Home Exercício Esquadrão Pantera realiza treinamento para aperfeiçoar técnicas

Esquadrão Pantera realiza treinamento para aperfeiçoar técnicas

304
5

i144410205353101

Durante o mês de março, o Esquadrão Pantera (5°/8° GAV) de Santa Maria (RS) realizou treinamento de resgates em alto mar. O objetivo é aperfeiçoar as técnicas utilizadas nesse tipo de missão e manter a operacionalidade do Esquadrão. Com os exercícios, os militares que voam os helicópteros H-60 Black Hawk da Força Aérea Brasileira (FAB), são capazes de fazer resgates de pessoas em alto mar, em áreas alagadas e em embarcações à deriva.

Em um dos exercícios, realizado em conjunto com a Marinha do Brasil, a tripulação treinou o resgate em embarcações, conhecido como modalidade de convés. Por meio da técnica de içamento (kapoff) é possível infiltrar profissionais médicos para o apoio à emergência a bordo e também resgatar vítimas em embarcações avariadas. O treinamento é feito sem a figura do oficial de lançamento e pouso – militar da marinha que faz o papel de balizador do helicóptero no convés do navio – o que dá mais independência e agilidade para a tripulação da aeronave caso haja a ausência desse oficial no resgate.

i1444102053115688

Também em março, na Base Aérea de Florianópolis (BAFL), os militares do 5°/8° GAV realizaram durante o exercício “Helicóptero TA” o resgate sobre regiões alagadas. Neste procedimento o helicóptero se aproxima da pessoa a ser resgatada, o homem de resgate desce com o auxílio do guincho da aeronave, conecta-se ao resgatado e ambos são içados. Dependendo do estado de saúde da vítima é possível o resgate com maca para imobilização.

Para o Tenente Vinicius Salum, piloto do Esquadrão Pantera, os treinamentos sobre o mar são muito importantes. “Esses exercícios se assemelham muito da situação em que ocorrem os resgates, principalmente em regiões de enchentes, como a do final de 2013, no Espírito Santo. Cidades alagadas pareciam oceanos por isso fazemos este treinamento no mar, para termos competência de operar mesmo nas piores condições”, finaliza.

FONTE: Força Aérea Brasileira

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus Felipe
Mateus Felipe
6 anos atrás

Galante quantos uh-60 a Fab tem?

Mateus Felipe
Mateus Felipe
6 anos atrás

Responde ae galante

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
6 anos atrás

Mateus Felipe, não sou o Galante mas, como vi seu comentário agora, aproveito para responder: São 16 aeronaves S-70/UH-60L recebidas pela FAB entre 2006 e 2012, segundo o Stockholm International Peace Research Institute. Consta, ainda, uma 17ª encomendada em 2012, mas não me lembro se já foi entregue. PS – Pedir educadamente uma informação é melhor do que escrever “responde ae”, não acha? Além disso, não é muito fácil alguém ver um novo comentário de uma matéria de dois meses atrás, a não ser que passe pelo site mais ou menos na hora em que você comentou. É mais fácil… Read more »

Mateus Felipe
Mateus Felipe
6 anos atrás

Desculpe é que eu estava curioso para saber,e sobre os uh-60a de cores escuras(nao sao camuflados) que transporta os para-sar

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
6 anos atrás

São 08 no 7°/8° (Harpia), em Manaus, e 08 no 5°/8° (Pantera), em Santa Maria. Qualquer Esquadrão de asas rotativas transporta o PARASAR, sediado em Campo Grande. Lá o 2°/10° (Pelicano) opera os H-1H, em processo de substituição pelos H-36 Caracal, que alguns aqui chamam de Ëurobambi¨.