Home Arte F-5EM e F/A-18E nas cores da FAB

F-5EM e F/A-18E nas cores da FAB

1082
26

F-18 FAB

ARTE: Luiz Paulo Silva

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Pelo menos eles são parentes…

Nick
Nick
7 anos atrás

Não ficou mal não. 🙂

Mas postar o Vespão desdentado que nem o F-5EM foi sacanagem…..rssss

[]’s

andersonrodrigues1979
andersonrodrigues1979
7 anos atrás

Modéstia a parte qualquer avião nas cores da FAB fica bem.

marciomacedo
marciomacedo
7 anos atrás

Gostaria de ver o Vespão na cor cinza, de superioridade aérea.

rommelqe
rommelqe
7 anos atrás

Entendo que este padrão de camuflagem – adotado pela FAB no F-5EM, no AMX, ST (etc) – é do tipo “não colaborativo”, ou seja, de baixa reflexão quando iluminado (exposto) por radar . Alguém pode confirmar isto?

Mas em sendo assim (ou não), pergunto: a película de acabamento fornecida pela BOEING (não esquecer que agora estamos comprando um zero bala, até com plastico no banco), seria de baixo coeficiente de reflexão radar e altamente opaco a laser?

Observador
Observador
7 anos atrás

Senhores,

Quando vierem os primeiros vespões – se vierem (desculpem, mas só acredito vendo) – eles substituirão primeiramente os jaguares. Então os primeiros Super-Hornet da FAB terão o padrão de camuflagem do 1°GDA.

Ou não?

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Observador, acho difícil, pois o atual “padrão” dos jaguares nada mais é do que o padrão dos Mirage 2000 B/C franceses. Parece que nem repintar antes de entregar eles fizeram. A pintura dos Mirage IIIBR era bem diferente, por exemplo. Ou fica no padrão da USN/fabricante ou vem no padrão da FAB. Se vierem, claro. Na verdade, parece que somente agora a FAB resolveu por um padrão de camuflagem, pois até então ela usava as aeronaves do jeito que vinham do fabricante ou último usuário/dono, vide as diferenças entre os F-5 do Pampa e de Santa Cruz, os Hercules, etc… Read more »

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Quanto à arte, parabéns, ficou bem legal! Tomara que eu veja uma foto assim de verdade em 2014!

Observador
Observador
7 anos atrás

Almeida disse:
10 de junho de 2013 às 1:32

Não me referia a esta dos tampões, mas justamente aquela pintura cinza-azulada que os jaguares usavam nos Mirage III e que eu considerava bonita.

Mas eu preferia que deixassem com a cor padrão, mantida inclusive pela Austrália, pois creio que dificulta a visualização do caça durante o voo.

Guizmo
Guizmo
7 anos atrás

Apesar de lindo, não é a pintura adequada ao 1o GDA. Estes devem estar no padrão de superioridade aérea, que aliás nem os antigos Mirage III modernizados usavam.

Hamadjr
Hamadjr
7 anos atrás

Editor de imagem aceita tudo, queremos ver é o que vai efetivamente substituir os Mirage, aliás já que a energia empregada em criar todo o vetoramento para o SH poderia também ser para os outros finalista

Vader
7 anos atrás

Muito bacana, mas dificilmente esta será a cammo dos Rhinos da FAB.

O SH é um dos raros casos em que a aeronave biplace é mais bonita que a monoplace.

Soyuz
Soyuz
7 anos atrás

Gosto é gosto, mas pra mim estas camuflagens do F-5 estão para o mundo da aviação militar como aquela sambadinha do Barrichello no pódio está para o mundo da Formula-1.

Cinza de superioridade aérea não? Vamos de clássico não cavalheiros!

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Não sei não, já passou da hora do 1o GDA virar um GAvCa. Não faz sentido numa força de pequeno tamanho como a FAB, e num mundo onde caças facilmente podem cumprir as missões de superioridade aérea tão bem quanto as de interdição e ataque, um esquadrão dedicado exclusivamente à defesa aérea.

Tanto que o plano original, quando da criação do 1o GDA, era que cada um dos então novos CINDACTAs tivesse seu próprio GDA, o que nunca aconteceu. O 1o GDA é uma unidade ímpar e anacrônica na FAB.

Soyuz
Soyuz
7 anos atrás

Almeida, Mudar designações de unidades militares no Brasil é como mudar os uniformes, ritos e folclore da guarda suíça que protege o Papa Francisco. Significa mexer no seu maior (e único) simbolo que é a história! O GDA é a nossa guarda Suíça! Vida longa aos Dijon Boys que há mais de 40 anos, enfrentando o frio a diferença de fuso horário, o idioma, e a comida diferente foram a França para bravamente colocar a FAB na era supersônica!! Não gosto de futebol e entendo pouco do tema, mas conversando com meu pai certa vez chegamos a uma conclusão “antropológica”… Read more »

Roberto F Santana
7 anos atrás

Depois de ler que um dos pilotos argentinos de Mirage que foram abatidos nas Falklands, saltou sobre o mar, e que seus restos mortais foram achados dentro de um bote encalhado na praia de uma das ilhas, anos depois…
Ouvir sobre a interceptação de avião comercial cubano, é de baixar a cabeça e tentar esquecer aquela “partida histórica”….

