domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Super Hornets do ‘Jolly Rogers’ indo e voltando de operações no Afeganistão…

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Super Hornets do Jolly Rogers em reabastecimento em voo com avião tanque da USAF - foto USN

… e às vezes voltando com bombas ainda sob as asas, às vezes não

Fotos disponibilizadas pela Marinha dos EUA (USN) mostram vários dias de operações, neste mês de maio, de caças F/A-18F do Esquadrão “Jolly Rogers”  (VFA 103) embarcados no porta-aviões de propulsão nuclear USS Dwight D. Eisenhower (CVN 69), no Mar da Arábia. O navio participa  da “Operação Enduring Freedom”, que é o nome da longa campanha sobre o Afeganistão.

Super Hornet do Jolly Rogers em reabastecimento em voo com avião tanque da USAF - detalhe foto USN

Pode-se reparar, nas fotos (que incluem também um reabastecimento em voo com avião-tanque da Força Aérea dos EUA), nos armamentos transportados sob as asas dos jatos – curiosamente, eles decolam também com míssil ar-ar apenas na estação da ponta da asa esquerda.

Super Hornet do Jolly Rogers sendo lançado do CVN 69 - foto USN

Super Hornet do Jolly Rogers sendo lançado do CVN 69 - detalhe ampliado - foto USN

Super Hornet do Jolly Rogers sendo lançado do CVN 69 com AIM-9 na ponta da asa esquerda - foto USN

As fotos de aeronaves enganchando também dão a entender que, algumas vezes, as aeronaves retornam ao navio sem terem lançado suas bombas e, outras vezes, com os cabides sob as asas vazios.

Super Hornet do Jolly Rogers pousando sem armas sob asa direita no CVN 69 - foto USN

Super Hornet do Jolly Rogers pousando com armas sob asa direita no CVN 69 - foto USN

Super Hornet do Jolly Rogers pousando com armas sob asa direita no CVN 69 - detalhe foto USN

Você pode aproveitar esta tarde de domingo para identificar os armamentos e outros equipamentos carregados pelos caças em suas estações das asas e fuselagem. Ampliamos detalhes de algumas das fotos para ajudar, e você pode consultar o primeiro link da lista abaixo para conhecer diversas armas ar-superfície do arsenal norte-americano.

FOTOS: Marinha dos EUA (USN)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ozawa

Passada rápida d´olhos…

1) Míssel ar-superfície AGM-65 Maverick
2) Míssel ar-ar AIM-9 Sidewinder
3) (LGB) Paveway – Bomba de Guiamento Laser

Estou certo ?

Ozawa

Na 2ª foto parece-me, ainda, um Joint Direct Attack Munition (JDAM)…

Ozawa

“Jolly Rogers”… Esquadrão tradicionalíssimo da USN, juntamente com o “Sundowners”, são os meus preferidos… Operou desde a II GM, mas firmou-se nas mentes e corações dos entusiastas com suas cores no Phantom, Tomcat (imortalizado…) e mesmo agora no SH…

Para os entusiastas, um Super Hornet em escala 1:72, em suas cores:

http://www.flyingmule.com/products/UM-85064

joseboscojr

Míssil AIM-9X
Bomba Paveway II ou EPW de 500 lb (GBU-12 ou GBU-49)
Bomba LJDAM de 500 lb (GBU-54)
Bomba JDAM com espoleta de proximidade 500 lb (GBU-38)
Ozawa, não vi o Maverick não.

Ozawa

Bosco, era a ponta da GBU 38, e a vista me traiu sem a ampliação da foto…

Ozawa

O designador de alvos Raytheon AN/ASQ-228 ATFLIR (Advanced Targeting Forward Looking Infrared)…

Ozawa

Esquema gráfico dos casulos multifuncionais:

http://sistemasdearmas.com.br/ca/pdlatflir2.jpg

joseboscojr

É meio que redundante a LJDAM (GBU-54) e a EPW (GBU-49) numa mesma força.
Ambas são baseadas na bomba de uso geral Mk-82 de 500 lb e ambos são guiados por Inercial, GPS e laser semi-ativo.

Colombelli

Lembrei de uns SU-22 líbios ( pelo que me recordo eram estes) que a mais de 20 anos tiveram nesta imagem da cauda preta a última imagem que viram neste planeta.

Ozawa

Prezado Colombelli,

Não foram Tomcats dos “Jolly Rogers”, VF 103, que os abateram – os SU-22 dos quais você menciona – e sim os Tomcats dos “Black Aces”, VF 41.

Guilherme Poggio

Ozawa disse:

Não foram Tomcats dos “Jolly Rogers”, VF 103, que os abateram – os SU-22 dos quais você menciona – e sim os Tomcats dos “Black Aces”, VF 41.

Verdade. Embora ambos operassem juntos a bordo do Nimitz naquela época.

Ozawa

…e desse épico episódio, o Galante assinou um belo post há alguns anos aqui no PA…

http://www.aereo.jor.br/2010/08/15/combates-aereos-f-14-versus-su-22/

O Cmdr Hank Kleeman acabou falecendo poucos anos depois, salvo engano em 1985, num acidente aéreo, como instrutor na Fight Weapons School, ou “Top Gun”, e o seu Oficial de Sistemas de Armas, Dave Venlet, hoje Vice-Almirante, é oficial-executivo do projeto F-35C na USN…

Almeida

A pintura e a bolacha desse esquadrão são lindas demais!

Quando esses Super Hornets chegarão na FAB mesmo?

Eu sei, nunca…

Colombelli

Lembro de uma revista Manchete com uma reportagem bem grande na época, com foto de duas páginas do F-14, e os elementos sendo indicados como o esquadrão que era conhecido como “os renegados”. O Kadaffi engoliu em seco e foi explorado o incidente como mais um da arena da guerra fria.

Reportagens especiais

Medindo o desempenho da tecnologia Stealth

Para os países além dos EUA que estão comprando o F-35 Joint Strike Fighter da Lockheed Martin, será sua...
- Advertisement -
- Advertisement -