Ministro da Defesa da Dinamarca foi conhecer o Gripen na Suécia

    277
    1

    Gripen F de testes - foto Saab

    Na segunda-feira, 21 de outubro, uma delegação liderada pelo ministro da Defesa da Dinamarca,  Nicolai Wammen, visitou a cidade Linköping, na Suécia. Lá, encontrou-se com representantes da agência sueca de exportação de material de defesa, a FXM, além de representantes das Forças Armadas da Suécia, da Administração de Material de Defesa e da Saab, fabricante do caça Gripen.

    O objetivo da visita da comitiva dinamarquesa foi conhecer mais sobre o caça JAS 39 Gripen, pois um processo de aquisição de novos aviões de caça está em andamento na Dinamarca, com o Gripen entre os quatro sistemas cogitados pelo país. Além do caça sueco, disputam o Typhoon, do consórcio europeu Eurofighter e dois jatos norte-americanos, o F-35 Joint Strike Fighter da Lockheed Martin e o  F/A-18E/F Super Hornet da Boeing.

    A visita a Linköping foi agendada porque a delegação dinamarquesa, que também incluiu o chefe da Força Aérea da Dinamarca, expressou o desejo de ver a produção da aeronave. O caça sueco pôde ser visto tanto no solo quanto em voo, e as Forças Armadas da Suécia apresentaram informações sobre sua experiência com o caça, enquanto a Saab descreveu como está o desenvolvimento da versão Gripen E, que é a nova geração da aeronave.

    As informações são da FXM, que é a organização responsável pelos acordos relacionados ao JAS 39 Gripen entre a Suíça e outros países que adquiriram a aeronave, como a Hungria, a República Tcheca e a Tailândia. Enquanto isso, na Suíça há um processo político em andamento para aprovar a compra de 22 jatos da versão Gripen E.

    Gripen NG Demo e Gripen D - foto Saab

    FONTE: FXM (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

    FOTOS: Saab

    VEJA TAMBÉM:

    Subscribe
    Notify of
    guest
    1 Comentário
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Marcos
    Marcos
    7 anos atrás

    Hoje, 45 anos do primeiro voo do Bandeirante.