Home Noticiário Internacional Rússia espera assinar contratos de venda do Su-35 em Le Bourget

Rússia espera assinar contratos de venda do Su-35 em Le Bourget

294
17

Su-35 em Le Bourget 2013 - foto 5 - P Rossignol - Reuters

Em reportagem publicada no domingo, 16 de junho, a RIA Novosti informou que a estatal russa de exportação de armamentos, Rosoboronexport, planeja assinar contratos no Paris Air Show para exportação dos avançados caças Su-35S, assim como de helicópteros de ataque Ka-52 e jatos de treinamento Yak-130.

Segundo a Rosoboronexport, o chefe da delegação da companhia em Le Bourget, Sergei Kornev, afirmou: “Estamos em negociação com todos as três aeronaves e esperando assinar contratos no evento.” Kornev não entrou em detalhes sobre os possíveis contratos nem especificou os compradores em potencial.

Su-35 em Le Bourget 2013 - foto P Rossignol - ReutersO 50º Paris Air Show ocorrerá no centro de exibições de Le Bourget entre os dias 17 e 23 de junho. A mais antiga e maior exibição de aeronaves reúne 2.113 empresas importantes da indústria de aviação mundial, com 45 países neste ano.

A Rosoboronexport promoverá no evento mais de 100 tipos de produtos militares, incluindo aeronaves, sistemas de defesa aérea, equipamentos embarcados e munições.

Quanto às aeronaves citadas, o caça multitarefa Su-35 Flanker-E é propulsado por dois motores 117S com vetoração de empuxo e combina alta manobrabilidade com a capacidade de engajar, simultaneamente, diversos alvos utilizando sistemas de armas guiados e não guiados.

Su-35 em Le Bourget 2013 - foto 4 - P Rossignol - ReutersO jato tem sido promovido como de “geração 4++ que utiliza tecnoogia de 5ª geração”, e a Força Aérea Russa deverá receber 50 jatos Su-35S por volta de 2015, de acordo com várias notícias.

Já o helicóptero Ka-52 Hokum-B é uma modificação do modelo básico Ka-50 Hokum, tendo como armamento um canhão de 30mm, mísseis guiados a laser Vikhr, foguetes e bombas. A aeronave é equipada com dois radares, um para alvos em solo e outro para alvos aéreos, assim como um sistema termal Samshite de emprego diurno e noturno para aquisição de alvos. A velocidade máxima é de 350km/h, com teto de voo de 5.500 metros e um alcance superior a 1.000km.

Por fim, o Yak-130 Mitten é um jato de treinamento de alta manobrabilidade com um alcance estendido de aproximadamente 2.000km e velocidade máxima de 1.060 km/h em voo nivelado. Escolhido como treinador para a Força Aérea Russa, seu contrato de aquisição para 55 jatos (com entregas por volta de 2015) foi assinado entre a fábrica Irkut e o Ministério da Defesa Russo em dezembro de 2011. A aeronave também pode levar uma carga de combate de até 3 toneladas.

Su-35 em Le Bourget 2013 - foto 3 - P Rossignol - Reuters

Su-35 em Le Bourget 2013 - foto 2 - P Rossignol - Reuters

FONTE: RIA Novosti (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS (Su-35 durante treinamentos em Le Bourget no final de semana): Reuters (P. Rossignol) via Yahoo

NOTA DO EDITOR: que países você acha que, potencialmente, assinariam contratos de compra do Su-35 nesta edição 2013 do Paris Air Show?

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Eu só arriscaria um possível comprador ,a ÍNDIA, no mas só Deus sabe ( Brasil creio que sem chance, independente do SH) !!

Edgar
Admin
7 anos atrás

Venezuela, China, Indonésia, Ditaduras Africanas, Vietnã e Malásia.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Nunão, tenta encontrar umas fotos da pintura que o Su-35 está empregando em Paris, é muito interessante. Pra mim é a uma das mais interessantes já empregada por uma variante do mesmo:

https://pro-samolet.ru/images/stories/blog/avia-news/russia/su-35/dec-su35-08big.jpg

Ela parece muito com a pintura empregada no MiG-29K no começo dos anos 90:

https://www.military-today.com/navy/vikramaditya_l7.jpg

Nick
Nick
7 anos atrás

Como os colegas citaram, quem usa SU-27/SU-30 são potenciais clientes do SU-35S. E se comprarem esse caça, não farão mal negócio não. Alcance, aviônica atual, radar PESA, misseis no estado-de-arte. Seria uma bela compra de prateleira, inclusive para o Brasil. 🙂

[]’s

Vader
7 anos atrás

Na boa, mas que país hoje em dia que o governante vai numa feira e compra uma dúzia de aeronaves de combate, como quem compra um iPhone?

Esses russos tomam muita vodka…

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

O link que eu coloquei acima sobre o Su-35 não permite redirecionamento, então aqui vai um diferente:

https://www.salon-du-bourget.fr/Data/km_siae/block/F_a4f03b46135c0416981a00db016f65d85177f97417717.jpg

Hamadjr
Hamadjr
7 anos atrás

Compra esta aeronave quem tem grana, quem não tem reforma F-5 e F-2000, ou então compra rafale etc etc

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Valeu Nunão 🙂

É uma pena que o F-22 não esteja se exibindo esse ano. Dá a impressão que eles só vão para exibições onde não tenham caças russos com empuxo vetorado.

rafael bastos
rafael bastos
7 anos atrás

No Site ” Voz da Rússia” diz que os Chineses estão certos na compra de um lote de Su-35 e que vão fechar o contrato ainda este ano (sim, eu visito o voz da Rússia é bom para descontrair).

Se for verdade eu me indago, porque a China de que tem seus J-10 e outras aeronaves de procedência russa e esta trabalhando em projetos de aeronaves de 5° geração precisa de mais caças russos? e porque os russos sabendo da intenções chinesas de fazer engenharia reversa ou simplesmente dar “ctrl c + ctrl v” no bicho ainda o vendem?

Baschera
Baschera
7 anos atrás

Olha…. quem puder visitar esta feira eu recomendo. É o máximo.
Fique hospedado em Le Bourguet mesmo…. é mais fácil e vc tem contato com um monte de gente da área nos saguões dos hotéis….

Sds.

Guilherme Poggio
Reply to  Baschera
7 anos atrás

Olha…. quem puder visitar esta feira eu recomendo. É o máximo.
Fique hospedado em Le Bourguet mesmo

É mas precisa preparar o bolso. Um hotel distante alguns quarteirões do aeroporto não sai por menos de 500 reais a diária.

Augusto
Augusto
7 anos atrás

A China e a própria Rússia, que expandirá as encomendas e, quem sabe, a Venezuela.

Baschera
Baschera
7 anos atrás

Poggio,

Pode ser… eu estive lá a exatos 10 anos atrás…. e não foi barato mesmo… mas eu estava a trabalho…em outra feira.

Mas Paris é cara mesmo…. e Le Bourguet é longe do centro… são 40 km pela rodovia A-40 se não me engano, o que pode tornar o preço equivalente.

Sds.

Sds.