Home Noticiário Internacional FAE comprou radar que não funciona

FAE comprou radar que não funciona

398
50

Equador reconhece inoperância do sistema CETC-YLC/2V-3D

 

 

YLC-2V-3D-Radar-1S

O chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas do Equador, general Leonardo Barreiro, finalmente reconheceu que os sistemas de radar tipo CETC-YLC/2V-3D e YLC-18 comprados para a FAE (Força Aérea do Equador) por US$ 60 milhões de dólares continuam inoperantes.

A situação dos equipamentos não sofreu mudanças desde 2011 e soluções para resolver os problemas não apareceram. Aproximadamente um ano atrás a “Dirección de Auditoria No.3” informou que realizaria investigações nos contratos envolvendo os equipamentos desde janeiro de 2008 até abril de 2012.

O general Barreiro também anunciou que “o Equador dispõe de meios como os aviões Super Tucanos para a realização de voos em diferentes lugares do país para manter o controle do espaço. Como hoje não temos os radares, estamos suprindo esta lacuna com outros meios que nos permitem obter certo nível de controle do espaço aéreo”.

O contrato de compra dos radares foi efetivado em 2009 e contemplava a entrega dos mesmos em um prazo de 18 meses. Os radares não superaram as fases de testes individuais e nem a interconexão dos mesmos com o Sistema de Defesa militar e do Departamento de Aviação Civil (DAC).

FONTE: infodefensa (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em espanhol)

50
Deixe um comentário

avatar
49 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
colombelliJorge RodriguesColombelliGuilherme PoggioGrifo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nautilus
Visitante
Nautilus

Compra radar e outros equipamentos chineses bons e baratinhos, para ver a sarna que se arruma, compra! E ainda tem gente que defende comrpa de armamento chinês…

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Este problema já tem mais de um ano….. tendo sido detectado em 2012. O contraro envolveu a soma de Us$ 60 milhões. Segundo colegas foristas peruanos e equatorianos…. o problema é que o seu sistema de data-link “não conversa” com os demais sistemas de origem ocidental da FAE. Reclamam também da falta de assistência dos chineses, que parecem querer apenas vender. Desde antes de sua entrega, este contrato é questionado por suas diversas supostas irregularidades, como por exemplo a que trata da altura da cobertura aérea…. que deveria ser de 12.000 pés… quando o sistema chinês atinge o máximo de… Read more »

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Baschera,
Na verdade “…não tendo sido detectado nada em 2012.”, já que o radar não detecta nada. rrsrssss

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Outras fontes afirmam, porém, que o Equador teria devolvido tais sistemas de radar e inclusive recuperado o investimento realizado.

Novos sistemas de radares seriam adquiridos no prado de até um ano e meio.

Sds.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Errata: Leia-se “prazo” ao invés de “prado”….. rssss !

Sds.

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Agora eu queria ver um certo jornalista “exxxxxpecializado de dferrrrrrsa” dizer que o sistema Chinês Y não sei das quantas é ó brogodó, e que a FAB míope e não enxerga isto e quilo e não sei mais o que.
O tempo relmente é senhor de todas as verdades.

Grande abraço

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

“relmente” realmente.

Grande abraço

Vader
Visitante
Member

Soltou pecinha antes de começar a operar, rsrsrs…

Taí, é isso que dá comprar ching-ling…

Esses bolivarianos merecem.

Alfredo Araujo
Visitante
Member
Alfredo Araujo

Sinceramente… Isso ai ta com mais cara de alguém ter levado algum na compra, do q falta de qualidade do equipamento.

Como q vc compra algo para uma FAA sabendo q esse não é compatível com nada q vc tem em operação ?

ci_pin_ha
Visitante
ci_pin_ha

Se os problemas forem de integração dos Data-Link como dito pelo Baschera, não é o radar em si que não funciona, mas sim a falta de suporte técnico e de analise no momento da compra. Passamos por dificuldades parecidas (em menor intensidade) quando da chegada dos Mi-35, com muita luta conseguiu-se resolver esse problema.
De uma coisa não há duvidas, os chineses não estão prestando a devida assistência.

aldoghisolfi
Visitante
Member
aldoghisolfi

MAS como é que é?!… os produtos deles não funcionam fora do país? MAS funcionam excelentemente bem dentro do seu território nacional?

