Home Noticiário Internacional Base americana poderá receber A-29 Super Tucano já em setembro

Base americana poderá receber A-29 Super Tucano já em setembro

558
44

A-29 Super Tucano Oshkosh 2013 - foto RF Santana 5

Moody AFB, no estado da Geórgia, foi selecionada para ser a base de treinamento de pilotos e mecânicos afegãos de A-29 Super Tucano nos EUA, atividade marcada para começar em fevereiro do ano que vem

Segundo notícia publicada pela Força Aérea dos EUA (USAF) na sexta-feira, 22 de agosto, foi recentemente completada a análise para selecionar a base aérea que treinará pilotos e mecânicos afegãos na aeronave A-29 Super Tucano. Essas atividades serão realizadas na Base Aérea (AFB) de Moody, no estado da Geórgia – EUA. Outras candidatas eram Mountain Home, no Idaho, e Shaw, na Carolina do Sul.

A base foi selecionada devido à disponibilidade do campo de pouso, espaço aéreo e instalações, assim como o custo global para iniciar o programa de treinamento conforme o cronograma. Moody vai abrigar 20 turboélices A-29, 17 instrutores da USAF e 24 pessoas da equipe de manutenção e apoio, que deverão treinar 30 pilotos e 90 mecânicos afegãos, ao longo dos próximos quatro anos.

O informe da USAF afirma que as aeronaves poderão chegar à base tão cedo quanto setembro deste ano, e os primeiros treinamentos com pessoal do Afeganistão estão previstos para início em fevereiro de 2015. O compromisso com a missão de treinamento envolve uma presença limitada na base entre 2014 e 2018. Após o treinamento, todos os 20 aviões deverão ser fornecidos para a Força Aérea Afegã.

A-29 Super Tucano Oshkosh 2013 - foto RF Santana 1

Segundo a USAF, o A-29 é um avião multitarefa que permitirá à Força Aérea Afegã operar com uma capacidade própria de ataque ar-terra e de reconhecimento, apoiando as operações contrainsurgência do país. A compra das aeronaves, por parte do Departamento da Força Aérea dos EUA, faz parte do chamado “Combined Security Transition Command-Afghanistan”, e emprega verbas do fundo do Departamento de Defesa para as Forças de Segurança do Afeganistão. Ainda segundo a nota da USAF, o fornecimento dos turboélices A-29 Super Tucano, que fazem parte do programa LAS (Light Air Support – apoio aéreo leve) ampliarão a capacidade da Força Aérea Afegã para prover a defesa de seu governo e cidadãos.

FONTE: Força Aérea dos EUA (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS (em caráter meramente ilustrativo): Roberto Santana

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Espero que aconteçam muito mais encomendas

e que a Maria Antonieta Tupiniquim, o molusco, o MAG, o FM e toda a quadrilha não atrapalhem.

Edward Snowden FDP

SH sniff …..

Reitero:

Espero que aconteçam muito mais encomendas

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
5 anos atrás

Carlos Alberto Soares
25 de agosto de 2014 at 16:13 #
.
.
Snowden FDP ??? O cara denunciou um crime contra a soberania do país… e ele que é o FDP ???
Ta de sacanagem, só pode…

Phacsantos
Phacsantos
5 anos atrás

Orgulho…que o Roberto F Santana descreveu tão bem com sua elegância recorrente!

Quero pensar que essas 20 unidades são apenas a “amostra de homologação”.

Joker
Joker
5 anos atrás

Parabens ao Cel Nery

Galeão Cumbica
Galeão Cumbica
5 anos atrás

Alguém saberia me dizer se o Super tucano e em geral os avioes da Embraer usa sistema metrico ou standard?

sds
GC

Guilherme Poggio
Editor
5 anos atrás

Prezado Galeão Cumbica

Se eu entendi bem a sua pergunta, a construção dos aviões da Embraer emprega o sistema métrico. Mas se você está se referindo à apresentação dos parâmetros de voo para o piloto, estes são como a maioria das aeronaves ocidentais (pés para altitude, milhas por hora para velocidade, etc.)

Galeão Cumbica
Galeão Cumbica
5 anos atrás

Obrigado Poggio, é isso mesmo que eu queria saber!

Mas motores e todos os sistemas fornecidos from USA são standard, não?

sds
GC

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Alfredo Araujo Não, não estou. Todo mundo espiona todo mundo ou tudo que lhe interessa. Quero ver a cara da Merkel agora …. e a Turquia está na lista dos prediletos da Alemanha. Somente ingênuos ou quem não conhece a CI tem esse pensamento. Caro, o Paraguay, a Bolívia, Los Hermanos(todos) ficam com um olho no gato e outro no peixe, se é que me entendes ? (rs) O Igor também tá, os Ling Ching então óooooooooo …. Somente uzamericanus malvados né ….. tá bom …. “Significado de Ingenuo adj. De uma inocência franca: rapaz ingênuo; ar ingênuo. / Simples,… Read more »

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Por isso uzamericanus compraram o A 29, somente pelos pré-quesitos ?

