Home Exercício Franceses treinam ataques nucleares com Rafale e Mirage 2000N

Franceses treinam ataques nucleares com Rafale e Mirage 2000N

365
3

Rafale com míssil ASMP-A na estação ventral deixa hangarete - foto Força Aérea Francesa

Treinamento batizado de ‘Poker’, realizado rotineiramente, envolve também aeronaves de reabastecimento em voo e jatos Mirage 2000N. Na imagem acima, caça Rafale deixa hangarete com míssil ASMP-A, de ataque nuclear, na estação ventral

Em 20 de novembro, as Forças Aéreas Estratégicas (FAS) da França efetuaram uma manobra conhecida como “Poker”, realizada várias vezes ao ano, com o objetivo de treinar essas forças a realizar operações com armas nucleares, que são os principais meios de dissuasão franceses.

O treinamento visa simular, em voo, uma surtida nuclear, mobilizando meios das FAS espalhados no território francês, sob o comando do general Patrick Charaix, que dá a ordem de decolagem a partir do centro de operações situado sob o solo, em Taverny.

Com a ordem, aeronaves Rafale, Mirage 2000N (versão do Mirage 2000 dedicada à missão de ataque nuclear, mas que também pode realizar ataques com armamento convencional) e C135 de reabastecimento em voo decolam para a missão, que tem a duração de várias horas e simula a existência de ameaças aéreas e terrestres adversárias. O perfil da missão envolve voos em alta altitude, penetração a baixa altitude e reabastecimentos em voo.

FONTE / FOTO: Força Aérea Francesa (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
bitt
6 anos atrás

O que eu gostaria de saber, exatamente, é para quê a França quer armamento estratégico dessa natureza. Nem na época da Guerra Fria fazia lá mto sentido, mas naquele contexto, caso se entenda as vicissitudes francesas no governo De Gaulle, é compreensível que a implantação da “Force de Frappe” tenha sido mais um ato de caráter político do que militar. Mas, hoje em dia?

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

bitt,
porque as botas alemãs marcharam em passo de ganso em Paris, não faz tanto tempo assim. Só por isso.

Outro comentário:
esse é um país sério!

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

Aliás, o ASMP não é tão “estratégico” assim, se não estou enganado o alcance é de 300km (do míssil). Ogiva de 300 kt, suficiente para sumir com qualquer metrópole de algum país que ameaçar a França.

Estratégico mesmo são os SNLE-NG com os novos mísseis intercontinentais M51 e as novas ogivas tête nucléaire océanique (TNO). Apesar de que como o Rafale também opera do CdG então, também pode ser considerado um recurso estratégico.