domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

122 helicópteros da marca Helibras farão a segurança na Copa do Mundo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

AS350 Governamental_ Helibras M.Jumpei

Operadas pelas Forças Armadas e pelas Secretarias de Segurança Pública estaduais, aeronaves estarão à disposição para missões durante o evento

A Força Aérea e o Exército já escolheram os helicópteros da Helibras operados pelas duas corporações que executarão as missões de patrulha, segurança e transporte durante a Copa do Mundo FIFA 2014, que terá início no dia 12 de junho.

Entre as aeronaves de grande porte, serão utilizados pela FAB quatro novíssimos EC725, sendo dois deles em configuração de tropa, para segurança e patrulha, e outros dois destinados ao transporte de autoridades. Os modelos são fabricados no Brasil conforme contrato de transferência de tecnologia e produção assinado em 2008 entre Helibras e Ministério da Defesa, para equipar as Forças Armadas.

A FAB também poderá contar com quatro Super Pumas, modelo utilizado nas missões executadas pela Força durante a visita do Papa Francisco ao Brasil no ano passado, com o qual o pontífice também realizou seus deslocamentos. Duas unidades do modelo biturbina médio EC135 T2 também estarão aptos para as atividades de patrulha e transporte. Essas aeronaves, produzidas na França, receberam serviços de finalização e acabamento na fábrica da empresa em Itajubá (MG).

Com relação ao Exército, estarão a serviço da Copa do Mundo 55 dos 82 helicópteros da Helibras operados pela AvEx, dos modelos Cougar, EC725, Fennec e Pantera. O Fennec é a versão militar equipada para combate do helicóptero Esquilo, modelo fabricado na linha de montagem da Helibras desde 1978, incorporando atualmente de 48% a 54% de conteúdo brasileiro em sua produção.

Já os grupamentos aéreos de Polícia e Corpo de Bombeiros das 12 cidades-sede da Copa vão disponibilizar um total de 57 helicópteros, cerca de 50% de suas frotas somadas. As corporações operam, em sua maioria, aeronaves da família Esquilo com sistema de vigilância aérea, composto de imageador térmico de longo alcance, gravador de imagens e downlink de imagens em tempo real, o que aumenta a capacidade de detecção e identificação de alvos e ilícitos.

“A Helibras se orgulha em ter seus helicópteros operando em todas as instâncias de segurança e defesa do país e de estar presente num grande evento mundial como este, com mais de 120 aeronaves de nossa marca escolhidas pelos operadores para as atividades de segurança e transporte”, afirma Eduardo Marson, presidente da Helibras.

Pantera e 725 EB credito_Helibras - Felipe Christ

DIVULGAÇÃO/FOTOS: Convergência Comunicação Estratégica/Helibras

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Acho que o Esquilo é o helicóptero de maior sucesso da Eurocopter, por longa margem. São quase 40 anos de produção contínua, com mais de 4.300 entregues. Ele só fica atrás do fenômeno Bell 206, com 7.300 unidades.

Interessante que depois do sucesso do 206, todos os helicópteros civis tem boa aparência. É difícil achar um modelo projetado da década de 1970 em diante feio.

Reportagens especiais

Poder Aéreo nos Estados Unidos: CAF AIRSHO – parte 2

Como dissemos na primeira parte desta reportagem, no nosso primeiro show aéreo nos EUA não pegamos um tempo muito...
- Advertisement -
- Advertisement -