Home Manutenção Relatório diz que disponibilidade na Força Aérea Alemã está muito baixa

Relatório diz que disponibilidade na Força Aérea Alemã está muito baixa

693
21

Eurofighter com pintura comemorativa - foto Força Aérea Alemã

Entre outros exemplos, apenas 8 de 109 caças Eurofighter estariam totalmente disponíveis, segundo dados de relatório revelados pela revista Spiegel. Um dos motivos seria a falta de mecânicos

Num momento em que a Alemanha discute intensamente o envio de armamentos para as forças curdas em combate no Iraque, como armas portáteis e mísseis antitanque, um relatório confidencial do Departamento de Defesa da Alemanha revelou que a capacidade operacional da Força Aérea Alemã está severamente limitada.

De acordo com o relatório ao qual a revista Spiegel teve acesso, apenas oito de 109 aviões de combate Eurofighter estão totalmente disponíveis, assim como sete de 67 helicópteros CH-53, cinco de 33 helicópteros NH90, e vinte e um de 56 aviões de transporte Transall.

caças Eurofighter - foto Força Aérea Alemã

CH-53 - foto Luftwaffe

No caso dos NH-90 das Forças Armadas Alemãs, um dos problemas é o atraso no envio de peças de reposição. Mas, em geral, há uma falta muito grande de mecânicos qualificados. Líderes de partidos querem maior alocação de verbas para que os militares possam cumprir suas tarefas evitar a deterioração do equipamento, porém, o governo de Angela Merkel não estaria disposto a debater um aumento no orçamento militar.

C-160 Transall - foto Luftwaffe

FONTE: Spiegel Online (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em alemão)

FOTOS: Força Aérea Alemã (em caráter meramente ilustrativo)

VEJA TAMBÉM:

21
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
Fernando "Nunão" De MartinitiagobapIvanrafael bastosGilberto Rezende Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Iväny Junior
Visitante
Member

Eu sinceramente não acredito nesta disponibilidade mínima. Porém não está ideal, e, conforme tenho lido nos canais de lá, sobre a política externa, a disponibilidade está em torno de 60% nos esquadrões.

Façam as contas. Com estes números daria um número menor que uma aeronave por esquadrão…

ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Acho que Eurofighter e austeridade não combinam na mesma frase.

Victor Matheus
Visitante
Victor Matheus

ci_pi_nha tem razão!
A Europa realmente não está em um bom momento, e também não consigo ver uma melhora em pouco tempo.
Att.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

“No caso dos NH-90 das Forças Armadas Alemãs, um dos problemas é o atraso no envio de peças de reposição ” Esta afirmação aí encima é uma blasfêmia, não existe isto na EADS, NH Industries e demais do reino encantado da eurobambilândia, lá segundo o Sr. Jardino tudo é maravilhoso, tudo funciona num passe de mágica. Pessoal, quando eu afirmo aqui que avião de combate é americano, helicóptero é Sikorski, carro é Toyota e mulher é Maria não é a toa. Vocês imaginem nós com uma trolha do Typhoon, já chega o top Kombi na chon com limitações, os 295… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“juarezmartinez
25 de agosto de 2014 at 16:03 #”

É caro Juarez ….. “ter não significa ……”

kkrsrs ….

Made in USA são outras contas.

Luis
Visitante
Luis

Vamos com calma, o problema está com a cadeia de lógística e alocação de verbas pra manutenção. Sem um bom pós-venda e $$$ nem a USAF sai do chão (a FAB que o diga).

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Luis eu concordo que não possamos imputar a culpa tão somente na incompetência consagrada em logística de pós venda da EADS & cia, mas a dificuldade orçamentária alemã mostra o tamanho da merd… que os bambis fizeram, ou seaj, criaram sistemas e vetôres que até mesmo com orçamentos de defesa mais robustos e disciplinados como o alemão, eles simplesmente não conseguem manter e operar.

Grande abraço

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Éh soda !

Iväny Junior
Visitante
Member

O Typhoon consome menos da metade dos recursos do f-35, e está no patamar do super lobby.
Senhores, com esta disponibilidade eles não conseguiriam cumprir missões de patrulha! Quanto mais participar de exercícios e fazer guarda dos países bálticos?
Como vi recentemente na Reuters, entrevista oficial, a disponibilidade está em 60% da frota total e 70% na frota de Caças (Tornado e Typhoon).