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Eu vejo esta questão com maior pragmatismo. Equipamentos chineses são inferiores aos norte americano e europeu? Acredito que não haja a menor duvida de que são. O pós venda chinês é inferior ao de norte americano e europeu? Também me parece ponto pacifico. Porem tem coisas ai que não sabemos exatamente como se desenrolaram. O contrato foi bem feito? Isto é, itens como treinamento, suporte foram comprados ou foram convertidos em comissões para oficiais equatorianos? Houve avaliação operacional do equipamento antes da compra? Acredito que a compra de sensores (sejam eles de qualquer procedência) podem revelar boas surpresas ao comprador… Read more »

aldoghisolfi
Visitante
Member
aldoghisolfi

Concordo com tudo o que o Soyuz disse, mas fica a pergunta: como é que a China consegue ser o que é, em termos militares, com esse material que vende?

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Baschera,
Esse radar do tamanho de uma quadra de tênis e só deveria atingir 4000 metros de altitude?
Puxa!!!

Vader
Visitante
Member

aldoghisolfi disse: 3 de junho de 2013 às 14:12 “como é que a China consegue ser o que é, em termos militares, com esse material que vende?” Respondo com outra pergunta: será que a PRC é mesmo “o que é, em termos militares”? Ou será que a PRC é isso tudo aí mesmo: material inferior e mal ajambrado, numa doutrina obsoleta? Não podemos nunca nos esquecer que a PRC copiou o Su-27 russo mas até hoje não consegue reproduzir uma turbina que funcione, tendo que importar turbinas russas. Amigos, a China Vermelha um dia, daqui a muitas décadas, será uma… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

A China já é uma potência, aliás, uma super potência, tem armas nucleares, o maior exército do mundo e capacidade de fazer várias armas sozinha. Isso lhe dá o status de super potência.

Aliás, graças a ajuda norte americana : espione o Tio Sam e tome um atalho de uns anos…

Ela mesma já produz peças para aviões norte americanos…

E patrocina o Pentágono, aliás…

Gilberto Rezende
Visitante
Member
Gilberto Rezende

O radar funciona e tem data link, integrar o equipamento com um sistema existente é uma outra história. QUALQUER equipamento que você compre para integrar num sistema já existente tem de se ter ALGUÉM que faça um trabalho técnico onde se conheça TODO o vocabulário e linguagem do radar chinês e toda a linguagem e vocabulário do aparelho ocidental de controle que se quer comunicar e um conhecimento intrínseco de capacidades e tempos de resposta em TEMPO REAL para fazer que o radar e o sistema conversem produtiva e eficientemente. Ele tem de desenvolver um software de PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO… Read more »

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Não da para tirar muita informação da reportagem, dizer que o radar simplesmente não funciona é muito pouco. Não funciona o que? Não detecta? Tem problemas de falso positivo? Quando chove como se comporta? O problema é o radar em si ou a operação dele?

Abs,

Ricardo

Almeida
Visitante
Almeida

“ToT” hahahhaha

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Segundo colegas foristas peruanos e equatorianos…. o problema é que o seu sistema de data-link “não conversa” com os demais sistemas de origem ocidental da FAE.

Leia mais (Read More): FAE comprou radar que não funciona | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil

Leiam com atenção este parágrafo acima, será efeito “Orloff” em um outro certo” paif” que comprou o Pantsyr para AA e vai precisar fazer o dito falar com o seu Comando Defesa Aeroespacial.

Grande abraço

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“…será efeito “Orloff” em um outro certo” paif” que comprou o Pantsyr para AA e vai…”

juarezmartinez,

Tenha fé, segundo um outro forista, chama a Atech que ela resolve…

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…na falta de um post mais adequado, vai aqui mesmo:

O Japão ofereceu vender 2 anfíbios a Índia.

(http://livefist.blogspot.com.br/2013/05/india-japan-to-discuss-how-indian.html)

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Vader:

É por ai mesmos.