Também, mas já tinham a “capivara” na mão tchê, sabiam que era a melhor escolha …..

Ah esses uzamericanus …..

Edward Snowden e Julian Assange, dois FDP.

O quê esses m#rd@s mudaram no mundo ?

N A D A !

Deve ser uma delícia morar disfarçado no Tio Igor e na Embaixada do Ecuador.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Agora sendo elegante,

que comprem muito mais, muito mais mesmo.

Sds

Baschera
Baschera
5 anos atrás

Esta é a pintura definitiva ??

Se for…eu gostei !

Sds.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
5 anos atrás

O CBT da aeronave é produzido pela e-Fly, de São Paulo. Faz, também, o CBT do blindado Guarani.
Um dos donos é um ex comandado meu, e um dos fundadores do 2/6 GAV.

Marcelo
Marcelo
5 anos atrás

CBT?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
5 anos atrás

Computer Based Training,

juarezmartinez
juarezmartinez
5 anos atrás

Taí o nosso “perdigão” para tristeza daquele falcatrua, desculpe, desculpe, jornalista” expert em difesa”, amigo do Vader, que espalhou por toda a rede que jamais “uzamericanu” comprariam o ST.

Tái, tiro dado, bugio deitado.

Parabéns ao Cel Nery, seu filho criou asas……..

Grande abraço

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

DC 3 ao fundo na 2ª foto ?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

“Baschera
25 de agosto de 2014 at 20:50 #

Esta é a pintura definitiva ??

Se for…eu gostei !”

Dois.

Mauricio R.
Mauricio R.
5 anos atrás

“Milhares e milhares de aviões e olha para o céu e vê um avião que não é americano, não é inglês ou francês mas brasileiro.”

Roberto, por favor sem mistificação, “avião brasileiro” deve voar nos EUA desde a década de 70.

Phacsantos
Phacsantos
5 anos atrás

Mauricio R.
26 de agosto de 2014 at 1:07

Sim. E quais outros países tem seus aviões civis voando nos EUA? A China tem? A Argentina tem? O México talvez? Ahhh…a Austrália tem né?

E aviões militares????? quantos países mesmo?

Se é desde os anos 70 então…melhor ainda!

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Menos, muito menos… Foram adquiridos VIA EUA apenas duas dezenas de aeronaves que serão fabricadas nos EUA (com quase todos componentes “nacionais” e por nacionais) e assim que terminar a ‘atividade” os brasicaninhos vão ter que se orgulhar nos céus do Afeganistão. Vendemos os rolyalties para a Sierra Nevada fabricar Super Tucanos e foi “UM PARTO” de ANOS para os maravilhosos e honestos americanos reconhecerem a ÓBVIA qualidade superior do produto brasileiro por causa da gambiarra da Bitchcraft. No que me diz respeito, até prova em contrário, esta foi uma vitória de Pirro, uma vez que as forças internas já… Read more »

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Só esclarecendo a vitória da Embraer foi só uma vitória de Pirro pois com a contra-ofensiva no Iraque a expectativa do Super Tucano virar um padrão para oferecimento para os aliados de baixa renda dos yankees e eventualmente, com o tempo, viesse até a ser adotado pelas forças americanas aparentemente não vai se realizar.

As encomendas para os aliados yankees vão ser “divididas” no melhor dos casos e vai dar tempo para o projeto perdedor “maturar” para poder ser fornecido a USAF se for o caso…

Para o marketing internacional da Embraer continua sendo uma TREMENDA vitória a ser usufruída.

Iväny Junior
5 anos atrás

Pintura bonita do ST.

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Se não me engano esta pintura é daquela aeronave da antiga Blackwater que mudou várias vezes de nome (seria agora Academi se não mudou dinovo).

Participou do programa Imminent Fury e estas fotos são do ano passado quando ficou em exposição em Oshkosh 2013 como diz na informação da foto.

Só colocar o pointer do mouse em cima e esperar um segundinho… 🙂

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Embraer: “Em 27 de fevereiro (de 2013), o Departamento de Defesa concedeu, pela segunda vez, um contrato de US$ 427 milhões para a Embraer e Sierra Nevada para 20 aviões Super Tucano de ataque leve.” http://www.aereo.jor.br/2013/03/09/jornal-da-florida-destaca-persistencia-da-embraer-no-programa-las/ Um ano e três meses DEPOIS: Raytheon Beechcraft: “O Departamento de Estado dos Estados Unidos aprovou uma possível venda militar ao exterior (sistema FMS – Foreign Military Sale) relacionada a 24 aeronaves de ataque leve / COIN (contra-insurgência) AT-6C Texan II ao Iraque. A venda está estimada em 790 milhões de dólares e inclui equipamentos associados, peças, treinamento e apoio logístico, sendo que a… Read more »

sergiocintra
sergiocintra
5 anos atrás

arlos Alberto Soares 25 de agosto de 2014 at 23:29 #

DC 3 ao fundo na 2ª foto ?

