Home Aviação Civil Air Canada: Boeing vira o jogo

Air Canada: Boeing vira o jogo

258
7

Companhia canadense substituirá seus A320 por Boeing 737 Max

 

Boeing 737 Max - imagem Boeing

A companhia Air Canada anunciou oficialmente um pedido de compra para até 109 jatos de transporte Boeing 737 Max, num acordo avaliado em US$6,5 bilhões.

A encomenda firme inclui 33 737 Max 8 e 28 737 Max 9 com entregas programadas começando no início de 2017 e prosseguindo até 2021. A empresa também possui o direito de substituir o 737 Max 7 por qualquer um das suas encomendas firmes.

A encomenda inclui opção para mais 18 aeronaves e direitos de compra para outras 30.

A Air Canada é uma das companhias que voam exclusivamente aviões da família Airbus A320 que a Boeing conseguiu reverter para cliente da família Max.

A companhia canadense voa 29 A319, 36 A320 e 10 A321, segundo dados do Flightglobal. Ela planeja substituir os A320 e os A321, e transferir os A319 para a sua subsidiária de baixo custo Rouge.

FONTE: Flightglobal (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

20:21H: ATUALIZAÇÃO

O acordo também inclui a compra por parte da Boeing de até 20 dos 45 modelos Embraer E190 que a Air Canadá possui atualmente em sua frota. As aeronaves da empresa brasileira serão “inicialmente substituídas por aviões arrendados e maiores até que a companhia receba os Boeing 737 MAX”, explicou a Air Canadá. Os restantes dos modelos da Embraer poderiam ser substituídos pelos novos aviões da série C da Bombardier, principal rival da empresa brasileira.

FONTE: EFE, via R7

VEJA TAMBÉM:

7
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
HMS TIRELESSNickMauricio R.Guilherme PoggioClésio Luiz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Não ficou claro, mas pelo que deu para entender o pedido é de:

737MAX7 126 pass (2 classes)
737MAX8 162 pass (2 classes)
737MAX9 180 pass (2 classes)

Vamos ver como fica a briga entre Embraer e Bombardier.

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Outch. Isso deve ter doido no pessoal de vendas da Airbus. Com certeza vai ter umas reuniões por lá…

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Um dos motivos para fechamento do contrato foi que a Boeing assumiu o compromisso de recompra de 25 unidades do E-190 atualmente em uso na Air Canadá.

Se a Embraer está junto coma Boeing nesse negócio de recompra das aeronaves, é possível que a coisa ande para o lado da Embraer.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“Se a Embraer está junto coma Boeing nesse negócio de recompra das aeronaves, é possível que a coisa ande para o lado da Embraer.”

O negócio andou na outra encomenda, pois c/ a Jetblue decidira postergar diversas entregas de E-190, o que criaria um hiato na linha de produção já a partir de 2015.

“For Embraer, the order helps sustain the E-Jet production line until the arrival of the E2 E-Jet family beginning in 2018. A recent decision by JetBlue to delay deliveries of several dozen E-190s to beyond 2020 opened a gap in Embraer’s production line after 2015.”

(http://www.flightglobal.com/news/articles/American-confirms-regional-jet-order-split-with-Embraer-Bombardier-394062/)

Nick
Visitante
Member
Nick

Enquanto isso, na Bombardier (empresa canadense), só se ouvem os grilos na linha de montagem dos C-Series… 🙂

[]’s

HMS TIRELESS
Visitante
Member
HMS TIRELESS

Que gritos Nick?