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Eles podem queimar a gordura em Tornados que possuem e fazer melhoramentos para que o Eurofighter seja o único caça.

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Nem tanto ao mar e nem tanto a terra… Quando se quer criticar ou fazer catastrofismo (como é usual ao PIG brasileiro) frases deste tipo: “De acordo com o relatório ao qual a revista Spiegel teve acesso, apenas oito de 109 aviões de combate Eurofighter estão TOTALMENTE disponíveis, assim como sete de 67 helicópteros CH-53, cinco de 33 helicópteros NH90, e vinte e um de 56 aviões de transporte Transall.” Pode tanto significar uma situação realmente séria como encobrir um factóide do tipo 98 Eurofigthers não tem um adesivo requerido ou um espelhinho ou um novo componente que está em… Read more »

rafael bastos
Visitante
rafael bastos

“O Typhoon consome menos da metade dos recursos do f-35, e está no patamar do super lobby.” Pois é, e ainda há quem defenda o Fail-35 a unhas e dentes, mas não consideram que a Alemanha assim como a Noruega são um dos poucos países europeus que estão com suas contas em dia e possuem uma alta capacidade financeira para manterem seus custos públicos. Os demais estão ou estarão com a corda no pescoço em breve. Então se de Typhon já esta difícil para os germânicos imagina o F- 35 para os demais. Bom, melhor parar por aqui ou arranjo… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Gilberto pode ter razão. A frase abaixo deixa alguns questionamentos: “De acordo com o relatório ao qual a revista Spiegel teve acesso, apenas oito de 109 aviões de combate Eurofighter estão totalmente disponíveis, assim como sete de 67 helicópteros CH-53, cinco de 33 helicópteros NH90, e vinte e um de 56 aviões de transporte Transall.” Qual o nome do relatório? De que órgão? Mais importante: o que querem dizer com “totalmente disponíveis”? Lembrando que é possível a força aérea alemã deixar apenas 8 (oito) caças Typhoon em condições de pronto emprego, ou seja, armar, abastecer, equipar e decolar. Outros tantos,… Read more »

tiagobap
Visitante
tiagobap

Estranha também essa afirmação: “Mas, em geral, há uma falta muito grande de mecânicos qualificados.”

Sempre acreditei que o ensino técnico era um dos pilares da economia alemã, que eles formam muitos técnicos e engenheiros todos os anos.

Estaria o salário do militar alemão não combatente (tecnicos, engenheiros, médicos, etc) abaixo do mercado civil/privado? Ou lá não tem esse tipo de profissional militar e é tudo civil contratado?

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

O relatório diz em palavras educadas que manter e operar o Typhoon requer muito misi pessoas, equipamentos e logística do que se tem.
E a propósito, qualquer “peçinha” na aviação, e quem lidou com isto sabe, tem prazos de validade definidos e regras bem justas e claras de subsituição.
Estamos falando de aviões que em caso de pane não tem como parar no acostamento e chamar o socorro, só para lembrar os amigos e principalmente o Gilberto Rezende que inisiste em viver no mundo encantado.

Grande abraço

Carlos Alberto Soares
Visitante
Iväny Junior
Visitante
Member

Pois é, vi algumas repercussões principalmente no defense news. E o que mais se vê, inclusive comentários de uma pessoa que se diz oficial da Luftwaffe é justamente o que eu disse somando com o que o Ivan afirmou. São 8 em prontidão total e 70% da frota de caças operacional. É o jogo de utilizar a imprensa. Provocar um alarde, que o velho urso está rugindo novamente para o mundo ocidental e que poderá ser necessário ter mais disponibilidade. Se houver realmente uma reserva de turmalina nos países bálticos e a Rússia crescer o olho em cima, provavelmente veremos… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Ivany eu não vou entrar em uma discussão sem fim sobre isto, mas posso te faalr o que eu ouvi de oficiais Alemães e Austriacos quando eu estive por lá em 2010.
O avião é muito bom,mas é extremamente caro de manter e operar.

Grande abraço

Iväny Junior
Visitante
Member

Juarez

Não existe almoço grátis. Como existe a iminência de um conflito, vamos ver como ele vai estar se requisitado. O melhor caça do mundo (segundo o coronel da USAF John Jumper) não poderia ser o mais barato.

Agora dizer que ele não está no mesmo patamar do super lobby, muito abaixo do f-35 e do rafale em termos de custos é justamente a cantiga da boeing para promover seus f-15 e super lobby.

Um abração Juarez.