Home Noticiário Internacional Iraque: caças Rafale fazem missão de reconhecimento de cinco horas de duração

Iraque: caças Rafale fazem missão de reconhecimento de cinco horas de duração

263
3

Rafale - segundo voo reconhecimento Iraque - foto Força Aérea Francesa

O Ministério da Defesa da França divulgou nota sobre a segunda missão ISR – vigilância, inteligência e reconhecimento realizada por uma patrulha de dois caças Rafale sobre o Iraque. Segundo a nota de 16 de setembro, a missão foi realizada em coordenação com os iraquianos, os Emirados Árabes Unidos e aliados na região, e teve duração superior a cinco horas.

Para a missão, os caças realizaram diversos reabastecimentos em voo, com o apoio do reabastecedor francês C135. Outras surtidas de reconhecimento foram programadas para os dias seguintes, a partir da Base Aérea 104 de Al Dhafra, nos Emirados.

C135 francês - segundo voo reconhecimento Iraque - foto Força Aérea Francesa
C135 francês - painel - segundo voo reconhecimento Iraque - foto Força Aérea Francesa

FONTE / FOTOS: Ministério da Defesa da França (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês)

NOTA DO EDITOR: reparar no indicativo 104 sob a cabine do caça da primeira foto, indicando que ele é baseado normalmente em Al Dhafra, nos Emirados (Base Aérea 104 francesa, de além-mar). Há anos, a Força Aérea Francesa mantém permanentemente um destacamento de caças Rafale na base dos Emirados Árabes Unidos, no Esquadrão 3/30 Lorraine. Recentemente, aeronaves baseadas em Al Dhafra participaram do exercício Garuda V, na Índia.

VEJA TAMBÉM:

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
PhacsantosJonerBlackhawk Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Blackhawk
Visitante
Blackhawk

Estou muito errado ou usar um caça desse porte (considerando o valor/hora de vôo) para missão de reconhecimento é o mesmo que matar formiga com bala de canhão?

Joner
Visitante
Joner

Tem muito a ver com propaganda da aeronave, um A-29 da FAB poderia fazer isso com folga, mas é bom desfilar com a jaca, vai que alguém compra.
Por que não foram fazer reconhecimento na Ucrania, e de “lambuja” invadir um pouquinho o espaço aéreo da falida Russia?

Phacsantos
Visitante
Member
Phacsantos

ONTOPIC:

Rafale realiza primeiro ataque no Iraque…destruiu um depósito.

http://www.janes.com/article/43451/french-rafale-jets-strike-is-in-iraq