quarta-feira, janeiro 26, 2022

Gripen para o Brasil

Resposta da FAB à nota do site Poder Aéreo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

CRUZEX Flight 2013 – 2

Resposta à nota do site Poder Aéreo, intitulada “Cruzex: fotógrafo do Poder Aéreo é barrado na entrada da Base Aérea de Natal-RN”

O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica esclarece que o Media Day realizado nesta terça-feira (5/11) na Base Aérea de Natal, como parte da programação do exercício CRUZEX Flight 2013, contou com a presença de 84 profissionais de veículos de comunicação do Brasil e do exterior, entre revistas, jornais, canais de televisão, sites e até blogs.

Resultado deste evento, coordenado pelo Centro de Mídia e Visitantes da CRUZEX Flight 2013, diversas matérias e fotos foram postadas em mídias de todo o mundo, como, por exemplo, The Guardian, El País, La Nación, Inter TV Cabugi (afiliada da Rede Globo), TV Tropical (afiliada da Rede Record), Site Defesa NET e Blog Cavok. Há ainda a perspectiva de publicações em conceituadas revistas especializadas em aviação, como Combat Aircraft (Reino Unido), J-Wings (Japão) e Asas, Avião Revue, Flap e Tecnologia & Defesa, entre as brasileiras.

Os profissionais puderam ingressar na Base Aérea de Natal após, previamente, informarem seus dados e o veículo de comunicação para o qual iriam trabalhar, procedimento necessário para ingresso em um ambiente onde ocorre um exercício militar. Conforme a necessidade de cada veículo de comunicação, foi possível o ingresso de equipes de duas e até três pessoas. Por outro lado, mesmo aquelas pessoas cujos registros foram negados por algum motivo foram informadas previamente.

Por este motivo, o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica julga ser importante esclarecer o leviano conteúdo da nota “CRUZEX: fotógrafo do Poder Aéreo é barrado na entrada da Base Aérea de Natal-RN”, publicado no dia 5 de novembro pelo Blog Poder Aéreo.

Ao contrário do que diz o texto, o senhor Valter Sousa Andrade não realizou seu cadastramento para participação como imprensa credenciada do Exercício CRUZEX Flight 2013. Ele apenas compareceu à Base Aérea de Natal na manhã do dia 5 de novembro solicitando ingresso na Organização Militar pelo fato de supostamente representar o Blog Poder Aéreo, cuja equipe também edita a revista Forças de Defesa.

Nos dias prévios à CRUZEX, não houve sequer um contato telefônico para informar que o referido fotógrafo iria representar os editores das publicações. Mesmo um eventual problema de informática poderia ter sido contornado com um contato por meio da Assessoria de Imprensa do Comando da Aeronáutica, que conta com um telefone de plantão 24 horas por dia.

Apesar disso, por respeito ao cidadão que solicitava ingresso na Base e também aos editores do Blog, a equipe de comunicação social do exercício CRUZEX Flight 2013 tentou um contato telefônico urgente com os editores, no momento da tentativa de ingresso, mas não obteve sucesso. Também foi tentado postar um comentário em alguma notícia do Blog, mas esta possibilidade depende de um cadastro prévio. Por volta das 11h30, o Poder Aéreo efetuou contato com o Centro de Mídia e Visitantes, contudo, àquele momento, já havia sido feita a seleção dos profissionais que participariam do voo, bem como o briefing de segurança operacional, exigido para o evento.

Neste cenário, onde o profissional não possuía cadastro realizado nem tinha o seu nome confirmado pelos editores do site, a decisão por impedir o seu ingresso na Organização Militar foi tomada em nome da segurança e da coerência com os adequados procedimentos de autorização. A decisão também se baseou no respeito aos demais 84 profissionais cujo cadastro estava em plena conformidade e que poderiam ser prejudicados com um eventual atraso na programação. Estes cumpriram o mínimo exigido, que era o simples envio de suas fichas de cadastro. Os seus editores tiveram, ainda, a fildalguia, ainda que inexigível, de efetuar prévio contato. Tudo isso assegurou o sucesso de divulgação já alcançado.

O próprio Blog Poder Aéreo havia, desta feita de maneira correta, cadastrado o Sr. Ícaro Gomes no dia 27 de setembro. Portanto, correta, ele foi convidado a ingressar na Base Aérea de Natal e a participar de todos os eventos correlatos ao Media Day, incluindo uma visita à área operacional para fotos, mesmo sem contar com um equipamento adequado. Isto contraria o publicado o na nota do Blog Poder Aéreo – “o profissional não conseguiu entrar na base” – que, também, dá a entender que a entrada aproxima-se a, apenas, superar uma suposta barreira.

