Campanhas do sim e do não ao Gripen na Suíça: o combate na arena visual

    272
    11

    campanha sim ao Gripen na Suíça - foto

    No dia 18 de maio, a população da Suíça participará de um referendo para aprovar ou não o sistema de financiamento da compra de 22 caças Gripen suecos, que já foi aprovada pelo Parlamento Suíço. Enquanto isso, há campanhas do “sim” e do “não” ao Gripen fazendo um legítimo combate na arena visual, ou seja, nas imagens.

    campanha sim ao Gripen na Suíça

    campanha sim ao Gripen na Suíça - francês

    campanha sim ao Gripen na Suíça - italiano

    Veja, em alemão, francês e italiano, as três línguas oficiais do país, alguns exemplos dos apelos visuais das campanhas do SIM (JA/OUI/SI) e do NÃO (NEIN/NON/NO). Clique nas próprias imagens acima e abaixo para acessar as campanhas nas três línguas.

    campanha não ao Gripen na Suíça - alemão

    campanha não ao Gripen na Suíça - francês

    campanha não ao Gripen na Suíça - italiano

    Para quem trabalhou bastante tempo em propaganda, como é o caso deste editor, fica evidente o apelo visual muito mais direto, simples e de impacto da campanha do “sim”.  A exceção para a falta de criatividade visual da campanha do “não” é um interessante ícone: um voto dobrado como um avião de papel, entrando numa urna. Clicando no ícone abaixo, você acessa a campanha do “não” no facebook, e aí sim poderá encontrar algumas imagens mais criativas, compartilhadas entre os diversos membros da comunidade, assim como as derivações do apelo visual da campanha contra o caça em camisetas e outros meios.

    Acompanhando o visual do ícone, é no facebook que a campanha do “não” se redime da falta de criatividade gráfica e da mal resolvida imagem da diminuta maleta de dinheiro com o caça (que pelo pequeno tamanho lembra tanto os estojos de guarda de valores em bancos quanto os de primeiros socorros ou marmitas): o “não” se mostra muito mais plural e de apelo popular nas mídias sociais do que o “sim” (clique aqui para acessar a comunidade do sim). A campanha do “sim”, no facebook, tem um apelo muito mais “oficial” de dizer sim à segurança, enquanto a campanha contrária ao caça, na mídia social, se mostra mais ampla e variada em suas formas de dizer não ao gasto de bilhões com  caças.

    Enquanto esse combate na arena visual vai se acirrando na Suíça, o leitor Elezer, que inspirou esta matéria após avisar que a campanha do sim “já”  (desculpem o trocadilho com o alemão…) está espalhada pelas ruas da região de Zurique (Zürich), nos mandou a seguinte foto:

    cartaz campanha pelo sim - gripen - foto Elezer Puglia

    COLABOROU: Elezer

    VEJA TAMBÉM:

    Subscribe
    Notify of
    guest
    11 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Vader
    6 anos atrás

    Sigo aqui na minha torcida para que o referendo diga NÃO ao Gripen na Suíça, embora essa eu ache que irei errar…

    Iväny Junior
    6 anos atrás

    Bem Nunão, vou ter que discordar de você. A campanha do sim é muito simplória em relação a um povo que é acostumado com o que há de melhor em design em sua cultura. Fosse no brasil seria inverso. O apelo sobre o “caixa vazio” do não é bem melhor, mais convincente, por, justamente ter um triplo sentido (caixa de primeiros socorros, caixa de dinheiro e caixa de brinquedo/miniatura), uma foto muito bem trabalhada, desqualifica, de uma vez só, o investimento, a eficácia do caça e a prioridade para gastos em saúde. Eu acredito que o Gripen vai ganhar porque… Read more »

    Vader
    6 anos atrás

    Na boa, a campanha do “não” é absolutamente ridícula; e não é preciso ser um gênio do marketing para ver isso: só consegui entender o que queria dizer depois que li a nota do Nunão e, mesmo assim, ainda estou na dúvida sobre seu significado…

    No mínimo é uma campanha totalmente ingênua…

    Iväny Junior
    6 anos atrás

    O logo do “não” é mais bem trabalhado (uma vez o do “sim” perde o sentido fora do idioma alemão). O logo do “não” é o aviãozinho de papel dentro da caixa, as imagens maiores são peças, propriamente ditas. A penetração no facebook é um indício da gestão melhor, embora não se deva tomar por base apenas isso. Adorei os argumentos do vader. Como sempre chegando na canela. Sem muitos argumentos é verdade (o fato de você não entender é consequência de você não ser parte do público alvo). A Propaganda aqui é política, em ambos os casos. O logo… Read more »

    clsaraujo
    clsaraujo
    6 anos atrás

    Acredito que a escolha do gripen ng pelo Brasil terá um grande impacto a favor do mesmo pelo povo suíço.

    jairo boppre sobrinho
    jairo boppre sobrinho
    6 anos atrás

    Vader
    Vc está torcendo pelo não – imaginando que com isto a posição do Brasil, como sócio no projeto fique mais fortalecida, estou certo?
    Porém, com isto tb não estaríamos perdendo, uma vez que a escala diminuí?
    Abs

    Vader
    6 anos atrás

    Caro Jairo, exato. Na minha visão a Suíça só serviria para afastar empresas brasileiras da construção do Gripen NG.

    Mas claro, é só uma visão, talvez apriorística, do tema.

    Sds.

    Renato.B
    6 anos atrás

    Bem, eu estou torcendo pelo SIM dos suíços. Mas, apesar de discordar das cores de fundo e tipografia da campanha do NÃO entendo que eles querem mostrar que estão querendo mostrar que o avião é um brinquedo caro e desnecessário que vai passar a maior parte do tempo numa caixinha. Acho que foi isso que eles quiseram mostrar com a marca. Se a intenção era essa e eu estivesse trabalhando na campanha do não acho que eu teria sido mais agressivo e reforçado a mensagem puxando para um aspecto infantil ou de “necessidade de mostrar que é macho” com essa… Read more »

    Renato.B
    6 anos atrás

    Bem, eu estou torcendo pelo SIM dos suíços. Mas, apesar de discordar das cores de fundo e tipografia da campanha do NÃO entendo que eles querem mostrar que o avião é um brinquedo caro e desnecessário que vai passar a maior parte do tempo numa caixinha (rainha de hangar?). Acho que foi isso que eles quiseram mostrar com a marca. Se a intenção era essa e eu estivesse trabalhando na campanha do não acho que eu teria sido mais agressivo e reforçado a mensagem puxando para um aspecto infantil ou de “necessidade de mostrar que é macho” com essa compra.… Read more »

    Renato.B
    6 anos atrás

    Essa minha conexão web só me faz passar vergonha. Por favor ignorem o primeiro post, saiu sem revisão. :-p