Home Aviação de Caça F-15 perde canopi em voo

F-15 perde canopi em voo

340
7

Capitão Jeffery Thomason do 44thFS em seu F-15 - foto USAF

Um avião de caça F-15 da USAF perdeu o canopi na terça-feira (4/3) durante um treinamento de rotina realizado na costa de Okinawa, no Japão, informou 18º Ala baseada em Kadena.

A aeronave pousou sem incidentes em Kadena, e não houve feridos.

A causa do incidente não foi imediatamente detectada e as autoridades de segurança da base estavam investigando, de acordo com a Ala.

Aviões dos EUA com base em Kadena treinam regularmente por uma vasta extensão do oceano, a leste de Okinawa.

No ano passado, um jato F-15C caiu no mar na zona de treinamento Hotel-Hotel, e o piloto ejetou-se em segurança após problemas mecânicos.

FONTE: Star&Stripes (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

7
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Iväny JuniorNautilusGuilherme PoggioClésio LuizObservador Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luis
Visitante
Member
Luis

Tá igual aos F-5E Br…

glaison
Visitante
glaison

Nossos F-5M são como os F-15 deles.

Ambos conferindo opção de voo conversível, a moda biplanos do inicio do século XX.

Observador
Visitante
Observador

Ah, então não é só com os nossos F-5 que acontece.

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Parece que a USAF vai mandar mais caças pra Europa para reforçar as coisas por lá, por causa da situação na Ucrânia:

http://foxtrotalpha.jalopnik.com/u-s-to-bolster-air-defense-along-russian-border-what-1537222204

Esse blog do link não é uma fonte confiável, mas é bom ficar de olho se sair uma confirmação numa fonte melhor.

Nautilus
Visitante
Nautilus

É nisso que dá voar sucatas de mais de 30 anos!

Iväny Junior
Visitante
Member

E é isso que eles têm pra usar. Uma frota envelhecida de F-15 e F-16. Deveriam fazer algumas encomendas do Silent Eagle, super lobby e Block 60, dariam uma sobrevida à Boeing para que ela parasse com o chororô.

Não existem F-22 suficientes para ataque externo (segundo a filosofia deles), e o f-35, bem, um dia, quando for capaz de combate minimamente…