asbueno
asbueno
7 anos atrás

Soyuz disse: 10 de junho de 2013 às 16:15 Fugindo um pouco à discussão, o XV de Jaú teve bom desempenho em alguns poucos Brasileiros na década de 80: Cardim, Carlos SIlva, Wilson Mano… Todavia entendi seu ponto de vista. Roberto F Santana disse: 10 de junho de 2013 às 16:39 Entendo, também, seu ponto de vista. Mas temos, ainda que distante, as ações das aviações de patrulha e de caça da WWII. Penso que não devemos, digamos assim, lamentar não termos tido combates diretos, mas, ainda que a situação econômica dos anos 80 e 90 tenham sido péssima, o… Read more »

Vader
7 anos atrás

Soyuz disse:
10 de junho de 2013 às 16:15

Sacanagem com o Galo, rsrsrs…

Mas entendi o ponto de vista.

Esperemos que a FAB deixe de ser um XV de Jaú para ser, pelo menos, uma Ponte Preta… 🙂

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

A tendência será a adoção deste padrão para todas as aeronaves. Felizmente não temos ações de combate recentes para lembrar. A melhor força aérea é aquela cujo poder dissuasório faz com que não tenha de lutar, embora não seja bem este nosso caso. De qualquer sorte, se não temos combates para lembrar, nem por isso deve a força deixar de ter orgulho e ostentar sua tradição, que é um elo que une a todos, do passado, do presente e do futuro em volta de um objetivo comum. E nada melhor para assegurar o orgulho da força o do que ela… Read more »

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Soyuz, entendo e concordo com seu ponto, aliás, ótima analogia! 🙂

Mas mudar o 1o GDA Jaguar pra algo tipo 101o GAvCa Jaguar, com praticamente a mesma bolacha e o mesmo pessoal, adicionando mais algumas missões ao esquadrão sem no entanto retirar dele seu “DNA” de superioridade aérea não seria nenhum fim do Mundo, certo?

Justin Case
Justin Case
7 anos atrás

Amigos, boa noite:

Parcialmente off topic: “Rafale: le Brésil toujours en phase de réflexion

http://www.lechorepublicain.fr/france-monde/actualites/economie-politique/eco-finances/2013/06/10/rafale-le-bresil-toujours-en-phase-de-reflexion-1582754.html

Abraços,

Justin

Mayuan
Mayuan
7 anos atrás

Desculpem ser um pouco pessimista ou talvez pragmático. Toda vez que se fala aqui de aviões russos ou de outra procedência, mais especificamente, toda vez que são feitas comparações entre aeronaves baseando-se apenas em números de desempenho, alguns falam que no “Super Trunfo” isso e aquilo…. Pois bem, parece que é o que muitos aqui fazem. Se finalmente decidirem pelo SH, não só o FHC quanto o Lula quanto a Dilma nos fizeram favor algum, quanto o fizeram pela metade. Francamente, 36 aviões pra toda uma FAB desdentada? E os reabastecedores? E os bombardeiros? E as armas? Quais serão, em… Read more »

Mayuan
Mayuan
7 anos atrás

Ah, esqueci, se é pra brincar de aviãozinho, peçam que pelo menos façam a pintura do Super Hornet do Flight Simulator X – Accelleration Pack para o padrão da FAB. Lá pelo menos ele poderá portar armas a baixo custo e voar quanto quiser sem restrições orçamentárias limitando o combustível. Quem sabe (modo ironia on) a FAB não escolheu esse porque assim economiza de simulador?

joao.filho
joao.filho
7 anos atrás

Well spoken, Mayuan!!! Depois desta eternidade esperando a conclusao do FX Ad Infinitum, que nao venham pra ca com 36 celulas com meia duzia de misseis para cada um, como sempre. 120 unidades era o envisionado, nao menos. O Brasil e um pais de dimensao continental ao par da Russia, EUA, Australia e China. 36 avioes modernos para defender tantissimo territorio seria piada mesmo. Mas e melhor tomar um banho frio para abaixar a febre, porque anuncio oficial mesmo que e bom ate agora nada. Depois do vexame do Lula no 7 De Setembro, so vou acreditar quando pousar a… Read more »

rommelqe
rommelqe
7 anos atrás

O padrão de camuflagem da FAB foi assim definido principalmente para missões a baixa altitude, ao realizar penetração em espaço aéreo, dificultando a observação visual pelo inimigo que estiver patrulhando em altitudes superiores. Tb não esquecer que toda a parte inferior da fuselage e asas devem receber padrão cinza ou equivalente… A camuflagem verde/cinza logicamente auxilia em muito para confundir aeronaves hostis quando estacionado em bases desdobradas. Padrão superioridade aérea no GDA? Para interceptar avião russo pilotado por cubanos após invadir mais de 1000km nosso terrritório? Naquele episódio dois mirage quase desarmados alçaram voo heroicamente à noite e com chuva… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
7 anos atrás

Justin:

Traduza para o português meu galante amigo!