Apesar de ter permanecido na Base Aérea de Natal das 8h00 às 15h00, em nenhum momento o Sr. Ícaro Gomes se manifestou a respeito do ingresso do Sr. Valter Sousa Andrade, teoricamente seu colega de trabalho, o que só reforçou a ideia de que não se tratava de uma pessoa cadastrada pelo mesmo veículo de comunicação. O representante cadastrado e o outro profissional, até então não informado, desejavam participar do voo de fotos. Havia apenas uma vaga. Quem sabe, tenha faltado uma melhor coordenação de quem deveria decidir, por parte do site reclamante.

A equipe do Blog Poder Aéreo não é inexperiente no assunto. Em 2010, três representantes do Blog Poder Aéreo participaram da cobertura da CRUZEX V. Naquela ocasião, em que o grupo sequer editava ainda a revista Forças de Defesa e se concentrava apenas no Blog, foi concedida até a autorização para que um dos três embarcasse em uma aeronave da FAB para fotos aéreas. Àquela época, o bom planejamento prévio da equipe do site rendeu bons frutos. Desta vez parece que não houve o mesmo cuidado.

Apesar da nota do Blog Poder Aéreo julgar que é difícil trabalhar com a Força Aérea Brasileira, o histórico de postagens da página revela um excelente relacionamento. Ainda estão lá as fotos da CRUZEX V, além de outras matérias com a FAB, como uma visita à Base Aérea de Santa Cruz para realizar uma matéria sobre os caças F-5FM, uma visita à Base Aérea de Anápolis e até uma visita exclusiva ao Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), oportunidade dada a pouquíssimos jornalistas.

Somente no mês de outubro de 2013, o Blog Poder Aéreo publicou ainda oito matérias integralmente copiadas do portal da Força Aérea Brasileira (www.fab.mil.br), além de outras que utilizaram fotos cedidas gentilmente pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica e ainda algumas que trataram de eventos “Portões Abertos”, outra iniciativa de divulgação do Comando da Aeronáutica.

Como não poderia deixar de ser, um canal de notícias, que se dispõe a tratar de assuntos relativos ao poder aeroespacial e à atividade aérea, depende, sobremaneira, de material cedido pela Força Aérea, o que permite a aproximação e o estreito relacionamento entre os dois órgãos. O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica acompanha o trabalho do Sr. Alexandre Galante e dos seus colaboradores há mais de 15 anos, desde a primeira versão do site Poder Naval, e sempre buscou-se uma relação profissional e ética.

Nesta quarta-feira (6/11), tanto o Sr. Ícaro Gomes como o Sr. Valter Sousa foram recebidos na Base Aérea de Natal com o mesmo tratamento dispensado a todos os demais profissionais cadastrados. Ambos estiveram devidamente acompanhados por militares do setor de comunicação social, em pontos privilegiados para a cobertura fotográfica do exercício.

Neste cenário, o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica esclarece que a constante busca pela transparência e pela cooperação com os mais diversos meios de comunicação é um compromisso institucional. Porém, procedimentos adequados de autorização e de segurança sempre estarão em primeiro lugar.
Por fim, este Centro informa que todos os veículos de comunicação social, pautados pela ética e pelo profissionalismo, serão sempre convidados a cooperar com esse imenso desafio que é divulgar as ações de uma instituição tão grande como a Força Aérea Brasileira.

Brasília, 6 de novembro de 2013.

Brigadeiro-do-Ar Marcelo Kanitz Damasceno
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

NOTA DO EDITOR: o fotógrafo/jornalista Valter Sousa Andrade informa que efetuou o cadastro dentro do período determinado pelo CECOMSAER, no dia 26.09.13 (ver anexo abaixo). O profissional entrou em contato pelo celular com a redação do Poder Aéreo na manhã do Media Day (dia 5.11), dizendo que não tinha sido autorizado a entrar na Base e solicitando que entrássemos em contato com o CECOMSAER o mais rápido possível.

Contatamos então imediatamente Brasília, primeiro por e-mail (sem resposta) e depois por telefone, quando nos passaram o contato de Natal-RN. Na nossa ligação para a Base Aérea de Natal, falamos com o Major Luis Felipe, que disse que não tinha nenhum militar disponível para acompanhar o fotógrafo Valter para o interior da Base.

Perder o Media Flight foi péssimo, mas pior ainda foi deixar o fotógrafo o dia inteiro esperando na entrada da base sem nenhuma satisfação, nenhuma resposta.

