Home Noticiário Internacional Sierra Nevada e Embraer apresentam primeiro Super Tucano feito nos EUA para...

Sierra Nevada e Embraer apresentam primeiro Super Tucano feito nos EUA para o Programa LAS da USAF

867
25

1_Embraer-5

JACKSONVILLE – Flórida, EUA, 25 de setembro de 2014 – A Sierra Nevada Corporation (SNC) e a Embraer Defesa & Segurança apresentaram hoje o primeiro avião A-29 Super Tucano fabricado nos Estados Unidos a autoridades da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) e do governo, a representantes da indústria e da comunidade local e à imprensa. A aeronave, que também atua como treinador avançado, é a primeira de 20 que estão sendo entregues à USAF para seu programa de Apoio Aéreo Leve (LAS) para dar apoio à estabilidade do Afeganistão, à medida que o país assuma mais responsabilidade pela segurança com a redistribuição das forças da Organização do Tratado do
Atlântico Norte (OTAN).

“O LAS é essencial para os objetivos dos Estados Unidos no Afeganistão e para a nossa segurança nacional. A SNC, como principal contratante, está orgulhosamente servindo ao nosso país por meio desta parceria estratégica com a Embraer, ao fornecer uma aeronave superior, treinamento excepcional e manutenção e suporte especializados para esse programa da Força Aérea dos Estados Unidos”, disse o CEO da Sierra Nevada Corporation, Fatih Ozmen. “Estamos empenhados em continuar as entregas dessa importante capacitação para o Afeganistão, dentro do prazo e do orçamento, agora e no futuro, e assim garantir tanto a retirada bem-sucedida de tropas norte-americanas como a segurança e a estabilidade de toda a região”.

“O Super Tucano é uma aeronave turboélice potente e robusta que é capaz de realizar uma ampla gama de missões e, após mais de dez anos em operação, o avião já confirmou ser uma solução de poderio aéreo com ótimo custo-benefício para nações no mundo inteiro”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “Essas características, junto com o seu histórico de combate comprovado, o tornam altamente confiável e uma escolha apropriada para a missão LAS”.

A-29 Super Tucano para o LAS da USAF - 2

“A entrega desta primeira aeronave é um marco significantivo para o programa A-29”, disse o General-Brigadeiro Eric Fick, da Força Aérea dos Estados Unidos. “Esta entrega representa o surgimento de uma capacitação importante para o Afeganistão e estamos muito satisfeitos que a Sierra Nevada Corporation e a Embraer tenham conseguido entregar a aeronave dentro do prazo, para o início do treinamento de instrutores na Base Aérea de Moody”.

“A cidade de Jacksonville é um centro de excelência da aviação militar tradicional, com uma reputação que novamente assume um papel relevante com a apresentação da aeronave A-29 Super Tucano”, disse o deputado Ander Crenshaw, integrante da Subcomissão de Verbas de Defesa da Câmara dos Deputados Federais dos EUA. “Fabricado por uma equipe altamente qualificada e especializada, essa aeronave é peça vital para a segurança do Afeganistão e daquela região do mundo. Todos nós podemos nos orgulhar do trabalho por trás da montagem do Super Tucano – trabalho que sustenta a nossa segurança nacional e no mundo inteiro e ajuda a manter forte a nossa economia local e regional”.

No dia 27 de fevereiro de 2013, a USAF concedeu o contrato do programa LAS à SNC para fornecer 20 aeronaves A-29 Super Tucano da Embraer, bem como equipamentos para treinamento em solo, treinamento de pilotos e mecânicos e suporte logístico. As aeronaves serão utilizadas para desempenhar missões de apoio aéreo tático, reconhecimento e treinamento para as forças militares do Afeganistão. Em março de 2013, a Embraer oficialmente inaugurou instalações com 3.716 metros quadrados na cidade de Jacksonville, na Flórida, para produzir as aeronaves do programa LAS e já contratou 72 funcionários. As instalações em Jacksonville realizam as etapas de pré-equipagem, montagem mecânica e estrutural, instalação e teste de sistemas e testes em voo das aeronaves A-29. Por meio do programa LAS, a Sierra Nevada e a Embraer ajudam a manter mais de 1.400 empregos em mais de 100 empresas nos Estados Unidos.

