos, sistemas e documentação, como a licença de uso do software Rotor Code para o DCTA – Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, e também a entrega de um relatório contendo as especificações de uma torre de giro (whirl tower) em escala reduzida para teste e balanceamento dinâmico das pás do rotor das aeronaves, itens que contribuem para a ampliação do domínio da tecnologia de helicópteros no país.

“O programa H-XBR acordado entre Helibras e Airbus Helicopters e o Ministério da Defesa do Brasil beneficia toda a cadeia produtiva do setor com esse processo de transferência de tecnologia, que é o maior já implantado no país e oferece às empresas e profissionais participantes novos conhecimentos aplicáveis em toda a indústria aeronáutica brasileira”, ressalta o presidente da Helibras, Eduardo Marson.

Com todas as cartas de reconhecimento de crédito emitidas e entregues à Helibras desde o ano passado, o Brasil confirmou o recebimento total de € 295,8 milhões em compensações de uma obrigação contratual no valor total de € 1,9 bilhão.

DIVULGAÇÃO: Convergência Comunicação Estratégica

13
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Mauricio R.ColombelliPhacsantosJean-Marc Jardinojuarezmartinez Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Carlos
Visitante

Mas o preço unit …….

Cumpre as missões a que se propõe ?

Marcelo Pamplona
Visitante
Member
Marcelo Pamplona

Carlos;

Parece que cumpre.

Tanto o é que o Hopi Hari vai adquirir algumas unidades, vez que terá uma nova atração: “Helis do Terror”.

“Cada vôo contará com a incerteza do pouso, emoção garantida.” – disse o administrador do parque temático.

Sds.

Oganza
Visitante
Oganza

Helis do Terror

kkkkkkkkkkkkkkk

🙂

Carlos
Visitante

kkkk rsrsrsrs

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

A luz âmbar no painel é cortesia da casa, junto virão as duas maãozinhas que caem do console superior, uma delas, após a luz ascender fecha o punho e a outra bate neste coma mão espalmada e depois como disse o colega e roberto Carlos;

Serão fortes emoções…..

Grande abraço

Jean-Marc Jardino
Visitante
Jean-Marc Jardino

Esse brasileiros que nao sabem fazer nada sem ajuda externa, que dureza………Terceiro mundo é uma coisa de louco, come frango caipira e quer arrotar peru……….

Phacsantos
Visitante
Member
Phacsantos

Jean-Marc Jardino
8 de outubro de 2014 at 11:46

De CERTA forma, concordo com sua colocação nesse caso em específico!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

E depois dessas 50 células originais, já venderam algo p/ alguém???

Colombelli
Visitante
Member
Colombelli

Eu sugiro a instalação de um ” pu.. mer..” igual aqueles dos fuscas ( de laço). Captaram?.

Bom seria a gente ter acesso aos relatórios da FA para ver se algo se constatou, real ou potencialmente, de anormal.

Carlos
Visitante

Colombelli

“………. igual aqueles dos fuscas ( de laço).”

aqui na região é PQP.

http://www.youtube.com/watch?v=vYcp1S9ta5g

Carlos
Visitante

Gente ….. vamos deixar de perseguição pô, Kombi voa e ponto.

http://www.youtube.com/watch?v=Pr5ULygBAQs

Oganza
Visitante
Oganza

Carlos,

sim voa…. mas cai na água…. kkkk

Muito bom…

Grande Abraço.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Na falta de topico mais apropriado, vai tu mesmo:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2014/10/uh-1ysphotos-by-sgt-artur-shvartsberg.html)

O eterno “Huey” em sua mais nova encarnação.