Valter Sousa Andrade trabalha há 22 anos na área, demonstrando profissionalismo e organização, com um carinho especial pela Força Aérea Brasileira. Ele  já tinha coberto uma missão Mistral e três exercícios CRUZEX, não sendo um desconhecido da assessoria de imprensa da FAB. Valter chegou cedo no horário combinado e não recebeu a atenção devida para a solução do problema.

Ao contrário do que diz a nota da FAB, não fomos levianos. Publicamos a nota porque, como dissemos, o Poder Aéreo já tinha sido alijado no último Dia da Aviação de Caça, quando foi impossibilitado de fazer fotos do A-1M. Sem mencionar outro episódio em que fomos impedidos também de entrar num P-3AM da FAB em Salvador-BA, enquanto profissionais de outras mídias tiveram acesso liberado.

Agora sabemos que nossa reclamação chegou aos ouvidos de quem decide e que novos procedimentos poderão ser adotados para que, no futuro, todas as mídias conceituadas possam ter acesso à “cereja do bolo”, incluindo o Poder Aéreo, o site de aviação militar mais acessado do Brasil.

Para finalizar, disponibilizamos a cópia em PDF do e-mail que o Valter Sousa Andrade enviou ao CECOMSAER no dia 26 de setembro, com seu formulário de cadastro em anexo e suas fotos feitas em outras Cruzex.

Para acessar clique aqui ou na imagem abaixo.

CREDENCIAMENTO CRUZEX- VALTER ANDRADE

 

- Advertisement -

17 Comments

17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Max

Leviana é a tentativa de jogar nas costas do Poder Aéreo a culpa pelo incidente.

“Valter Sousa Andrade enviou ao CECOMSAER no dia 26 de setembro, seu formulário de cadastro em anexo e suas fotos.”

Explica isso Brigadeiro.

Dinair Alves

Fato é que o Poder Aéreo sempre foi força amiga das nossas forças armadas, sempre buscou informar e mostrar a importância de nossas forças para soberania desse país, o Site sempre tratou com total respeito a nossa FAB. O Poder Aéreo tem a missão de conquistar corações e mentes, pois acredita na força de profissionais de valor e que lutam com poucos recursos para garantia a defesa e segurança desse país. O site Poder Aéreo é feito por profissionais sérios que não podem ser tratados com desdém por profissionais da força que tanto defendem.

DrCockroach

Prezados(as), Estou ponderando as palavras p/ nao cometer o mesmo erro da nota FAB, que eh um equivoco. Indepedentemente de quem estah com a razao, a nota nao deveria ter este tom, em absoluto. Alem de tediosa, foi agressiva (“leviana”), esnobe (desnecessariamente menciona outros veiculos do jornalismo, do tipo “vcs nao sao os unicos”), e ainda comenta (especula?) a relacao entre os dois profissionais que estavam no evento. Os colegas podem ateh questionar a interpretacao, por exemplo, sobre o termo leviano, mas o que conta eh a impressao que passa ao publico. Nao sou profissional de comunicacao social, mas acredito… Read more »

champs

DrCockroach, Infelizmente também noto esta agressividade nas notas oficiais das nossas Forças Armadas (não só da FAB) quando são questionados ou criticados. Você percebe claramente nas entrelinhas das notas, aquela coisa do: “se ponha em seu lugar” ou “vou mostrar a estes civis com quem estão falando”. Não sei se isto ainda é um resquício da ditadura ou se é falta de treinamento adequado em comunicação social. Mas o fato é que não houve moderação e nem ponderação para lançar a nota, independente da FAB ter a razão ou não. Percebi claramente a intenção dos editores em fazer chegar aos… Read more »

Blackhawk

Fazer o que, se as Forças Armadas são o berço do Q.I. (quem indica) no país… Sempre foi assim e sempre será. Quem não é da panelinha, senta no canto e chora.

Antonio M

Espero que haja outra comunicação para que não termine dessa forma.

É o tipo da coisa que se repete em qualquer área da atuação humana. Por quê tratar assim um veículo que procura divulgar, debater da forma mais positiva e construtiva possível enquanto que, um bom número de autoridades que tem a obrigação de atuar no sentido das forças armadas serem bem remuneradas e aparelhadas não o fazem e são tratados com reverências, mordomias e “vôos grátis” e ainda demostram abertamente desprezo, ressentimentos por causa do passado.

Por isso que o poder sempre deve estar nas mãos corretas.

