Home Noticiário Internacional Quinto protótipo do caça ‘stealth’ russo T-50 completa voo com sucesso

Quinto protótipo do caça ‘stealth’ russo T-50 completa voo com sucesso

802
35

PAK FA - 5 - 3

ZHUKOVSKY, Russia – O jato T-50-5 de testes, o quinto caça de 5ª geração russo (PAK FA), chegou ontem ao aeródromo do Instituto de Pesquisas de Voo M.M. Gromov em Zhukovsky, perto de Moscou. A aeronave realizou um voo de longa duração com três pousos intermediários, decolando das instalações da UAC em Komsomolsk-on-Amur facility, onde a aeronave foi fabricadaq.

O piloto chefe da Sukhoi, Yury Vashchuk, famoso piloto de testes, herói da Federação Russa, mestre de classe mundial de esportes aéreos, pilotou a aeronave. O T-50-5 saiu-se bem em todo o voo.

“Todas as últimos melhoramentos foram implementados neste T-50-5 baseados nos resultados da campanha de testes, mas o mais importante é que esta aeronave é quase uma aeronave de produção em série”, salientou Alexander Davidenko, diretor e projetista-chefe do programa PAK PMI, da Sukhoi.

“Os testes preliminares da campanha de testes serão completados no final deste ano. No primeiro trimestre de 2014 começarão os testes da aeronave, com o primeiro estágio completado em 2015. A primeira aeronave de série será entregue em 2016”, acrescentou.

Até hoje a frota de testes do PAK FA completou mais de 450 voos de testes.

PAK FA 5 - 1

PAK FA - 5 - 4

FONTE: United Aircraft Corp

Subscribe
Notify of
guest
35 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
6 anos atrás

Os russos não são mais os mesmos. Antigamente tinha beijinho na boca!

E essa pintura ficou nota 10.

O projeto do avião segue em frente. Falta agora o motor e o radar, bem como o armamento.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
6 anos atrás

Não sei sobre a efetividade desse esquema de cores, mas que ficou bacana, ficou.

Augusto
Augusto
6 anos atrás

Putz, como ficou bonito! Agora sim.

Alexandre Galante
6 anos atrás

Já pensaram se o Brasil entra nesse projeto? 😉

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
6 anos atrás

Adorei a pintura, parece que serve para diminuir a visibilidade a olho nú a longas distâncias. “A camuflagem do T-50 parece estar sendo influenciada por duas teorias da visão. Primeiro, a longas distâncias, a percepção visual é dominado por padrões monocromáticos: os olhos podem ver cores, mas é estimulado pelo constraste entre luz e escuridão. Em segundo lugar, o contraste é importante para a percepção e um objeto com bordas bem definidas é visto mais facilmente. Consequentemente, uma cor acinzentada oferece uma melhor camuflagem se o fundo é terra ou céu, e as bordas borradas deliberadamente fazem com que a… Read more »

eduardo pereira
eduardo pereira
6 anos atrás

Roberto Bozzo que aula sobre visao hein ,bacana parece coisa de quem estudou Marcketing pois nesta área todas as percepçoes sao utilizadas para induzir-nos às compras .
Sobre o number 5 sem comentários ,ficou 10 e como indagou o Galante se o Brasil entra nessa teremos esta beleza em cores da Fab !!

Sds.Eduardo o observador.

solskhaer
solskhaer
6 anos atrás

Transportem esse ai para testes na BAAN!

eduardo pereira
eduardo pereira
6 anos atrás

Nós vamos é de X-Wing pessoal !!!kkkkk

Edgar
Admin
6 anos atrás

Rapaz, como o bichão ficou bonito em! Só falta agora cobrir os motores e fica 100%! O engraçado é que no primeiro voo desse quinto protótipo a pintura ainda tava “crua”:

http://www.aereo.jor.br/2013/10/28/voa-quinto-prototipo-do-pak-fa/

Será que eles também já modificaram a pintura dos primeiros protótipos para este novo padrão? Se não fizeram, deveriam! 😀

