Caças Mirage F1 franceses fazem última campanha de tiro ar-solo

    407
    14

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - foto Força Aérea Francesa

    Realização do último exercício do tipo sinaliza a proximidade de desativação da aeronave, que poderá significar tanto a dissolução do esquadrão quanto o seu reequipamento com o Rafale

    Mais uma página está sendo virada na Força Aérea Francesa (Armée de l’air). Em novembro, os jatos Mirage F1 franceses que hoje operam apenas no Esquadrão de Reconhecimento (ER) 2.33 “Savoie”, mas que entre meados da década de 1970 e boa parte da década seguinte foram os principais caças em operação na França, realizaram a sua última campanha de tiro ar-solo.

    Quando a última campanha de tiro (geralmente anual) é anunciada, costuma significar que dentro de um ano a unidade deixará de existir ou será reequipada com um novo caça. Foi assim com diversas dissoluções e reequipamentos nos esquadrões franceses ao longo dos últimos anos, como se pode ver nos links ao final desta matéria e, por isso, uma ou outra opção deve estar no planejamento do esquadrão “Savoie” ao longo de 2014. Vale dizer que, apesar da necessidade francesa de reduzir as entregas do Rafale nos próximos seis anos, o excedente de exemplares já recebidos e os programados para 2014 devem ser mais do que suficientes para a formação de um quarto esquadrão de linha de frente do novo caça, na Força Aérea Francesa.

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - foto 5 Força Aérea Francesa

    Como exemplos de desativações e reequipamentos dos últimos anos, alguns esquadrões equipados com o Mirage 2000C foram recentemente dissolvidos e suas aeronaves remanejadas para outras unidades, ao passo que um novo esquadrão de Rafale era criado (o Gascogne). Ao mesmo tempo, o esquadrão Normandie-Niémen, que anteriormente operava o Mirage F1, foi reequipado com o Rafale, enquanto outro operador do Mirage F1, o esquadrão Belfort, foi dissolvido.

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - instalação de GBU 16 de 500kg- fotoForça Aérea Francesa

    Mirage F1CR com bomba na estação ventral - foto Força Aérea Francesa

    Alguns detalhes da última campanha de tiro dos Mirage F1 franceses

    A campanha de tiro ar-solo foi realizada entre 15 e 28 de novembro na Base Aérea 120 de Cazaux, para onde foram desdobrados oito jatos Mirage F1CR (monopostos) e dois Mirage F1B (bipostos), normalmente estacionados na Base Aérea 118 de Mont-de-Marsan.

    Os pilotos da unidade puderam empregar armamentos com F4 (bomba de queda livre de exercício), LGTR (bomba guiada de exercício), canhões de 30mm, além de bombas MK82, GBU 12, GBU 16 e GBU 22, com prioridade de instruir e qualificar novos pilotos.

    A Força Aérea Francesa  publicou um dossiê completo sobre essa última campanha de tiro dos caças Mirage F1, incluindo uma tabela muito interessante sobre os armamentos ar-solo reais e de exercício empregados (como os listados no parágrafo anterior) tanto por esse modelo quanto por outros caças franceses, incluindo o Mirage 2000 e o Rafale. Clique aqui para acessar o dossiê, em francês.

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - foto 4 Força Aérea Francesa

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - foto 3 Força Aérea Francesa

    Mirage F1 - última campanha ar-solo - foto 2 Força Aérea Francesa

    FONTE / FOTOS: Força Aérea Francesa (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de informações de originais em francês)

    VEJA TAMBÉM: