domingo, junho 13, 2021

Gripen para o Brasil

Em reunião nos EUA, ministro tcheco reitera oferecimento de caças Gripen para reforçar Báltico

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Gripen - foto 3 Min Def República Tcheca

Em 29 de abril, o secretário de Defesa dos EUA, Chuck Hagel, recebeu em Washington sua contraparte da República Tcheca, Martin Stropnický, em reunião que discutiu o desenvolvimento da crise na Ucrânia. Ambos concordaram que a prioridade é a resolução política, mas que a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) deve estar preparada para proteger seus membros do Leste Europeu.

Assim, os Estados Unidos deslocaram forças para a Polônia e países do Báltico, e a República Tcheca reiterou seu oferecimento de quatro caças JAS-39 Gripen para reforçar o dispositivo de defesa aérea da região.

Gripen - foto 4 Min Def República Tcheca

Stropnický deixou claro que a República Tcheca está interessada em participar de exercícios conjuntos nos Estados Unidos e na Polônia, realizados duas vezes por ano. Caso seus caças tomem parte nos treinamentos, estes poderiam ser realizados na base tcheca de Čáslavi.

Por seu lado, Hagel afirmou que a República Tcheca precisa reverter o declínio de seu orçamento de defesa, que foi reduzido em 1/4 nos últimos cinco anos. Ele recebeu uma resposta polida, porém firme, de Stropnický, que destacou que essa queda começou a ser revertida gradualmente, já que a defesa não pode apenas viver de crédito.

ministros da Defesa americano Hagel e tcheco Stropnicky - foto MD República Tcheca

FONTE / FOTOS: Ministério da Defesa da República Tcheca (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em tcheco)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

Vou postar o vídeo, pois há uma imagem bastante curiosa do Gripen entre 0:08 e 0:10 seg.:

https://www.youtube.com/watch?v=AnV7m1EZ-9w

Marcos

Aliás, a imagem é justamente essa que abre a capa do vídeo!!!!

Marcos

Me chamou a atenção toda a estrutura que compõe a caixa de ligação asa/fuselagem e compartimento de trem de pouso. O conjunto todo tem um volume imenso.

Roberto Bozzo

Nunão boa tarde. Lindas fotos…. mas me tire uma dúvida, o que seria aquela “protuberância” logo atrás do trem de pouso dianteiro, na primeira foto ?

Roberto Bozzo

É isso mesmo Nunão, eu que peço desculpas pois devia ter especificado a foto.
E agradeço a atenção.

Roberto Bozzo

Nunão pelo que vi no site da Saab é a saída do canhão Mauser 27 mm mesmo, parece que ele foi realocado mais para frente, mais próximo ao trem de pouso, do que esta no Gripen C.

http://www.saabgroup.com/Global/Documents%20and%20Images/Air/Gripen/Gripen%20for%20Switzerland/Gripen%20E%20IN%20DETAIL%202014%2001%2022%20%20french_Big.jpg

Roberto Bozzo

Sim eu vi que era do demonstrador, inclusive há uma matéria aqui no Aéreo com as diferenças dos C para os E (que não achei, a matéria) então peguei a imagem em outro site e lá é mais visível esta peça num D.

http://www.tropasearmas.xpg.com.br/Armas-Gripen.html

Então acredito que seja mesmo a entrada de ar que você citou; até porque descobri esta foto na wiki dos Grpiens C/D húngaros onde se vê com certa clareza que só o biposto tem esta peça bem centralizada em relação a fuselagem.

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Saab_JAS-39D_Gripen,_Hungary_-_Air_Force_JP6627802.jpg

Ivan

Países como Eslováquia, Hungria, República Checa e România não tem condições de sustentar grandes caças, muito menos caças de 5a geração. A Polônia, um país maior, talvez possa no futuro sustentar um ou dois esquadrões de F-35 A Lightning II, com ajuda do FMS yankee. Mesmo assim sua base será de monomotores F-16 C/D Vipers. Países mais ricos, como Suécia, Suíça e Finlândia dificilmente terão condições de sustentar forças aéreas totalmente furtivas, devendo combinar caças de gerações diferentes, talvez com um punhado de caças furtivos para dissuasão e outros tantos drones furtivos de ataque (VANT-C), mas mantendo uma base de… Read more »

Reportagens especiais

Procura-se os ‘guerreiros da internet’

Em 1997, Alexandre Galante e Sydney Rodrigues criaram o primeiro esquadrão virtual brasileiro no simulador de voo WarBirds, que...
- Advertisement -
- Advertisement -