Guilherme Poggio

Prezados

Agradecemos o apoio (direto e indireto) que recebemos de todos. Consideramos esse assunto encerrado.

Agora bola para frente porque o importante é o Exercício. Não vamos deixar que outros assuntos (que não estejam relacionados ao próprio exercício em si) dominem o tema da discussão.

Abrs

Vader

Apesar do pouco tempo não resisti e tive que logar para comentar: Independente de erros haverem acontecido, acho no mínimo curiosa essa má vontade da FAB com o Poder Aéreo, ÚNICO site de grande repercussão no Brasil que tanto em sua linha editorial quanto nos comentários de seus mais profícuos e habituais comentaristas, defende a Força quase que incondicionalmente. Enquanto em outros sites e blogs por aí vemos um verdadeiro festival de críticas. algumas inclusives rasteiras, chulezentas”, levianas e despidas do mínimo conhecimento de como funciona a Força ou uma instituição militar, contra a FAB, a COPAC, o próprio CECOMSAER,… Read more »

Joker

Prezados,

o que aconteceu foi lamentável (no minimo) e já passou. Espero que o ocorrido seja mais um ponto para somar na reflexão e aprimoramento de alguns processos.

Esperem pela cobertura da revista Forças de Defesa e acompanhem o site.

Por fim, agradeço o apoio dos leitores, assim como dos outros profissionais que estão na CRUZEX, que apesar de não externarem publicamente, a maioria manifestou apoio pessoalmente ao Valter, inclusive membros de publicações estrangeiras.

Fazendo coro ao Poggio: Assunto encerrado e bola pra frente!

Santana Denis

A nota equivocada da FAB, junto com a comprovação de inscrição, abre precedente para outra ação, se o site quisesse levar isso adianta o que acho desnecessário porém uma retratação e um pedido de desculpas é o mínimo que se espera nesses casos.

Santana Denis

Pedido de desculpa porque a FAB com essa NOTA, colocou em cheque a idoneidade do SITE perante seus leitores.
MUDEMOS DE ASSUNTO, COMO PROPOSTO.

Hamadjr

Caro senhor Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, espero que leia os comentário aqui no Blog, pois alguém pisou na bola, estamos em outra sociedade; não é perfeita mas é muito melhor do que estava antes; então chapa é melhor refletir sobre situações como esta para que não volte aquela coisa de aos amigo do rei tudo aos que adversário puxada de tapete e aos inimigos a ordem.

André Sávio Craveiro Bueno

De modo muito simplificado é algo desagradável. Como já foi dito, o importante é aprender com os erros e tenho certeza de que isso ocorrerá.

Independente disso ou daquilo, me solidarizo com o PA, pois este sempre enalteceu sob todos os aspectos a FAB. E não há muitos que o façam da mesma forma…

Edgar

Roberto, concordo com você com relação ao fechamento/moderação dos comentários para este post em específico, mas também entendo que o CECOMSAER deveria ter tido maior moderação com a formulação de sua nota, palavras como “leviano” não são nem de longe construtivas para quaisquer debates, ainda mais vindo de uma autoridade que está se expondo, como você mesmo disse.

Enfim, mantenhamos o foco na área operacional da FAB.

Wagner

Confusões…

Baschera

Lamentável, mas acontece.

Ficar aqui, de cabeça quente, xingando a e b não mudará os fatos acontecidos, seja de que lado for.

No final, comungo com o post do Brigadeiro Baptista Jr na matéria que deu origem a nota da FAB, “todos devemos fazer uma autocrítica”.

Aliás, como também bem disse o nobre colega Ivan, do Recife, “só erra quem trabalha”.

Sds.

Fernando "Nunão" De Martini

Em nome do bom-senso, estamos fechando os comentários deste post, e vemos com bons olhos a sugestão do brigadeiro Baptista, na matéria anterior sobre o assunto, de que todas as partes envolvidas façam suas autocríticas. Pelo nosso lado, a situação está tecnicamente resolvida, e esperamos estar também esclarecida a não existência de qualquer leviandade de nossa parte, e a esperança de que a sucessão de enganos que levou a essa situação-limite não se repita, pois nunca pleiteamos tratamento melhor do que qualquer outra mídia, especializada ou não. Se em diversas ocasiões realizamos matérias contando com todo o apoio da Comunicação… Read more »

Últimas Notícias

Embraer conclui com sucesso reintegração do negócio de Aviação Comercial

São José dos Campos, 26 de janeiro de 2022 - A Embraer concluiu com sucesso a reintegração dos principais...
- Advertisement -
- Advertisement -