Acidente com Eurofighter Typhoon espanhol em Morón

    286
    16

    Eurofighter Typhoon - foto Força Aérea Espanhola - Ejercito del Aire

    Piloto faleceu na queda, ocorrida a um quilômetro da pista da base

    Segundo o jornal espanhol El País, um caça-bombardeiro modelo Eurofighter Typhoon da Força Aérea Espanhola sofreu  um acidente nesta segunda-feira às 14h (hora local da Espanha), próximo à Base Aérea de Morón de la Frontera (Sevilha). O ministério da Defesa da Espanha confirmou que o piloto, um capitão casado e com um filho, faleceu no acidente.

    O caça caiu a um quilômetro da pista, quando se aproximava para o pouso, regressando à base após um voo de rotina. Não houve aviso de avarias por parte do piloto. Segundo testemunhas, o caça começou a realizar evoluções quando, repentinamente, mergulhou (picou) e atingiu o solo. Não se viu ejeção do assento. A imagem abaixo foi tirada por uma testemunha, Jorge Gargallo, e divulgada pela BBC News.

    queda Eurofighter em Moron 9-6-2014 - foto J Gargallo via BBC

    Segundo o jornal, trata-se do terceiro acidente com um Eurofighter espanhol (designado C.16 na Espanha) desde 2005. O primeiro foi um com um protótipo e o segundo foi durante um voo de instrução com um militar saudita. O Eurofighter serve, na Espanha, na Ala 11 baseada em Morón e na Ala 14 baseada em Albacete.

    FONTE: El País (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em espanhol)

    FOTO DO ALTO (em caráter meramente ilustrativo): Força Aérea Espanhola

    FOTO DE BAIXO (de testemunha do acidente) via BBC News

    VEJA TAMBÉM:

    16
    Deixe um comentário

    avatar
    14 Comment threads
    2 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    9 Comment authors
    Carlos Alberto SoaresGuilherme PoggioRoberto F SantanaVaderIväny Junior Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Clésio Luiz
    Visitante
    Active Member
    Clésio Luiz

    O Typhoon está com uma taxa de acidentes na Espanha maior que o F-104.

    Não que isso queira dizer que o Delta é menos seguro que o Fazedor de Viúvas, mas não deixa de ser um dado interessante.

    E meus pêsames à família do piloto.

    Claudio Calabria
    Visitante
    Claudio Calabria

    Clésio,

    Realmente interessante e talvez preocupante, essa informação.
    Já houve acidentes com outros operadores do Typhoon?

    Marcelo Pamplona
    Visitante
    Member
    Marcelo Pamplona

    Se muito me engano, o Starfighter ganhou o apelido de “fazedor de viúvas” na Luftwaffe, em virtude de uma alta taxa de acidentes nos primeiros anos de operação naquela força, o que foi minimizado nos anos seguintes, como atesta o artigo abaixo:

    http://www.aereo.jor.br/2009/12/04/por-que-os-starfighter-alemaes-caiam-tanto/

    Marcelo Pamplona
    Visitante
    Member
    Marcelo Pamplona
    Iväny Junior
    Visitante
    Member

    É um acidente completamente anormal. Provavelmente a análise vai apontar o erro, que neste caso, parece não ter sido do piloto.

    O f-104 é um dos piores caças de todos os tempos, verdadeiro lixo. Juntando todos os acidentes do Typhoon em todas as forças não dá a quantidade de acidentes do lixo voador (f-104 garbage) apenas na Alemanha.