Vejamos, por exemplo, o ARJ-21 chinês, avião comercial, copiado até o último parafuso do Boeing 717 (ex MD-9), quer dizer, faltou algumas partes, como a caixa de ligação asa/fuselagem, que os chineses não fabricavam e dai a coisa não foi para frete. Para tentar solucionar o problema, roubaram informações da caixa de ligação asa/fuselagem do ERJ-145, mas que, pelo jeito também não avançou.

Mas que os chineses estão avançando, isso estão. E vão chegar a alguma lugar, muito diferente de um certo paiph candidato a sentar no peniquinho!!!

Hamadjr
Visitante
Member
Hamadjr

Essa história esta com boi na linha, como alguém compra um radar que não funciona? alguém dos tais forúm acessaram o contrato da compra?
Essa parada ta mais para de sistema não conversa com o outro é mais velha do avião a carvão, a não ser que os chinas desenvolveram algum algorítimo incopiável que não possa ser rescrito para uma linguagem conhecida, é tal coisa da impressora barata cartucho caro.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Buenõ Senõres….. las informaciones son : 😉 1) Houve um contrato, provavelmente não cumprido: El ex jefe del Comando Conjunto y ex ministro de Defensa, Oswaldo Jarrín, señaló que al no contar con los radares obviamente Ecuador se encuentra en desprotección aérea. Y que por tanto, se tiene que investigar “por qué vienen radares que no sirven y por qué no se cumplen los contratos”.”>/em> As informações não são claras o suficiente.. pois hora se lê que estavam funcionando…(os do empréstimo) ora se lê que deixaram de funcionar….(provavelmente os que os substiruiram depois) … ora se informa que seriam devolvidos… Read more »

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Como diz o sempre diz o Juarez….. non ecxiste plug-and-play….. mesmo a base de dados sendo algoritmos ditos “universais”.

Sds.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Errata; Putz…. tecladinho chinês… leia-se acima: Como sempre diz….

Sds.

Vader
Visitante
Member

Wagner disse: 3 de junho de 2013 às 17:45 “A China já é uma potência, aliás, uma super potência, tem armas nucleares, o maior exército do mundo e capacidade de fazer várias armas sozinha. Isso lhe dá o status de super potência.” Ora, então Israel também é uma superpotência! E a Índia também! E se bobear, até mesmo o Paquistão… Senão vejamos: Israel também tem armas nucleares. Também tem a capacidade de fabricar várias armas sozinhas. E o que seu Exército não possui em números, possui em qualidade e engajamento. A Índia também tem armas nucleares. Também tem a capacidade… Read more »

Baschera
Visitante
Member
Baschera

joseboscojr disse: 3 de junho de 2013 às 14:22 Baschera, Esse radar do tamanho de uma quadra de tênis e só deveria atingir 4000 metros de altitude Bosco, Esta informação realmente parece distorcida…. e foi extraída do fórum equatoriano… mas também desconfiei dela. Fui dar uma olhadinha numa das “biblias” sobre este assunto, o AIR POWER AUSTRALIA, (aquele do Dr. Carlo Kopp) que tem um capítulo inteiramente dedicado a radares de concepção chinesa e assinado por John C. Wise, MBE, da J.C. Wise and Associates. Há uma variedade de radares chineses…. com pequenas variações de letras na nomenclatura, “derivando de… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
Member
HMS TIRELESS

Nossa, estava demorando….os problemas do radar chinês, que solta pecinha e deixa os equatorianos na mão, torna-se a deixa para que a surrada cantilena oriunda do Foro de SP e do “Brasil-PuTênfia” volte a dar as cartas senão vejamos: – Os Hermanos-bolivarianos foram ingênuos, bem diferente do que acontece “nestepaiz”, onde os “cúmpanhêros” são espertos e exigem a tal da “transferênfia di tequinúlugia” – Que em virtude da lambança equatoriana, cujo bolivarianismo bovino e estúpido abriu mão de adquirir sistemas modernos e funcionais de fornecedores confiáveis como EUA e França para comprar porcarias “Made in PRC”, deveria a Atech em… Read more »

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Se o problema foi de integração entre radar e sistema de controle tático por serem de origens diferentes, então poderia ser um radar da Raytheon com um sistema de controle tático Chines que o resultado seria o mesmo na prática.

glaison
Visitante
glaison

“A China copiou o SU-27 mas não os motores”.

