domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

Esquadrão Falcão recebe terceira unidade do helicóptero H-36 Caracal

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

H-36

O Esquadrão Falcão (1°/8° GAV) recebeu na última quarta-feira (09/04) a terceira unidade do helicóptero EC-725, ou H-36 Caracal, como é denominado no Brasil. A produção da aeronave é realizada na empresa Helibras, localizada na cidade de Itajuba (MG).

A versão do helicóptero, ainda básica, difere das outras duas aeronaves que chegaram anteriormente, pois possui uma quantidade maior de recursos, destacando-se o modo “SAR” do piloto automático, em que com apenas o apertar de um botão, faz todo o circuito padrão de um resgate, estabilizando-se no “pairado”, quase na vertical da vítima.Além disso, habilita o Operador de Equipamentos ao controle da aeronave através de um “Joystick” localizado na cabine traseira, para ajustes finos, com o objetivo de executar procedimento de içamento na terra ou na água de maneira mais rápida.

Segundo o Capitão Aviador Rafael Boesso Silva, um dos pilotos que participaram do recebimento da nova máquina, esses recursos dão mais liberdade para que o piloto se preocupe com o monitoramento da missão. “As novas funções permitem a antecipação de possíveis variáveis, provendo um menor desgaste da tripulação, em comparação com o método tradicional, em que o controle da aeronave ficava completamente nas mãos do piloto, seguindo as orientações verbais do Operador de Equipamentos durante as correções”, comenta.

A próxima versão a ser recebida pelo Esquadrão será a Operacional (CSAR), prevista para este ano. Nessa fase, o Esquadrão iniciará os processos de padronização e difusão dos equipamentos de guerra eletrônica (EWS, Flare e FLIR) e de reabastecimento em vôo (REVO).

FONTE: FAB

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alfredo Araujo

Hj de manhã, ao passar pela Linha Vermelha, passaram por mim (decolando do Galeão) um VH-36 e um HM-4, logo atrás…

Logo após a decolagem, ficaram sobrevoando o complexo da Maré… depois os perdi de vista.

Maldita hora para esquecer os Igla em casa… =/

eduardo pereira

Eeeta bichao deve ter um ronco de motor bacana !!

juarezmartinez

O ronco dele fica “bonito mesmo” quando o ponteiro do medidor de pressão do óleo da transmissão vai para esquerda e o da tempertura vai para direita e em seguida vem um aroma “de fores do campo” proveniente da tripulação. Uma cena fantástica……

Grande abraço

eduardo pereira

juarezmartinez16 de abril de 2014 at 8:10#

KKKKKKKKKK!!

Edgar

O padrão da pintura externa escureceu ou seria apenas fruto da ausência de luz na foto? Pois, se estiver mais escura, ficará BEM mais bonita, vide os HM-4 do CAvEx.

cvn76

Esse esquadrão ainda é baseado em Belém/PA?

Existe mais algum esquadrão equipado com o H-36?

Guilherme Poggio

Prezado Franz

Sim, o Falcão continua Baseado em Belém. Na FAB ele é o único que opera o H-36, mas também está equipado com o velho e bom “sapão” (H-1H)

Vader

juarezmartinez
16 de abril de 2014 at 8:10 #

Rárárárárárá… 🙂

eduardo pereira

poderiam trocar todos os Sapoes pelo seu equivalente atual ( ou mesmo os BlackHawks) pois ficou bacanao o bicho.

Sds.

juarezmartinez

O propósito, tem alguns “blogs experts em defesa aeronaval” por aí que só publicam as coisas lindas e maravilhosas do mundo encantado do faz de conta, mas vamos aguardar pacientemente, que quando der caixão e vela preta e vai dar, podem anotar aí, estes mesmos imparciais editores mandarem condolências para a familias de militares possam vir a perder a vida nesta armadilha voadora.
O que não se faz par ter acesso a OMs e a patrocinadores, mas…….. ahh, o tempo é senhor de todas as verdades….e eu sei aguardar a hora certa.

Grande abraço

Rinaldo Nery

Juarez odeia muito o H-36…. rsrsrsrsrsr
O próximo Esquadrão a receber o H-36 na versão C-SAR é o Pelicano, em Campo Grande.

cvn76

Oi Poggio e Rinaldo!

Muito obrigado pelas informações……:-)

Outra dúvida, já que entendo muito pouco do assunto:

Esse H-36 seria uma versão melhorada do H-34 também operado pela FAB no 3°/8° Esquadrão Puma no Campo dos Afonsos/RJ?

juarezmartinez

Rinaldo Nery 17 de abril de 2014 at 12:06 #

Juarez odeia muito o H-36…. rsrsrsrsrsr
O próximo Esquadrão a receber o H-36 na versão C-SAR é o Pelicano, em Campo Grande.

Caro Cel Nery! eu apenas gano o meu ineiro e forma onesta e suaa, pago religiosamente os impostos e quero velos bem aplicaos, isto aí é um mau exemplo investimento.

Grane abraço

Rinaldo Nery

Não tiro a sua razão, Juarez. Infelizmente, como vc sabe, nem sempre depende das FFAA escolher o melhor equipamento. Tem os interesses do GF, às vezes escusos, às vezes não. A FAB vai fazer o melhor que puder com os H-36.
cvn76, o que eu sei (alguém me corrija), é que o H-36 (EC725) é uma versão militarizada do EC225. Certamente, deve ter sido baseado no H-34.

Rinaldo Nery

Outro detalhe: tenho amigos voando o EC225 na offshore e falam bem dele.

juarezmartinez

Caro amigo Cel Nery! Após ler seu último comentário resolvi “pisquisar” com uns amigos da área de off shore, que operam três tipos distintos de vetôres: “Olha as cunversa”: Nesta mesma empresa que o senhor tem amigos, existem metas de disponibilidade estabelecidas, que são as seguintes: EC 225 91% Sikorski S 92 94% Sikorski S 76 97% Bem ,as metas acima para cada um são auto explicativas,lembrando que cada 0,1% neste negócio representa um monte de dinheiro que não entra no caixa, mas tem um dos modelos que está puxando a meta da companhia que é de 94% para baixo… Read more »

Reportagens especiais

Avro Canada CF-105 Arrow, um sonho interrompido

Por Luiz Reis*, especial para o Poder Aéreo Na aviação, muitos projetos considerados promissores acabam sendo cancelados, não por causa...
- Advertisement -
- Advertisement -