Home Aviação de Caça Novo MD indiano deverá ver o Rafale em ação no exercício ‘Garuda’

Novo MD indiano deverá ver o Rafale em ação no exercício ‘Garuda’

276
3

Rafale - foto Força Aérea Francesa

Caças da Força Aérea Francesa voarão com Su-30MKI, MiG-21 Bison e MiG-27 modernizados da Força Aérea Indiana – novo Ministro da Defesa será convidado a ver o exercício, marcado para começar em 2 de junho

Faltando pouco para assumir o cargo, o novo ministro da Defesa da Índia terá uma oportunidade de ver, em primeira mão, o caça francês Rafale em ação. O Rafale, fabricado pela empresa aeronáutica francesa Dassault, foi selecionado pelo governo de saída como a plataforma de preferência para o contrato de 126 caças para a Força Aérea Indiana. Isso se deu há mais de dois anos, quando se iniciou um processo de negociação.

Inicialmente cotado em 10,4 bilhões de dólares, o contrato poderá subir para 20 bilhões ao tempo da assinatura. O ministro da Defesa que está para entregar o cargo, A K Antony, recentemente deu a entender que o governo analisaria o “custo do ciclo de vida” oferecido pela Dassaault.

Rafale com as cores do Normandie-Niemen nos 100 anos da aviação russa - foto 2 Força Aérea Francesa

Enquanto a Força Aérea Indiana aguarda o desfecho, quatro caças Rafale da Força Aérea Francesa estarão em Jodhpur entre os dias 2 e 13 de junho, para participar do exercício Garuda entre as duas forças aéreas, acompanhados por um avião de reabastecimento em voo KC-135, também da França.

A participação da Índia no exercício envolverá quatro caças Su-30MKI, quatro MiG-21 Bison e quatro MiG-27 modernizados, segundo um oficial da Força Aérea Indiana. O último exercício Garuda aconteceu em Istres, na França, em 2010.

Enquanto a Força Aérea Indiana deverá convidar o novo ministro da defesa a visitar Jodhpur, o atraso no contrato dos 126 caças deverá estar numa apresentação que será dada tanto a ele quanto ao novo primeiro Ministro indiano (eleito no recente pleito realizado no país), pelo comandante da Força Aérea, marechal do ar Arup Raha.

Rafale - trabalho da equipe de apoio no Aero India 2011 - foto 2 Armee de lair

FONTE: Deccan Herald (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: Força Aérea Francesa

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Iväny Junior
6 anos atrás

Será que o desempenho do rafale neste exercício sera condicionante na aquisição?

Iväny Junior
6 anos atrás

Pois é. Espero que assinem, porque sem este contrato o Rafale morre. Mas imagine alguns reveses destes rafales x Su-30 nas arenas que ele deveria ser superior? Pode ser o que alguém estivera esperando para desistir dele…

Eu acredito que a abertura do software para construção conjunta foi determinante na aquisição. O consórcio BAe/Airbus não abriu isso pra ninguém e a dassault foi obrigada para se manter no mercado.