    Iväny Junior
    Visitante
    Member

    Outra da boeing: A Lockheed vai modernizar os f-15 da Arábia Saudita! Acredito que a única esperança da boeing é mais um atraso de f-35 e uma encomenda curta de Silent Eagles. Claro que o Vader lembrou bem do T-x, que pode gerar um bom caça leve, mas, se a orquinha funcionar dentro dos requisitos, vai fechar todas as forças americanas com ela. Quanto aos aviões, mantenho o eagle como melhor que o super lobby porque, apesar do eagle suportar em tese “apenas” 9g, os pilotos já fizeram manobras de ataque em guerra (primeira do golfo) de 12g e com… Read more »

    Vader
    Visitante

    Er, esse coment seu está meio q fora de tópico não? Tem post sobre a Boeing logo abaixo…

    Roberto F Santana
    Visitante
    Member
    Roberto F Santana

    O objetivo do Poder Aéreo é discutir temas relacionados à defesa aérea propriamente dita, sua tecnologia, o mercado atual, a situação política da aviação militar. Pouco ou raramente se discute aqui a história da aviação militar assim como aspectos muito técnicos, naturalmente não é o foco principal do site. Assim sendo, os comentários são quase sempre baseados em especulações, prognósticos e suposições alimentadas principalmente pelo noticiário especializado, se acertadas ou erradas quase sempre não é possível de se averiguar dada a rapidez e toda a dinâmica das notícias, ou seja, quase todas as interlocuções giram em torno de um princípio:… Read more »

    Guilherme Poggio
    Editor
    Famed Member

    http://www.aereo.jor.br/2013/10/16/de-cada-tres-f-104-espanhois-um-estava-parado-por-falta-de-pecas/

    O Marcelo Pamplona lembrou muito deste post do F-104 também aqui do PA.

    O F-104 voou pouco na Espanha e isso colaborou para que não ocorressem acidentes por lá. Quem não voa, não cai.

    Clésio Luiz
    Visitante
    Active Member
    Clésio Luiz

    Tendo formação técnica, eu não gosto de chamar nada que foi fruto do estudo e trabalho dos outros de lixo. A existência de soluções mais eficientes não torna o seu trabalho em lixo, na minha opinião. Dito isso, eu acho que o F-104 foi sim uma aeronave difícil, mas seus conteporâneos não eram muito diferentes. O Mirage III na FAB teve perdas semelhantes aos do F-104 na Luftwaffe, e nem por isso o delta é uma aeronave ruim; O F-101, por exemplo, tinha um sério problema de controle de arfagem, por causa da cauda em T; O Draken sueco, admirado… Read more »

    Iväny Junior
    Visitante
    Member

    Pessoal, o comentário sobre a boeing tá fora do tópico. Era lá na sobrevida do super lobby.

    Roberto Santana, como sempre muito polido. Estamos aqui para descordar com respeito, o que você sempre fez. Em meu argumento, utilizo os números da mesma guerra que você mencionou, quanto aos Mig-21 x f-104, e, a quantidade de acidentes destes na própria força aérea paquistanesa.

    Carlos Alberto Soares
    Visitante
    Member
    Carlos Alberto Soares

    Entendi corretamente ? Só há desastres com Español ?

    http://politica.elpais.com/politica/2014/06/09/actualidad/1402317487_045639.html

    Roberto F Santana
    Visitante
    Member
    Roberto F Santana

    Prezado Ivany Junior. Certa vez, conversando com um piloto, este me disse que havia voado o DC-3 durante anos e de pronto lhe fiz a pergunta universal de todo o piloto: E aí? Como era? Supreendentemente o antigo piloto xingou o avião de tudo quanto é de ruim! Eu retruquei dizendo que porém a aeronave era usada simplesmente pelo mundo todo! O sujeito me saiu com uma resposta inusitada – ‘Era só o que tinha!’. Um outro exemplo: Algumas décadas atrás a revista Air International tinha uma série nas edições em que se analisava caças antigos com caças contemporâneos. Então… Read more »

    Iväny Junior
    Visitante
    Member

    Bem Roberto, são pontos de vista. Os Harriers são uma segurança para o USMC, tanto que compraram todo o estoque da Inglaterra. Dentre todas as versões, eu considero todas muito boas, sem momentos ruins apesar de uma taxa de acidentes alta, fruto do seu modo de operação. O USMC simplesmente entende que é uma característica operacional. O Mirage III foi muito bom nas mãos de pilotos israelenses, absolutamente acima da média dos inimigos no T.O. Quando em operação nas republiquetas muçulmanas, os números foram o que foram. No combate entre f-104 x Mig-23 que você mencionou, só estaria em vantagem… Read more »