Galeão Cumbica
Galeão Cumbica
6 anos atrás

Não consegui ver alguma abertura na carcaça para uma sonda de abastecimento, alguém com um olho mais clinico viu onde é? Achei a roupa do piloto de teste bem simprona, ésta é a roupa que uso em Curitiba em dia de sol!!!!

sds
GC

Edgar
Admin
Reply to  Galeão Cumbica
6 anos atrás

GC, dá uma olhada nessa foto (clique para ampliar), talvez nos inspire a encontrar a localização da sonda nessas novas fotos:

PAK FA Refueling

Galeão Cumbica
Galeão Cumbica
6 anos atrás

Boa Edgar,

parece ser ao lado esquerdo da aeronave, este parece ser o primeiro prototipo!

Ha uma outra observação que eu gostaria de registrar, pela qualidade deste quinto protótipo não parece que a Russia esta tao atras assim, como muitos aqui falam, nos processos de produção, parece um avião muito bem acabado nada de remendos, eu não tinha visto um video com ele tão perto assim, a superficie perfeita, enfim tão de parabens pela aeronave, se não estão prontos ao menos estão no caminho!

sds
GC

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

Show! será o 1o da quinta geração em serviço, fora dos EUA.

Edgar
Admin
6 anos atrás

Roberto, matou a charada!

Agora, uma pergunta de leigo que certamente você sabe a resposta: Seria possível “embutir” os pitot ou eles necessariamente tem que “saltar” da fuselagem? Porque eu imagino que o cenário ideal num caça de 5ª ou 6ª geração, como o F/A-XX, seria sem nenhum tipo de estrutura “saltando” a fuselagem, pois, por mais que seja mínimo, acredito que gere certo arrasto.

Posso estar viajando 😀

Guilherme Poggio
Reply to  Edgar
6 anos atrás

Porque eu imagino que o cenário ideal num caça de 5ª ou 6ª geração, como o F/A-XX, seria sem nenhum tipo de estrutura “saltando” a fuselagem, Caro Edgar Parece-me que, pelos estudos de seção reta-radar de aeronaves, a reflexão do tubo de pito é depressível. Repare nas fotos do F-35 e verá que a probe é semelhante a de outras aeronaves de gerações anteriores. Outro ponto. No Super Hornet houve preocupação dos projetistas de “camuflar” a reflexão da probe do ângulo de ataque. E mais uma vez pouco ou nada se fez em relação ao tubo de pitot. Repare na… Read more »

Baschera
Baschera
6 anos atrás

A pintura jeans delavé ficou more or less… Não sei…. fui dos primeiros a descobrir (varios desenhos e partes do projeto ainda quando só o Paralay tinha….) mas não consigo ohar para este avião e acreditar no que dele dizem…. ainda não me convenci do seu recheio eletrônico, que pouco se fala e conhece, além de que seu radar PESA restrito… o AESA está longe e seu motor não é o ideal…. além de que suas reais capacidades de fusão de dados e sensores avançados é só um chute de fanáticos na net…. Quando comparo a capacidade industrial e de… Read more »

Guilherme Poggio
Editor
6 anos atrás

Eu não conheço as marcas de fabricantes russas desses sensores. Uma vez fui ver um Antonov cargueiro de perto, seus tubos de pitot eram do tamanho de meu braço!

Na época da Guerra Fria, um jornalista ocidental foi convidado para fazer exercício de barra no tudo de pitot de um Su-7, algo impossível de ser feito em qualquer avião da OTAN.

champs
champs
6 anos atrás

A pintura mais escura tem uma forma muito parecida com um dos conceitos do PAK FA que a Sukhoi liberou na internet antes de divulgar o modelo real.

http://2.bp.blogspot.com/-Kdt1RG2ROdU/TqBIZybYTuI/AAAAAAAAFVI/uxTRN9CUWWo/s1600/PAK+FA+SU_PAKFA_pic_6.jpg

E meio off-topic:

Novo simulador do Su-35, que é a base do cockpit do T-50.

http://fotografersha.livejournal.com/465322.html

Nick
Nick
6 anos atrás

Discordo do termo ‘stealth’ entre aspas. 🙂

Se for assim, o F-35 também tem que ficar. Mas o ideal é chamar o mesmo de 5ª geração, ou furtivo.