Veja melhor!

http://www.airliners.net/photo/The-Smile-in/Douglas-C-47-Skytrain/1025867/L/&sid=66b939e9f6123f300b8bec8e4ad72630

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Caro Sergio Cintra

Linda foto, obrigado.

Saudações

Baschera
Baschera
5 anos atrás

Caro GilTiger,

Nada mas natural que os iraquianos adquirissem uma aeronave para COIN semelhante a que adquiriram antes, pelos motivos mais óbvios, ou seja…. o HBC Hawker T-6A…adquiridos em 2009, num total de 15 aeronaves.

http://www.aereo.jor.br/2010/02/02/hawker-beechcraft-entrega-treinadores-t-6a-para-a-forca-aerea-iraquiana/

Sds.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Hawker T-6A ?

Como o prezado MO menciona,

“aviãozinho”

Luiz Fernando
Luiz Fernando
5 anos atrás

Para colocar em números… (aproximados):

cerca de 63 EMB-110 Bandeirantes operaram nos EUA;

cerca de 150 EMB-120 Brasilia operam (ou operaram nos EUA);

Aprox. 710 aviões da família do ERJ-145 (que incluem os ERJ-135, 140 e 145 e Legacy) operam ou operaram nos EUA;

Algo em torno de 330 Ejet´s operam nos EUA.

Se somarmos esses números, serão nada menos que 1250 aviões brasucas que já riscaram (ou riscam) os céus dos EUA.

Apenas para colocar números na discussão.

Mauricio R.
Mauricio R.
5 anos atrás

“…já está no mercado de aeronaves militares pesadas e…”

P-47D MTOW: 7.938Kg

AT-29 MTOW: 5.400Kg

Para ambas as aeronaves, a fonte é a Wikipédia em inglês.

Vader
5 anos atrás

Amigos, o importante nesse caso para a Embraer não foi a venda em si, que é minúscula. O importante foi ter ganho selo “USAF approved”. É isso que conta, na hora em que se quer vender um produto para um cliente de primeiro mundo. Em outras palavras: uma coisa é você chegar pro Rei da Arábia Saudita ou a Rainha da Inglaterra e dizer: “olha, já vendemos pra Colômbia, pro Ecuador, pra Angola, etc.” Outra é você dizer: “olha só, a toda-poderosa Força Aérea Americana aprovou e comprou nosso produto”. Quem entende o mínimo de mercado sabe o que um… Read more »

Vader
5 anos atrás

Quanto à venda dos Texan II pro Iraque, aguardem. O barril de pólvora que aquilo está virando talvez faça algumas coisas mudarem por ali: eles irão precisar de aeronaves COIN prontas e testadas.

Mauricio R.
Mauricio R.
5 anos atrás

“Com as cartas de intecoes, futuras concorrencias,interesses e compromissos na aquisicao da aeoronave, isso em si ja projeta a empresa nesse tipo de mercado.”

Que viagem!!!
Nenhum dos parceiros do programa KC-390, transformou suas intenções em vendas concretas e firmes, somente a FAB.
E especular sobre futuras concorrências, interesses e supostos compromissos, é somente isto: E-S-P-E-C-U-L-A-Ç-Ã-O
O que não significa nem de longe, avião vendido.

carvalho2008
carvalho2008
5 anos atrás

Mestre baschera, sabe o que aconteceu para o site da Alide/Base Militar estar fora do ar? Faz 3 dias que os links não acessam mais o forum…..

carvalho2008
carvalho2008
5 anos atrás

O Scorpion custa US$ 20 mm, bem mais que o ALX.

Fora o custo de aquisição, existe o custo hora voo de US$ 3 mil contra US$ 500,00 apenas do Super Tucano.

É uma boa diferença e convenhamos que pesa bastante na decisão…principalmente que com este dinheiro voce já ingressaria razoavelmente no mercado de caças usados que mesmo meia boca, superariam o Scorpion.

Para alguem competir com o Tucano no cenário COIN é um osso duro de roer…dificil superar a performance pelo custo envolvido.

É um unico motor turbo-helice contra 2 turbinas….

Carlos
5 anos atrás

“Vader
28 de agosto de 2014 at 7:23 #

Vader
28 de agosto de 2014 at 7:25 #”

Aonde assino ?

Carlos
5 anos atrás

http://www.embraerds.com/portugues/content/combat/tucano_origin.asp

http://www.scorpionjet.com/

Concorrem entre si ?

Duvido.

São classes, faixa e cu$to$ totais bem diferentes.

Ambos tem seu mercado.

E ponto.