França vai enviar quatro caças para reforçar patrulhas da OTAN no Báltico

    286
    8

    Mirage 2000 e Rafale - foto 2 Armee de lair

    Em visita a Washington, uma autoridade de defesa da França, general Pierre de Villiers, disse que quatro caças franceses se juntarão às patrulhas aéreas da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) no Báltico a partir do próximo domingo. A declaração foi dada na quarta-feira, 23 de abril, no contexto do aumento da ansiedade dos países da região devido à intervenção russa na Ucrânia.

    O general disse que os caças “vão participar da missão de policiamento aéreo dos Países Bálticos a partir da Polônia.” Os jatos poderão ser tanto Mirage 2000 quanto Rafale. A França também está enviando um avião-radar (AWACS) para patrulhar o espaço aéreo sobre a Romênia, segundo o general.

    Mirage 2000 e Rafale - foto Armee de lair

    A princípio, os franceses não irão além desse ponto, segundo o militar, num momento em que os EUA anunciaram o desdobramento de 600 soldados aerotransportados para exercícios na Polônia, Letônia, Lituânia e Estônia, numa mostra de solidariedade com os membros da OTAN vizinhos à Rússia. Porém, se for solicitada, a França poderá expandir sua presença na Europa Oriental, segundo o general Pierre de Villiers.

    O presidente François Hollande deverá visitar a Georgia em breve, para reforçar os laços da ex-república soviética com o Ocidente. Espera-se formalizar acordos políticos e de comércio com a União Europeia, similares aos que foram rejeitados pelo ex-presidente da Ucrânia e levaram à crise atual. A situação da Ucrânia traz preocupações à Georgia, que teve um breve conflito com a Rússia em 2008.

    Mirage 2000 e Rafale - foto 3 Armee de lair

    FONTE: AFP, via The Local (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

    FOTOS (em caráter meramente ilustrativo): Força Aérea Francesa

    VEJA TAMBÉM:

    8
    Deixe um comentário

    avatar
    6 Comment threads
    2 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    6 Comment authors
    GuizmoFernando "Nunão" De MartiniJackal975jairo boppre sobrinhobmbahia Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Jean-Marc Jardino
    Visitante
    Jean-Marc Jardino

    Para quem gosta de imagens de alta definiçao…..

    http://youtu.be/XkdeOwTPgzE

    bmbahia
    Visitante
    bmbahia

    Belo vídeo.
    Aos 3:11 aparece, no que me parece a posição dos LSO, alguém com a bandeira brasileira na manga e com cara de enfadado.
    A MB tem oficiais em intercâmbio para manter a proficiência como LSO junto à Marinha Francesa?

    jairo boppre sobrinho
    Visitante
    jairo boppre sobrinho

    Jean

    E tem como deixar de gostar deste show de imagens?
    Parabéns
    Uma coisa é certa, os caças franceses podem ser inviáveis(hj em dia)por preço – mas são muito bonitos!
    Abs

    Jackal975
    Visitante
    Jackal975

    Segundo a Wikipédia, numa pesquisa rápida, o mais próximo de um caça que as três repúblicas do Báltico tem é UM Aero L-39 em serviço pela força áérea da Lituânia.
    Não sei se dá pra confiar na Wikipédia nesse sentido, mas se isso é verdade, realmente, tão cedo essas missões “Baltic Air Policing” não poderão ser encerradas.
    Curioso, achava que essas três pequenas repúblicas (o PIB somado é maior que de Portugal) tivessem alguma condição de manter, ao menos, uma frota mínima de aeronaves para defender seus céus.

    Guizmo
    Visitante
    Member
    Guizmo

    Belo vídeo Jean Marc. Muito bem observado BM Bahia, tem mesmo um militar brasileiro à bordo

    Jackal975
    Visitante
    Jackal975

    Fernando “Nunão” De Martini25 de abril de 2014 at 11:36# Dei uma olhada na Wikipédia quando postei o comentário anterior e lá dizia que eles tinham um total de três Aero L-39 mas que somente um estava operacional. Por isso a referência de que só existia um. Sobre a situação econômica deles, de fato, não era das melhores nos anos 90. Sei que melhorou na última década e em que pese o PIB dos três ser maior que o de Portugal, talvez ainda não seja suficiente para adquirir e manter uma frota própria. Vai entender…cada um com suas prioridades, se… Read more »