O Super Tucano é um turboélice de apoio aéreo tático e treinamento avançado utilizado atualmente por nove forças aéreas na África, Ásia-Pacífico e América Latina. Após mais de dez anos em operação, o Super Tucano já acumulou um excelente histórico de desempenho: mais de 230 mil horas de voo e 31 mil horas em combate. A Embraer já recebeu mais de 210 pedidos firmes e entregou mais de 170 exemplares da aeronave. Para mais informações, visite www.BuiltForTheMission.com.

A-29-Super-Tucano-para-o-LAS-da-USAF-3

Sobre a Sierra Nevada Corporation

A Sierra Nevada Corporation (SNC), com matriz na cidade de Sparks, no Estado de Nevada, é uma das empresas privadas dos Estados Unidos que cresce mais rápido e está entre as “10 Empresas Mais Inovadoras do Mundo no Espaço (World’s Top 10 Most Innovative Companies in Space). Sob a liderança do CEO Fatih Ozmen e da Presidente Eren Ozmen, a SNC tem mais de 3 mil empregados trabalhando em 31 localidades em 17 estados. As seis áreas de negócio da empresa são dedicadas a fornecer soluções de tecnologia de ponta para os clientes da SNC. Para mais informações sobre a SNC, visite www.sncorp.com e siga-nos no Facebook/Sierra Nevada Corporation. A Sierra Nevada Corporation e a SNC são marcas registradas da Sierra Nevada Corporation.

Sobre a Embraer S.A.

A Embraer S.A. (NYSE: ERJ; BM&FBOVESPA: EMBR3) é uma empresa líder na fabricação de jatos comerciais de até 130 assentos e uma das maiores exportadoras brasileiras. Com sede em São José dos Campos, no Estado de São Paulo, mantém escritórios, instalações industriais e oficinas de serviços ao cliente no Brasil, China, Estados Unidos, França, Portugal e Singapura. Fundada em 1969, a Embraer projeta, desenvolve, fabrica e vende aeronaves e sistemas para os segmentos de aviação comercial, aviação executiva e defesa e segurança. A Empresa também fornece suporte e serviços de pós-vendas a clientes em todo o mundo. Para mais informações, visite o site www.embraer.com.br.

A-29 Super Tucano para o LAS da USAF - 4

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edgar
Admin
5 anos atrás

Isso merece ser capa da Forças de Defesa!

Que a USAF encomende mais algumas centenas!

Essa sim é a aeronave ideal para a USAF combater o ISIS!

Phacsantos
Phacsantos
5 anos atrás

Vídeo da apresentação que mostra, inclusive o processo de fabricação. O executivo diz claramente que a Fuselagem, Asas e Empenagem (é assim que se escreve?) chegam do Brasil…mostra os “pacotes” inclusive.

Phacsantos
Phacsantos
5 anos atrás

De nada!

Alexandre Galante
5 anos atrás

Obrigado, Phacsantos! 😉

Phacsantos
Phacsantos
5 anos atrás

Galante,

Me consegue uma daquelas miniaturas que o povo ta segurando e fica tudo certo!rs

Falando sério: O que são aquelas “placas” salientes nas laterais? Algum tipo de blindagem?

Alexandre Galante
5 anos atrás

Phacsantos, são blindagens sim, para proteção dos pilotos.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
5 anos atrás

Pode-se ver outras placas na parte inferior da cobertura do motor, uma de cada lado do poço do trem de pouso dianteiro.

Carlos
5 anos atrás

“O processo alega que executivos do setor de vendas da Embraer ofereceram US$ 3,5 milhões para subornar um coronel da reserva da Força Aérea dominicana, que, por sua vez, pressionou parlamentares locais para aprovar a compra dos caças por meio de um acordo de financiamento entre a República Dominicana e o BNDES. A venda foi concluída e os caças entregues. O coronel da reserva, Carlos Piccini Nuñez, atuava como diretor de projetos especiais para as Forças Armadas da República Dominicana em 2008, quando ocorreram as negociações.” Eita Coronel da Reserva poderoso esse. Dá menos de 3% do contrato global, Cel… Read more »

Carlos
5 anos atrás

Belo vetor.

