Agora é só com ele!

    241
    22

    F-5EM na BASC - festa dos 64 anos do GAVCA - foto Poder Aereo - Galante

    A partir de hoje a Brasil conta somente com a frota de caças F-5 modernizados da FAB para defender os céus do país. Ontem a FAB se despediu dos seus últimos Mirage 2000 operados pelo Primeiro Grupo de Defesa Aérea (GDA) e a defesa do espaço aéreo no entorno da capital brasileira também será feita pelo F-5.

    Na verdade os F-5 contarão com a ajuda dos AMX (A-1). A Força Aérea anunciou no início de março de 2013 que as unidades equipadas com jatos de ataque A-1 também cumpram missões de policiamento do espaço aéreo, no contexto dos grandes eventos como a Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas, programados para o período 2014-2016. No entanto, sabe-se muito bem que o A-1 está longe de ser a aeronave ideal para esta missão. Até mesmo o F-5 possui deficiências para missões de interceptação e defesa aérea, mas é o que existe no inventário da FAB atualmente.

    Mas existe esperança. Com o recente anúncio pelo Ministro da Defesa, o Brasil escolheu o Gripen E como futuro caça da FAB. Como os primeiros Gripen da FAB demorarão para pousar no país, espera-se que um lote de aeronaves usadas dos modelos C/D façam companhia para os F-5 em breve.

    22
    Deixe um comentário

    avatar
    19 Comment threads
    3 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    12 Comment authors
    Rinaldo NeryIväny JuniorControlTadeu MendesWagner Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    nunes neto
    Visitante
    nunes neto

    Para Copa e Olimpiadas esta bom demais,se bobear bastava super tucano, não imagino um terrorista invadindo o Brasil com um F22 para jogar num estádio!Tb não acredito que o Brasil vai se meter em guerra nos próximos anos,faz tempo que não entra numa, nem têm problemas tão gigantes com viznhos que o leve a uma ,assim sendo, o F-5M segura as pontas até a chegada dos tampões e dos 36 Gripen NG ! Sei que não é o ideal, que com segurança não se brinca, mais se Deus quiser esse ano a FAB e a SAAB acertam as coisas e… Read more »

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    Se alguém sequestrar um Boeing, nem AMX, nem F-5, muito menos ST vão interceptar alguma coisa.

    Fernando "Nunão" De Martini
    Editor
    Famed Member

    Marcos,

    Por que, efetivamente, um F-5 capaz de voar a cerca de Mach 1.6 (aliás, velocidade máxima semelhante à do F-35 que provavelmente será o caça padrão de vários países europeus) não seria capaz de interceptar um jato comercial, caso este esteja dentro do seu raio de interceptação na cobertura de uma hipotética zona de exclusão aérea estabelecida?

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    Pois é, por um Mirage III, a M.2!!!!!

    Depois, os EUA estão encomendando 2500 F-35, além de contar com uma serie de outras aeronaves.

    É como morar em Seul: onde quer que você esteja, onde quer que você more, onde quer que você trabalhe, há uma estação de metrô a 500 metros de você.

    nunes neto
    Visitante
    nunes neto

    Marcos, existem as zonas de exclusão aéreas próximas as áreas do evento, com defesa solo-ar, do mais com certeza nos dias de eventos os aviões estariam patrulhando a zona ,não estariam em solo, vc esta raciocinando como caso um avião comercial fosse sequestrado ai seria dado um alerta para somente ai ,um avião supersônico decolasse, e por causa de sua velocidade conseguisse intercetar o jato comercial?Quando falo em ST, digo que, se vc colocar no dia do evento quatro ST para vigiar (lembrar que este pode ficar mais tempo sobrevoando ) a área do evendo, mais as defesas solo-ar, radares… Read more »

    Almeida
    Visitante
    Member
    Almeida

    É por causa de gente que pensa (e escreve) como o nunes neto que esse país é desse jeito…

    Almeida
    Visitante
    Member
    Almeida

    Desculpem, mas é tanta cosia errada que dá preguiça de responder.

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    Está todo mundo pensando em Copa e Olimpíadas. Eu estou pensando no todo dia. Está todo mundo pensando em uma área de exclusão aérea, onde você eventualmente fique esperando uma aeronave se aproximar. Eu estou pensando que que você tenha de ir atrás de uma outra aeronave, que você tenha de ter velocidade e persistência. Imaginem um A-300, um cargueiro, que tenha saído da Bolívia com destino, sei lá, Mali, e que os pilotos resolvam, para economizar combustível, traçar um voo DCT, mandando cartas, aerovias e tudo o mais para o fundo da mala. Esqueçam um AMX, não vai alcançar… Read more »

    Fernando "Nunão" De Martini
    Editor
    Famed Member

    Marcos, Para um país do tamanho do Brasil, querer uma cobertura de defesa aérea de caças para interceptação supersônica em 100% do território é algo utópico, na minha opinião. No mundo, só os EUA conseguem algo parecido e olhe lá, como mostra o exemplo que você descreveu. A velha URSS garantia isso mais ou menos, com alguns bons buracos, e o outro exemplo que você deu também mostra isso. Países que conseguem uma cobertura 100% são muito menores. É o caso da França, mais ou menos do tamanho da Bahia ou de Minas, e que ainda tem no formato quase… Read more »

    Mauricio R.
    Visitante
    Mauricio R.