É tão difícil assim desenvolver e produzir um motor turbofan/ turbojato?

Grifo
Visitante
Grifo

Senhores, com todas as estimas aos simpáticos hermanos ecuatorianos, mas o sujeito compra radar chinês e ainda quer que ele funcione? Fala sério…

Só falta agora comprar também UCAV iraniano.

Em reação a Atech, vamos esperar primeiro ela fazer o datalink brasileiro funcionar antes de oferecer os serviços para os outros. Pelo que eu ouvi falar a coisa tá difícil.

Grifo
Visitante
Grifo

Senhores, onde está acima Atech leia-se Mectron. Desculpem-me, deve ser o avançado horário.

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Grifo,

Até onde sei, a camada física do data link brasileiro é baseada nos rádios da Rohde & Schwarz, que por sinal são ótimos equipamentos, presentes em aeronaves de respeito como o Gripen e EF-2000, uma escolha acertadíssima da FAB.

Sendo o desenvolvimento nacional software e não hardware. O que não quer dizer que seja simples, mas seguramente é mais fácil fazer só as camadas lógicas do que ter que fazer ambas(física + lógica).

E mesmo sem camada física na jogada a coisa tá empacada?

Preocupante

Vader
Visitante
Member

glaison disse:
3 de junho de 2013 às 23:42

“É tão difícil assim desenvolver e produzir um motor turbofan/ turbojato?”

Sim.

É tão difícil que pouquíssimos países do mundo os produzem. EUA, França, Inglaterra, Rússia, Itália e mais alguns poucos.

Para que se tenha uma idéia o Brasil, por exemplo, não consegue produzir nem sequer um simples motor aeronáutico a pistão, voando nossas aeronaves com motores Lycoming até hoje.

Sds.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

A Saab esta fora da concorrência por um novo vetor para a Força Aérea do Canadá……

http://www.defense-aerospace.com/article-view/release/145484/gripen-pulls-out-of-canada-fighter-competition.html

Sds.

Vader
Visitante
Member

Fez bem a SAAB. A concorrência no Canadá já está ganha (F-35).

glaison
Visitante
glaison

Vader disse:
4 de junho de 2013 às 9:19

“Para que se tenha uma idéia o Brasil, por exemplo, não consegue produzir nem sequer um simples motor aeronáutico a pistão”

E eu que pensava que motor a pistão aeronáutico não fosse muito mais do que um motor a diesel, refrigerado a ar, onde só usava outro combustível, com velas de ignição e tinha recebido um tratamento anti-corrosão mais severo.

Gilberto Rezende
Visitante
Member
Gilberto Rezende

Amigos a Atech foi fundada lá atrás em 1997 quando do projeto SIVAM para receber a ToT transferência de tecnologia negociada com a Ratheon americana pelo governo FHC, justamente num programa de sistema de radares integrados sobre a Amazônia. Recentemente adquirida pela Embraer a empresa, a partir daquela experiência inicial, tornou-se depositária do conhecimento de integração de sistemas de tempo real equipamentos de várias origens, sendo chamada desde então para integrar vários sistemas de alta complexidade que a manteve nestes 16 anos esta empresa de importância CRÍTICA operante, rentável e ativa (ponto para todos governos desde FHC). Reforma e aperfeiçoamento… Read more »

Vader
Visitante
Member

Gilberto Rezende disse:
4 de junho de 2013 às 16:17

Inocência coisa nenhuma parceiro: bolivariano muy amigo na hora de escolher quem faça o serviço vai buscar na China Vermelha, na Coréia e etc., e não nos brasileiros “macaquitos” e “imperialistas”.

E o trouxa do seu governo ainda dá dinheiro presses cucarachos malacabados.