EMBRAER PARABÉNS.

QUE VENDAM MUITOS ….. MUITOS MAIS.

Boas fotos, boa matéria.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 anos atrás

Impressão minha ou essa é a primeira vez que blindagem é empregada no ST?

Marcos
Marcos
5 anos atrás

Estranho que não tenham colocado a blindagem por dentro.

Marcos
Marcos
5 anos atrás

Seria interessante saber que modificações foram feitas no ST americano em relação ao nosso.

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Marcos

Os nossos ST não são os mais modernos não… longe disso.

Até onde eu fiquei sabendo, os do Equador eram os mais modernos com relação a aviônica embarcada, mas agora a versão LAS deve ser a mais bem equipada.

Isso não é demérito para os nossos não, o fato é que são missões diferentes em um TO diferente.

Na verdade isso só vem a mostrar o quanto o ST tem flexibilidade de crescimento, mas acho que o requerimento LAS já o empurrou para bem próximo desse limite de crescimento.

Sds.

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Caros colegas…

vc’s notaram que a blindagem do lado direito da aerove é inteirissa e a do lado esquerdo é bi partida?

A do lado esquerdo teve que ser dividida por causa daquela “coisa” no meio, que eu não sei o que é. Mas posso chutar que seja a trava (maçaneta) do canopy… Alguém? 🙂

Sds.

Edgar
Admin
5 anos atrás

O penúltimo camarada da foto é o comandante da Força Aérea Afegã, Maj. Gen. Abdul Wahab Wardak:

Isso creio que derruba aqueles boatos que haviam surgido sobre a USAF não entregar os STs aos afegãos com receio de que eles pudessem vazar a tecnologia para “terceiros”.

Vader
5 anos atrás

Ich, vai ter certos “jornalistas izpecializadius” por aí, sem falar num monte de telebabacas, rasgando os fundilhos com a unha ao ver o Tio Sam recebendo aeronaves brasileiras… 🙂

ricmoriah
ricmoriah
5 anos atrás

Contra o EI, Super Tucano neles!!!! Acho que alguns estados árabes poderiam adquirir também para combates contra insurgentes na região.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
5 anos atrás

A blindagem é de cerâmica, e foi desenvolvida pelo Diniz, 01 da minha turma, Engenheiro Aeronáutico formado pelo ITA.
Quando escrevemos os ROP, em 1992, já prevíamos a blindagem. Não de cerâmica.
Os nossos são menos atualizados porque foram os primeiros. Simples assim.

Baschera
Baschera
5 anos atrás

É, para mim, motivo de orgulho a entrega desta primeira unidade do ST para o programa LAS. Lembro-me bem do tempo em que em poucos dias as informações acerca da provável aquisição dentro de um escopo maior, envolvendo, na época, o programa FX-2 e a Boeing, foi este veículo, o Poder Aéreo em conjunto com o FMB/Alide foram quem por primeiro publicaram o “furo”, em matéria intitulada “A Cartada Americana”. O link: http://www.aereo.jor.br/2009/10/20/a-cartada-americana/ Os números previstos à época podem não ter sido atingidos e muitos fatos não se traduziram em realidade… mas o primeiro passo foi dado. Parabéns a todos… Read more »

juarezmartinez
juarezmartinez
5 anos atrás

Senhores, a conclusão deste progarma me deixa muito feliz, porque a vermelhuchada top hiper gay, liderada pelo jornalista nunca antes visto na face da terra com pose aviadada no facebocson, vulgo pp vai ter que engolr o “perdigão” e logo em seguida vai engolir a Patagônia.

Grande abraço

joseboscojr
joseboscojr
5 anos atrás

Eu também parabenizo a Embraer com o sucesso de sua aeronave de ataque leve para cenários de baixa intensidade, mas a aeronave COIN por excelência é e sempre será o OV-10 Bronco.

Carlos
5 anos atrás

A 10 é muito caro Bosco ? (rs)

Carlos
5 anos atrás

ST ….. pequeno “grande garoto”.

Mauricio Silva
Mauricio Silva
5 anos atrás

Olá.

Excelente notícia. Tomara que haja novos contratos.
SDS.