    OFF TOPIC…

    …mas nem tanto!!!

    Enquanto isso na copiadora 3D completamente maluca, da Madame Dragão:

    (http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2013/12/j-10-advanced-more-copy-and-paste-via.html)

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    OK!

    nunes neto
    Visitante
    nunes neto

    Almeida, vamos voltar ao assunto da interpretação do que se lê, entenda, estou falando que para a copa do mundo end Olimpiadas , ao meu ver ,(opnião pessoal) não se faz necessário um F-18 ou Gripen, massssssssssssssssssssss para a defesa do país ,sim, não estou falando que não precisamos de caças modernos,mas para proteger copa e olimpiadas…..Sabemos que essa foi a deixa para os militares conseguirem alguma coisa,mas não é o pricipal objetivo da compra, como o Marcos disse , tá todo mundo pensando em copa e olimpiadas ,mas a preocupação é o dia a dia, acho que vc está… Read more »

    nunes neto
    Visitante
    nunes neto

    Ou seja estou falando em dois pontos fixos , Copa e Olimpiadas,mas clara ,lógico e elementar que sabemos (todos nós que estamos a anos debatendo FX,FX2….), não vejo problemas se não tiver-mos os Gripen para Copa nem para as Olimpiadas, contanto que em 2018 eles chegem concerteza!Mas, é quase certo que para as Olimpiadas os C/D estarão por aqui!Abçs

    Carlos Alberto Soares
    Visitante
    Carlos Alberto Soares

    Que “os Jordanianos” fiquem disponíveis o mai breve possível.

    Wagner
    Visitante
    Wagner

    Muito bem lembrado Carlos

    Os jordanianos entrando em serviço, mais um tampax de Gripen, vai melhorar bastante a situação.

    Eu encomendaria F 5s suiços de reforço, para preservar nossas celulas ao maximo.

    Lembrando que os Darter estao a caminho.

    Alias

    Tem no Brasil simulador de combate para o F 5 EM ?? Tipo, para poupar grana, ao inves de decolar um esquadrao inteiro, um simulador ajudaria a treinar taticas de combate , não é mesmo ??

    Carlos Alberto Soares
    Visitante
    Carlos Alberto Soares

    É, quem não tem cão, caça de Tiger ….literalmente….

    kkkk ….

    Tadeu Mendes
    Visitante
    Member
    Tadeu Mendes

    Os simuladores virtuais sao um excelente meio de adestramento para pilotos, mas nao substituem a totalmente as vantagens da simulacao real de combate.

    Vai la em Israel e confiram. Eles voam naqueles jatos de combate (F-15s. e F-16s. ), diariamente (Ate mesmo no Sabbat), e as simulacoes de combate (exercicios aereos), sao uma constante…quase que semanalmente.

    E nao e somente interceptacao nao.
    Existem os exercicios aereos bem ao estilo dogfihts, missoes de projecao de forca, missoes de ataque a instalacoes militares e estrategicas dos inimigos.

    Simular e bom, e divertido e economico….mas nao ganha guerra.

    Control
    Visitante
    Control

    Srs Além de não dispor de modernos caças, o Brasil tem seus caças alocados de tal forma que, hoje, só pode ser considerada com alguma cobertura aérea as áreas de entorno, num raio de uns 250 km, do Rio de Janeiro, de Anápolis, de Canoas e de Manaus. Praticamente toda a infraestrutura de energia do país está a descoberto bem como a maior parte de seu parque industrial. Isto é conseqüência da manutenção de uma política de locação da força de caças que vem desde a década de 50 e que só sofreu alguma alteração com o GDA em Anápolis… Read more »

    Iväny Junior
    Visitante
    Member

    O Gripen tá chegando aí. Basta ter calma galera. A cobertura não é a ideal, longe disso até, mas é o que tem pra hoje.

    O mirage 2000 caçava com misseis cegos e radar relativamente bom. Sem data-link, sem contramedidas muito eficiente… Se os E-99 e R-99 estiverem bem operacionais, eles podem identificar ameaças muito anteriormente e fornecer dados atualizados para o f-5 interceptar até um Sukhoi, bem como, iluminar com seu radar poderoso, alvos para os misseis derby.

    Rinaldo Nery
    Visitante
    Member
    Rinaldo Nery

    Em 2008 um C-130 venezuelano cruzou o espaço aéreo amazonico sem autorização. O GDA deslocou aeronaves F-2000 para Porto Velho a fim de prover defesa aérea, caso o fato se repetisse. Esse foi um dos motivos da mudança do PACAU para Manaus, com os F-5EM, embora eu sempre achei que deveria ter ido para Boa Vista (pista maior, instalações melhores). O Comandante do COMGAR, à época, me chamou a atenção porque insisti no assunto.

    Mauricio R.
    Visitante
    Mauricio R.

    “…como, iluminar com seu radar poderoso, alvos para os misseis derby.”

    O radar Erieye ilumunando alvos, é isso o que eu lí???
    Xí…