Home Desafio Poder Aéreo Desafio Poder Aéreo 157

Desafio Poder Aéreo 157

202
3

Desafio Poder Aéreo 157

Dica: é um derivado de uma aeronave extremamente bem-sucedida. Além de responder qual é o avião deste desafio, aproveite para dizer o nome de um piloto de testes morto em um de seus voos, de um outro piloto que sobreviveu a uma catástrofe em pleno ar com um protótipo e, principalmente, explique o porquê da aeronave, apesar de seu antecessor de sucesso, ter sido extremamente mal-sucedida.

3 COMMENTS

  1. Douglas A2D Skyshark. Foi mal sucedida pela inconfiabilidade dos motores e a dificuldade da marinha em aceitar uma aeronave do seu tamanho. Lt. Cmdr. Hugh Wood. O outro piloto morto em voo, fico devendo.

  2. Na realidade, o avião da foto é o Douglas XA2D-1(The first U.S. Navy Douglas XA2D-1 Skyshark (BuNo 122988). It crashed at Edwards Air Force Base, California (USA), on 19 December 1950, killing the pilot Lt..Cdr. Hugh Wood. An investigation later determined that the failure of one of the XT-38-A gas turbines during a test dive was most likely the cause of the crash).

  3. É isso aí, Aldo, Douglas XA2D-1, apelidado de “Skyshark” pelo seu nariz característico, e que é um derivado turboélice extremamente mal-sucedido de seu irmão mais velho Skyraider, um ícone da aviação de ataque embarcada e grande sucesso de alta longevidade.

    O piloto morto quando uma falha na transmissão que rodava duas hélices contrapostas levou o avião a cair como uma pedra foi, de fato, Hugh Wood, que tentou um pouso de emergência mas que terminou tão brusco que o trem de pouso furou as asas.

    O piloto que quase morreu numa outra falha catastrófica na transmissão, após a recuperação de um mergulho, foi ‘Doc’ Livingston. Ele conseguiu pousar a aeronave sem saber o que aconteceu com as pás da hélice, que literalmente se dobraram no formato do nariz da aeronave, pois o canopi estava coberto de óleo. O motor ainda funcionava, sem mover hélice alguma…

    Ao tempo em que o Skyshark foi sabiamente e finalmente cancelado, a USN já estava recebendo um novo “benchmark” da Douglas, o jato A4 Skyhawk.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here