Home Divulgação CTA catarinense começa a operar no Aeroporto de Congonhas

CTA catarinense começa a operar no Aeroporto de Congonhas

587
0

Congonhas_02

O Caminhão Tanque de Abastecimento de Aeronave (CTA) produzido pela ARXO, de Balneário Piçarrras (SC), e homologado em regime especial para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, começou a operar há poucos dias no terminal. O equipamento leva o selo Petrobras, pode armazenar 13 mil litros de querosene, e têm capacidade para abastecer até 300 galões (ou 1.134 litros) por minuto sob a asa ou 370 litros sobre a asa (por gravidade).

Com larga experiência na fabricação de tanques aéreos e jaquetados para o armazenamento de combustíveis nos setores de aviação e automotivo, a ARXO ingressou em 2011 no mercado de aviação, focando também a fabricação dos CTAs a partir de 2013, um mercado bastante restrito no mundo. No ano passado o segmento de aviação representou 12% do faturamento da empresa, mas a previsão é chegar a 18% em 2014.

O caminhão tanque é fabricado em parceria com a Bossermann Aviation Equipament e montados nas unidades da ARXO em Balneário Piçarras e Itajaí, no litoral de Santa Catarina. Em 2012, o Aeroporto de Congonhas recebeu, em média, 580 movimentações por dia, entre pousos e decolagens, e mais de 16 milhões de passageiros, interligando São Paulo a 29 localidades e empregando aproximadamente 16 mil profissionais.

Os investimentos da ARXO no setor de aviação coincidem com a intenção do governo federal em ampliar investimentos na aviação regional no Brasil. A proposta é colocar em operação 270 novos aeroportos. No setor de aviação, segmento que atua desde 2006, atualmente a ARXO já desenvolveu projetos especiais de abastecimento para os aeroportos de Macaé (RJ), Santa Maria (RS), Altamira (PA) e Vitória (ES).

Congonhas_04

congonhas_01

SOBRE A ARXO:

Com matriz em Balneário Piçarras, em Santa Catarina, e filial em Cabo do Santo Agostinho, na Grande Recife (PE), a ARXO conta com escritórios em São Paulo (SP) e em Assunção, no Paraguai, além de uma rede de representantes no Brasil e Mercosul. Em 2013, a empresa ampliou o volume de produção de aço processado de 14,5 mil toneladas/ano para 18 mil toneladas/ano.

Atualmente, dos 38 mil postos de combustíveis existentes no Brasil, 70% utilizam tanques jaquetados ecológicos da ARXO. Fundada em 1967 como Soldas Pereira, a empresa vem ampliando sua atuação e expansão, tornando-se uma referência no setor metal-mecânico brasileiro. Em 2001, a empresa passou a se chamar Sideraço e, em 2003, conquistou a Certificação INMETRO, a ISO 9000. Em 2005, foi inaugurada a unidade de Recife (PE), e em 2006, a de Balneário Piçarras (SC), que dois anos depois passou a ser a matriz da empresa. Desde 2009, passou a se chamar ARXO, que, em latim, significa armazenar/manter e proteger “ARX”.

DIVULGAÇÃO: Buriti Jornalistas Associados

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of