domingo, setembro 26, 2021

Gripen para o Brasil

Entregue o último C-5M “Super Galaxy”

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

C-5M-1st-production-1st-flight_foto LM

Quarenta e um anos atrás, uma Ala Aérea da Base Aérea de Dover tornou-se a primeira unidade da USAF a ser equipada totalmente com o cargueiro militar C-5 Galaxy.

Na quarta-feira (2/4) à tarde, esse marco foi reprisado – com um upgrade.

Por volta das 1:30, uma tripulação combinada das dos Esquadrões 9 e 709 pousou em Dover a bordo de um C-5M “Super Galaxy ” – a edição reformulada e modernizada desses antigos jatos.

O brigadeiro Brooks Bash, subcomandante do Air Mobility Command, apresentou a chave da aeronave para o comandante da tripulação do avião, Bradley Harris, do 436 Aircraft Maintenance Squadron.

Dezessete C-5M já haviam pousado em Dover anteriormente. A chegada do 18º C-5 completou a reformulação da frota da base.

“Estamos muito animados em receber nosso último C-5M Super Galaxy”, disse o coronel Rick Moore, comandante do 436 Airlift Wing. “Concluindo a nossa frota com aviões modernizados é um marco significativo para a equipe de Dover e para o programa C-5M”.

Aviadores de Dover também operam 13 cargueiros C-17. O C-17, assim como o C-5M, é um transportador para longas distâncias que começou a operar em 1990.

O programa C-5M leva a aeronave enorme, a maior da Força Aérea, para o século 21.

Com controles de voo e sistemas de navegação totalmente digitais e motores mais eficientes e poderosos, o jato modernizado dará à Força Aérea uma capacidade extra de transporte ao jato produzido pela Lockheed Martin para “as próximas décadas”.

No entanto, por ironia do destino, o 18º C-5M, com o “serial number” 87-0040, chega no mesmo ano em que a Força Aérea, sem dinheiro, propõem encostar seis C-5M.

Os seis jatos receberão manutenção e serão mantidos em condições de voo, disseram funcionários da base. Eles seriam considerados como substitutos caso qualquer um dos 12 C-5M “primários” tenha que sofrer uma manutenção significativa ou não puderem voar”, disse o porta-voz da AMC, Roger Drinnon.

Além disso, se a proposta de orçamento for ratificada e assinada, Dover também cortará 175 aviadores de suas fileiras durante o ano fiscal 2015, que começará no dia 1º de outubro e vai até 30 de setembro de 2015.

FONTE: Delaware Online (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

FOTO: meramente ilustrativa

VEJA TAMBÉM:

 

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luis

Seis C-5M encostados? Manda uns para nós! Pode servir até mesmo como avião presidencial…

Luis

E alguns C-17 também.

Últimas Notícias

USAF seleciona o turbofan F130 da Rolls-Royce para o programa de remotorização do bombardeiro B-52

A Força Aérea dos EUA anunciou em 24 de setembro que deu à Rolls-Royce um contrato de US$ 500...
- Advertisement -
- Advertisement -