O T-50 seria o ideal para a FAB, considerando 2 esquadrões de elite, 2 GDAs, de 36 a 48 caças. E se participando no desenvolvimento do mesmo, melhor ainda. 🙂

[]’s

Augusto
Augusto
6 anos atrás

Amigos, os russos detêm tecnologias que o Brasil e 90% do resto do mundo só terá algum dia em sonhos. Veja-se a produção seriada de submarinos nucleares e todos os seus componentes, desde sonares e sistemas de combate, a torpedos e mísseis; veja-se o Glonass; veja-se o domínio estabelecido na área de tecnologias espaciais e de mísseis, foguetes, defesa antiaérea de baixa, média e alta altitudes; veja-se a indústria aeronáutica de asas rotativas. Tudo isso está muito, mas MUITO longe do que a maciça maioria dos países do mundo um dia poderá ter. O T-50 será um projeto muito bem… Read more »

champs
champs
6 anos atrás

Congelem a imagem aos 0:17 segundos do video, é interessante como a pintura vista a olho nu, muda totalmente a forma do T-50 real, ele realmente ficou idêntico ao conceito Sukhoi que linkei mais acima.

Edgar
Admin
6 anos atrás

Interessante que vendo as fotos do link enviado pelo champs podemos perceber claramente que, mesmo os russos, tem de utilizar alguma tecnologia americana, tanto em suas aeronaves, quanto na Computação em geral das FAs. Reparem que nesta imagem o operador está usando uma estação com Windows 7, no modo Clássico: Como a ordem dos ícones na Barra de Tarefas ainda está original (Internet Explorer, Windows Explorer e Media Player) imagino que esta estação foi preparada especificamente para esta apresentação do simulador, desabilitando o Aero e outros efeitos do Windows para que a renderização do simulador seja melhor. Certamente existem um… Read more »

Edgar
Admin
6 anos atrás

Roberto e Poggio, obrigado pelas respostas.

costamarques
costamarques
6 anos atrás

Seria interessante se a parceria militar da Russia com a França estivesse presente neste caça!

De qualquer forma é como o Augusto disse, a Russia tem tecnologia de ponta em vários setores ainda e acredito que esse projeto sera um sucesso!

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Hollande vem ai!

Baschera
Baschera
6 anos atrás

Para entender melhor o que significa aeronaves stealth, a evolução e os conceitos …..do F-117 até o X-47….

Esta em espanhol… mas perfeitamente acessível… no entanto, tem 47 min de vídeo !

https://www.youtube.com/watch?v=sxVxyBA4eu4

Sds.

Wagner
Wagner
6 anos atrás

Eu disse que eles estavam avançando e que não eram os imbecis que alguns radicais, NENHUM DOS QUAIS AQUI PRESENTE, ficavam dizendo antes.

Parabenizo a todos pelos comentários, excelentes observações !!

E discordo do uso de aspas para a palavra stealth, com todo o respeito ao editor.

A rigor não tem caça 100% stealth nem aqui, e nem na China….

( kkkk aqui muito menos…)

Rodolfo Ribeiro Machado
Rodolfo Ribeiro Machado
6 anos atrás

Prezados comentaristas cadastrados no “Poder Aéreo”, esta é minha primeira participação como comentarista cadastrado, fiz alguns eventuais comentários em momentos em que o blog liberou comentários para não cadastrados. Acompanho o blog a um bom tempo, não existe na web blog com conteúdo melhor do que este, mas confesso que relutei em me cadastrar por sentir um certo clima de “torcida” entre os comentaristas, especialmente neste aqui, acompanho também o “Poder Naval” e o “Forças Terrestres”, mas parece que no tocante a aviões de caça é que o debate é mais acalorado, onde afloram os sentimento de EUA vs Rússia… Read more »

Baschera
Baschera
6 anos atrás

Rodolfo,

Obrigado pelas suas colocações.

Sds.