Wagner
Visitante
Wagner

Vader vc precisa melhorar seus conhecimentos de economia… “””Quem tem medo de um “embargo” chinês? Se a China Vermelha deixar de vender suas quinquilharias para o mundo, são estas insubstituíveis? Ou será que a maioria do mundo adoraria um embargo chinês?””” Camarada, O MUNDO DEPENDE DA CHINA. Os USA dependem da China. Todo dia todo jornal de economia fala disso. Para vc ter uma idéia, somente a desaceleração chinesa simplesmente jogou metade do planeta na crise novamente, pq a China foi o motor da economia mundial nestes últimos anos. Inclusive quem sustentou seus amados USA foi a China, se ela… Read more »

Colombelli
Visitante
Member
Colombelli

Uma coisa é certa. Comprar deles dá prolema bem mais do que dá em vista dos ocidentais. A China é um Estado movido pelo predatismo e conhece pirataria e quebra de patentes como ninguem. Nunca irão transferir tecnologia de nada para niguem, salvo se ela não for mais util. É um Estado que, salvo em negócios simples ( e mesmo nesses olhe lá), não merece confiança. Estão comprando largas extensões de terras aqui e na África, fazem concorrência desleal e espionagem industrial em escala que faz as outras nações mesmo as ditas mais protencionistas ficarem no chinelo. De nós e… Read more »

glaison
Visitante
glaison

Wagner disse:
4 de junho de 2013 às 18:16

Bom ver que tem alguém que manifesta conhecimento de economia, política e sociologia, com clareza. Sem fanatismo ingênuo.

Vader
Visitante
Member

Wagner disse: 4 de junho de 2013 às 18:16 Ah cidadão, já falei o que tinha pra falar e não vou entrar em discussões de alta indagação contigo porque tenho mais o que fazer. Só lhe digo que se a China embargasse o mundo, este iria sofrer um baque num primeiro momento, mas quem iria ir para o buraco no fim das contas seria a China. Aliás, sobre os títulos americanos, basta os EUA declarar uma moratória no pagamento de sua dívida, que a China vai literal e definitivamente à falência. Já pensou nisso? Morrer com alguns trilhões de dólares… Read more »

Jorge Rodrigues
Visitante
Jorge Rodrigues

“E não estou falando de ideologia (coisa que aliás não tenho – essa a nossa diferença)[…]” Perdoe-me, caro Vader. Mas boa parte de seus comentários neste espaço são motivados por ideologia política. O senhor pode até não ser de direita, mas é claramente contra a esquerda. Não há problema algum em sua posição ideológica. O problema é que muitas vezes o senhor desvirtua notícias para a esfera política desnecessariamente, só para atacar aquilo a que se opõem, e muitas vezes com informações distorcidas e falsas. Por essa razão, seus comentários acabam por ser mais emocionais do que racionais. E neste… Read more »

colombelli
Visitante
colombelli

Prezados, vou lhes contar uma coisa sobre a China que é pouco divulgada. A China nos últimos 20banos, aumentou 16 vezes seu consumo de combustivel e 47 vezes o consumo de aço. Muito deste aumento esta sendo canalizado para a construção civil. Porém, há uma gigantesca bomca imobiliária para explodir lá. O governo chinês contrata a construção de milhares de prédios de apartamento que estão vazios, pois não há compradores com condições financeiras para adquiri-los. Ha uns poucos anos, assisti um documentário a respeito, o qual obviamente foi feito de forma clandestina. Posteriormente, em 2009, conversei com empresários na cidade… Read more »

Gilberto Rezende
Visitante
Member
Gilberto Rezende

Voltando ao EQUADOR, foi anunciado em um comunicado conjunto Brasil-Equador resultado da visita do Ministro de Defesa brasileiro ao país dia 6 de junho e um dos itens ali PODE ter conexão com os problemas com os radares aéreos equatorianos e uma possível ajuda brasileira estará mais que oportunizada se o Equador comparecer ao seminário em Manaus: 3. Intensificar la cooperación bilateral en materia de control del espacio aéreo, tanto a nivel militar como civil, especialmente en lo referente a experiencias de control de tráfico aéreo, defensa del territorio nacional y control de recursos nacionales. Brasil invitó al Ecuador para… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
Member
HMS TIRELESS

Não creio Gilberto. Isso está mais para aqueles intercâmbios de informação. Se muito.