Rodolfo Ribeiro Machado
Rodolfo Ribeiro Machado
6 anos atrás

Baschera, complementando seu video sobre aeronaves stealth, seguem alguns links sobre stealth e sobre o Pak-Fa: Sistemas de Armas – PAK-FA – ANÁLISES INICIAIS: http://sistemasdearmas.com.br/ca/pakfa.html Air Power Australia – Assessing the Sukhoi PAK-FA: http://www.ausairpower.net/APA-2010-01.html Sistemas de Armas – Guerra Furtiva: Furtividade na Guerra Aérea http://sistemasdearmas.com.br/ge/fur00historia.html Conceitos Iniciais http://sistemasdearmas.com.br/ge/fur01conceitos1.html O Radar e os Fundamentos do RCS http://sistemasdearmas.com.br/ge/fur01conceitos2.html Técnicas da Forma http://sistemasdearmas.com.br/ge/fur02aforma.html Projeto de Componentes http://sistemasdearmas.com.br/ge/fur02bdetalhes.html Material Absorvente de Radiação Eletromagnética http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt03ram.html Assinatura Térmica http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt04ir.html Assinatura Visual http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt05visual.html Assinatura Sonora http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt06som.html Controle de Emissões http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt07emcon.html Táticas Furtivas http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt08taticas.html Furtividade e Guerra Eletrônica http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt09guerraeletronica.html Superioridade Aérea http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt10superioridade.html Armas Furtivas http://sistemasdearmas.com.br/ge/furt11armas.html Cenários do Futuro… Read more »

Wagner
Wagner
6 anos atrás

EXCELENTE RODOLFO, PARABÉNS ! E MUITO OBRIGADO !

Edgar
Admin
6 anos atrás

Olá Rodolfo, obrigado pelas informações. Realmente interessante este centro de pesquisa russo. Acredito que tudo depende da tarefa a ser implementada. Uma vez que, no caso da foto que postei, a demanda seja a renderização do universo e das aeronaves do simulador, dificilmente não foram utilizadas plataformas de mercado, como Intel e AMD, nesta estação. Algo interessante são os displays multi-função dos cockpits do Su-35 e do T-50, os MFI-35, de 15″ e alta resolução. Encontrei alguma documentação sobre ele nos links abaixo: http://rpkb.ru/eng/index.php_page_id=15.html http://www.sukhoi.org/files/su_news_29-08-07_eng.pdf (3ª página) Caso os russos desejem inserir alguma capacidade de renderização de terreno, auxílio na… Read more »

Baschera
Baschera
6 anos atrás

Rodolfo Ribeiro Machado
23 de novembro de 2013 at 9:58 #

Grato mais uma vez…. vou tentar ler os que eu não conhecia, a maioria, aliás.

Sds.

Rodolfo Ribeiro Machado
Rodolfo Ribeiro Machado
6 anos atrás

Caro Edgar, obrigado pelas informações, para termos como comparar o desempenho dos processadores, vale lembrar que estes processadores russos seguem uma arquitetura diferente da Intel, são uma variação da arquitetura SPARC que por sua vez se origina da arquitetura RISC, desenvolvida pela SUN. Neste caso ao invés de compararmos o clock do processador é melhor olharmos seu desempenho em operações por segundo(FLOPS), neste quesito, o mais recente processador desenvolvido pelo MCST é o Elbrus-2S+, que segundo a Wikipédia e o artigo em espanhol que postei anteriormente atinge 28 Gflops com um clock de apenas 500MHz: http://www.espacial.org/miscelaneas/computacion/elbrus_mcst2.htm http://en.wikipedia.org/wiki/Elbrus-2C%2B Na mesma Wikipédia… Read more »

bitt
6 anos atrás

O problema da antiga URSS nunca foi pesquisa pura – eles eram mto bons nisso, mesmo antes da 2ª GM; depois da guerra puseram as mãos em cientistas e tecnologia desenvolvida pelos nazistas – como, por sinal, tb fizeram n.amercanos e ingleses – melhoraram mta coisa e conseguiram, mto rapidamente. O problema da URSS era, de fato, a ineficiência do sistema produtivo, que era obrigado a se submeter às diretivas do “planejamento centralizado”, q, de fato, mtas vzs colocava bons projetos em péssimas plantas industriais ou vice versa. Simples: não havia competição de espécie alguma e o governo central estabelecia… Read more »